Distúrbios Energéticos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Distúrbios Energéticos

Mensagem  Lucrécia em Seg Out 31, 2011 8:54 pm

Combinei durante um tempo estudos sobre manipulação energética e alguns conhecimentos de medicina e psicologia obtendo assim algma base para formular uma tese sobre certos distúrbios energéticos que podem as vezes ser a causa de alguns tipos de males psicológicos como Narcolepsia, Insônias crônicas e etc... Antes de apresentar os distúrbios e suas causas primeiro analizamos como funciona a energia no nosso corpo:

Primeiramente devemos entender que a energia dos seres vivos é totalizada num coeficiente X que por sua vez é divido em três partes. A primeira parte é consumida pelo sistema nervoso autônomo responsável pelas atividades automáticas do nosso corpo (batimentos cardíacos por exemplo), a segunda parte é destinada as atividades do dia a dia (correr, estudar, fazer ritos e etc) e a terceira parte funciona como um freio para emoções que liberam adrenalina (é aquela coisa que você não sabe de onde veio mas que não te deixa matar o seu chefe). Essa última parte também age como um rim, filtrando toda o excesso de energia que nosso corpo produz por conta da sensação de ameaça e joga para o meio.

Os distúrbios energéticos geralmente ocorrem nessa última parte, podem prender o excesso ou liberar energia demais. Os mais comuns são:

Déficit Energético - Praticamente 98,7% da população possui esse distúrbio que geralmente é causado pelo estresse do dia a dia mesmo, consiste numa perda energética um pouco acima do normal.

Retenção Energética - Bem difícil de se achar quem sofra dessa, está associada a retenção anormal de energia o que afeta diretamente o sistema nervoso simpático causando geralmente elevações na pressão ainda que a pessoa não seja hipertensa.

Vampirismo - É o grau mais elevado do défict energético onde o paciente perde toda a energia produzida de uma vez só. O corpo para se manter trabalhando aciona um mecanismo dos chakras e passa a se manter pela maior fonte externa disponível no momento (o meio). As conseqüências desse mecanismo é que o corpo além de absorver a energia acaba absorvendo traços energéticos como humor da pessoa no momento e em alguns casos até lembranças ou traumas muito fortes.
Duas características marcantes dos vampiros naturais são a baixa temperatura constante nas extremidades do corpo (dedos das mãos, pés, joelho, nariz e etc) e o quadro de narcolepsia, doença onde o afetado tende a ter muito sono constantemente. Um outro quadro psicológico também comum (menos que os dois acima) é a bipolaridade por conta dos traços energéticos obtidos do meio.
Não confundir vampirização com drenagem voluntária.

Síndrome do casulo - Estágio mais avançado da rentenção energética onde o paciente retém absolutamente toda a energia que é produzida causando uma pane no sistema nervoso simpático que na tentativa de gastar a energia causa reações exageradas(e as vezes até violentas) a impulsos leves como se fossem instintos de sobrevivência. Essa é a causa mais comum dos ataques de fúria, infartos fulminantes, insônias crônicas e em alguns casos Síndrome do Pânico. A maioria das pessoas que possuem esse distúrbio são viciadas em substâncias que causam a sensação de relaxamento como a nicotina, morfina, rivotril e outros calmantes. A característica mais marcante é a pressão oscilante onde a mínima e a máxima são extremas.

Todos os distúrbios citados podem ser controlados e alguns até curados por completo desde que seja seguido um tratamento bem rigoroso. O tipo de solução mais comum é o alinhamento dos chakras e a preparação de alguns talismãs que deverão andar sempre com a pessoa durante determinado tempo.
No caso do vampirismo o tratamento é mais severo e infelizmente essa doença raramente é curável. Basicamente o vampiro deverá ter alguns chakras parcialmente selados após o alinhamento e deve manter a manutenção das duas primeiras etapas além de ficar dependente de baterias naturais e isolantes energéticos (que podem ser perfumes e algumas pedras), o tratamento é constante e jamais pode ser interrompido a menos que o vampiro consiga ao menos reter em seu corpo o suficiente para que as atividades vitais permaneçam funcionando.
Uma observação importante, vários desses distúrbios andam aparecendo muito em jovens ocultistas (posers) fãs de vampiros e de filmes de ficção e acabam sendo levados a estudar ocultismo e a se fascinar com práticas um pouco perigosas como as a seguir:

Drenagem Voluntária - O conhecido "vampirismo" para os jovens(inconseqüentes) aficcionados por vampiros psíquicos. Entre outras seqüelas a prática contínua causa dependência, variação extrema de humor e sensação de cansaço constante podendo levar até a um vampirismo real (a doença).

Liberação Forçada - O que os queridos super saiyajins de plantão não sabem é que a liberação forçada pode acabar rompendo um chakra mas caso o orgulhoso aprendiz de mangá dê sorte apenas será alvo fácil de entidades realmente vampíricas, vermes astrais e outros...

Retenção Induzida - Os engraçadinhos que escondem a energia para ficarem "invisíveis" e dar sustos ou pregar peças nos outros. Alguns ilusionistas também usam essa técnica, mas acontece que a médio prazo o corpo começa a produzir muito mais energia que o normal o que acaba resultando em um quadro de hiperatividade.

Drenagem Elemental - Outra moda que pegou mas dessa vez na geração jovem da wicca. A drenagem elemental é igual a um xarope, excelente se você estiver precisando, mas se tomado em altas quantidades acaba deixando o doente pior do que já está. A maior desvantagem é o desequilíbrio elemental que o corpo sofre ao ser exposto a uma carga muito grande de um elemento apenas, o que geralmente acarreta em uma bela complicação psicológia e física(sim meninas, isso também pode engordar).

Então crianças usem esses recursos só em caso de real necessidade.



_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Síndrome do casulo

Mensagem  James Taylor em Sab Nov 15, 2014 11:59 am

Como saber se eu realmente sofro dessa síndrome? Eu amo substâncias como tabaco e maconha, pois fico mais calmo e me sinto melhor. Eu tenho facilidade pra me energizar, mas geralmente acabo sem circular essa energia. Muitas vezes quase desmaio por estar com a pressão muito baixa (minhas veias chegam a ficar azuis), ou minha pressão fica muito alta. Tenho também reações muito extrema às pessoas. Sem falar que sou cercado por vampiros energéticos (meus melhores amigos são, por desequilíbrio). Desde já agradeço qualquer ajuda.

James Taylor
Novato
Novato

Tigre Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 19
Localização : Porto Alegre, RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum