Bruxaria

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bruxaria

Mensagem  Lucrécia em Ter Set 18, 2012 2:23 pm


Mas afinal o que raios é bruxaria? Coisa do diabo? Alta magia? Uma religião? Uma senda? Nada disso, e hoje vamos esclarecer algumas coisas sobre bruxaria que as pseudo alto sacerdotisas adoram distorcer.

Definição


Nas palavras de do historiador e ocultista Thomas Ady, bruxaria é nada mais que um sistema mágico simpático que utiliza diversos elementos da magia natural, combinados ou não com o culto a entidades diversas. Mas o que isso significa?

Vamos botar em termos simples, a bruxaria como conhecemos é praticamente hodoo Europeu, esse sistema usa diversos elementos supersticiosos e folclóricos que em geral são mesclados com o uso místico de ervas, pedras, metais e animais como vemos em outros sistemas e religiões como o Xamanismo, Magia Simpática (simpatias), Magia Elemental e etc.

Em geral a bruxaria pode sim conter elementos religiosos, como qualquer outro sistema, porém essa união será bem mais sutil que nos outros sistemas. A bruxa pode cultuar uma ou mais entidades de panteões e culturas diferentes, tendo em vista a freqüência energética semelhante de cada uma (bruxa não é boba, ela não vai cultuar um Deus do Fogo e da Água ao mesmo tempo) e em geral a relação com seu elemento regente.

Por falar em cultos, algumas bruxas(os) cultuam daemons. No livro The Witch of Prague podemos perceber a relação entre as bruxas(os) que mexiam com envenenamento e pragas a daemons associados a doenças e morte como Belzebu, Andras e etc. Existiam bruxas(os) que cultuavam o diabo cristão, Satan, mas eram mais raras(os) e geralmente eram homens e mulheres que fugiram de famílias cristãs ou mosteiros por terem sofrido ou sido testemunhas de algum abuso justificado pela religião.

Um adendo interessante, algumas bruxas(os) eram totalmente atéias(us). Não acreditavam em nenhum Deus, porém, estavam certos de que sua vontade combinada com rituais e etc. eram suficientes para obterem os resultados pretendidos. Esse tipo de bruxaria ainda é encontrado nos países do Leste Europeu como Eslovênia e Lituânia.

É/era normal encontrarmos bruxas (os) do Leste Europeu, sul da Itália e da Grécia que são adeptos da religião politeísta antiga. Ainda existem alguns relatos na Irlanda e na Escócia de bruxas (os) praticantes das religiões camponesas locais (não são os pseudo-wiccas). Isso não é obrigatório, como foi dito antes existem bruxas(os) descrentes. Para as bruxas que possuem religião ou que cultuam entidades, o sistema é alterado de acordo também com a crença.

A diferença entre a Bruxaria e o Hodoo


A bruxaria não é um sistema uniforme como o Hodoo. Ela ganha a roupagem cultural do país de origem do praticante além de não precisar contar com a fé do mesmo em espíritos (coisa quase essencial no hodoo). Outra coisa interessante, o Hodoo para "pegar" em uma pessoa, a pessoa deve ser merecedora daquilo. Por isso o Hodoo é chamado de magia cinza, você pode dar a intenção que desejar e aquilo não tem lei de retorno pois acima de tudo, é aplicada a lei do merecimento.

A bruxaria no entanto trabalha com lei de retorno, se você joga um feitiço contra uma pessoa inocente, em geral aquilo volta para você de alguma forma. A face clássica da bruxa feia é a lei de retorno aplicado as brujas que tentavam rogar pragas para pessoas que não mereciam. Por causa dessa lei, muitas brujas preferiam aderir aos venenos como forma de trabalhar para terceiros. Outra coisa, a lei do retorno nesse caso não é aplicada apenas a quem enviou o feitiço, mas também a quem o solicitou. Essa lei apenas não é válida se o solicitante tiver agido e má fé enganando o praticante quanto a real situação do caso, dessa forma a lei só é aplicada a quem pediu o feitiço.

Ritualística básica


Todo elemento das crenças populares é um ingrediente da bruxaria e o sistema não necessita de rituais complexos, instrumentos específicos nem locais apropriados. Essa "pobreza" ritualística que faz a bruxaria ser um sistema tão popular e ao mesmo tempo muito eficaz, pois sem a complexidade da magia cerimonial a chance de falhas é bem menor e além disso todos os "ingredientes" utilizados tem mais do que só a força da crença do bruxo, possui a crença de todo um povo...quase criando uma egrégora de ação em cada elemento usado.


Última edição por Lucrécia em Ter Out 30, 2012 5:41 am, editado 2 vez(es)

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bruxaria

Mensagem  E.V.A em Ter Set 18, 2012 2:59 pm

Um autor de livros sobre Witchcraft muito bom é o Andrew D. Chumbley, dono do Qutub, Grimoire of the Golden Toad e Azoetia - A Grimoire of the Sabbatic Craft (os únicos livros dele que eu conheço).
avatar
E.V.A
Novato
Novato

Porco Mensagens : 7
Data de inscrição : 02/09/2012
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  Richard Wizard em Ter Set 18, 2012 11:06 pm

Da hora! Bela divisão dos sistemas mágicos, Hodoo e Bruxaria. : D
avatar
Richard Wizard
Moderador

Mensagens : 127
Data de inscrição : 16/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

E.V.A.

Mensagem  deletado em Dom Out 28, 2012 12:48 am

Fico feliz que tenha alguém que conheça os livros de Chumbley.
Quando der mais tempo, escrevo algo sobre Bruxaria que se assemelhe mais á Chumbley do que a um sistema.

abs

deletado
Magus

Mensagens : 201
Data de inscrição : 25/10/2012
Localização : nao interessa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 12:05 am

Sabbat

Os 8 Sabbats, celebrados a cada ano pelos Bruxos se originam nos antigos rituais que celebravam a passagem do ano de acordo com as estações do ano, épocas de colheita e lactação de animais. Os Sabbats, também conhecidos como a "A Roda do Ano", têm sido celebrados sob formas diferentes por quase todas as culturas no mundo. São conhecidos sob vários nomes e aparecem com freqüência na mitologia.

Os quatro Sabbats principais (ou grandes) correspondem ao antigo ano gaélico e são chamados de Imbolc (Candlemas), Beltane, Lammas (Lughnassad) e Samhain. Os quatro menores são Ostara (Equinócio de Primavera), Litha (Solstício de Verão), Mabon (Equinócio do Outono) e Yule (Solstício de Inverno).

Ao contrário da imagem que muitas pessoas têm do Sabbat dos Bruxos, eles não constituem uma ocasião em que as Bruxas se reúnem para realizar orgias, lançar encantamentos ou preparar poções misteriosas. A magia raramente é realizada, se é que isso acontece, num Sabbat de Bruxos. O Sabbat, infelizmente tem sido confundido também com a "Missa Negra" Satânica ou "Sabbat Negro", sendo esse outro conceito errado que muitas pessoas têm e que é decorrente de séculos de propaganda antipagã da Igreja, do medo, da ignorância e da imaginação excessiva dos escritores desde a Idade Média. Uma Missa Negra não é um Sabbat de Bruxos.

Nada disso jamais acontece nos Sabbats dos Bruxos. Não há sacrifícios (humano ou animal), não há o que chamam de magia negra, não há rituais anticatólicos. Os Sabbats são apenas datas em que os pagãos celebram a vida e tudo que nela existe, celebram a Natureza, dançam, cantam, deleitam-se com alimentos pagãos e honram as deidades da Religião Antiga (principalmente a Deusa da Fertilidade e Seu Consorte, o Deus). Em certas tradições wiccanas, a Deusa é adorada nos Sabbats de Primavera e do Verão, enquanto o Deus é homenageado nos Sabbats do Outono e do Inverno (visível igualmente na representação dentro do Coven).

A celebração de cada Sabbat é uma experiência espiritual intensa e sublime que permite aos wiccanos permanecerem em equilíbrio harmonioso com as forças da Mãe Natureza.


   Samhain 1 de Maio
   Yule 21 a 23 de Junho (Solstício)
   Imbolc 30 de Julho
   Ostara 21 a 23 de Setembro (Equinócio)
   Beltane 31 de Outubro
   Litha 21 a 23 de Dezembro (Solstício)
   Lammas 2 de Fevereiro
   Mabon 21 a 23 de Março (Equinócio)



Última edição por J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:23 pm, editado 1 vez(es)
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:19 pm

Esbaths

De um modo geral, qualquer ritual Wiccano mantido em qualquer outra altura que não num Sabat é um Esbat's (ou Esbbat na terminologia anglofónica). Os rituais de lua cheia são Esbat's, mas não são os únicos momentos em que rituais são denominados dessa forma . Algumas Tradições também mantêm círculos nas luas novas, sendo também Esbat's.

Há muitas razões para a observância de Esbat's.

Pode ter uma necessidade mágica urgente (como a doença de um amigo) que exija que um círculo tome lugar e o poder seja aumentado no seu interior.

E, tal como muitos wiccanos, pode simplesmente desejar reviver a atmosfera serena e inexplicável do círculo, o que também está certo.

Muitos Esbats não são planejados com antecedência. Mesmo assim, todos seguem virtualmente o mesmo formato ritual básico, com uma excepção: as observações rituais não são mantidas e a magia pode ou não ser feita. Tirando isto, é em tudo idêntico.

Como sabe, a maior parte dos rituais de lua cheia observados hoje em dia na Wicca são mantidos, como é natural, na lua cheia. Se isto não for possível, dois dias antes ou dois dias depois da fase em si é considerado ser suficientemente perto da mesma.

5. LUA MINGUANTE – A Morte

4. LUA CHEIA – A Força

1. LUA NEGRA – A Transformação

2. LUA NOVA - A Criação

3. LUA CRESCENTE - O Amadurecimento

avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:36 pm

Tipos de Bruxaria

A confusão entre bruxaria e magia levou aos magos e aos leigos a classificarem equivocadamente os bruxos como brancos e negros, supondo que os que buscassem/praticassem o bem seriam bruxos brancos, e os que buscassem/praticassem o mal seriam bruxos negros. Os bruxos, na verdade, não se pautam pelo modelo de bem e mal, considerando toda e qualquer magia como cinza (mistura da luz com a escuridão). A grande divisão que se pode fazer em grandes grupos na bruxaria é entre a tradicional e a moderna.

 Arrow Bruxaria Moderna

Bruxaria moderna é considerada pela maioria das tradições bruxas como a que surgiu com Gerald B. Gardner, sendo sinônimo de wicca, muito embora Raven Grimassi, referência mais conhecida da stregheria (bruxaria italiana), considere Charles Leland o pai da bruxaria moderna. Ainda que iniciado por bruxas tradicionais, Gardner reuniu aos conhecimentos que elas lhe teriam passado práticas ritualísticas e simbologia da Alta Magia, bem como o princípio ético formulado por Crowley ligeiramente modificado (faça o que quiser desde que a ninguém prejudique), criando assim as bases de uma nova crença.

 Arrow Bruxaria Tradicional

Bruxaria Tradicional é aquela anterior à wicca e/ou o reconstrucionismo religioso de práticas pagãs ligadas a uma tradição específica. Bruxaria Tradicional é um termo cunhado por Roy Bowers (Robert Cochrane) para diferenciar as práticas de Bruxaria pré-Gardnerianas da Wicca criada por Gardner. Ao contrário do que se possa supor, os grupos de bruxaria tradicional não reconstrucionistas, vieram ao longo do tempo absorvendo conhecimentos e conceitos de diversas expressões de religiosidade e, como não se submeteram à separação entre ciência e religião, também vieram modificando sua compreensão cosmológica e suas práticas com o avanço científico.

 Arrow Tradições Bruxas

Tradições bruxas são conjuntos de crenças e práticas bruxas específicas independentes, estabelecidas a partir da influência de culturas locais ou pela criação de novas linhas iniciáticas, geralmente a partir de um iniciado do mais alto grau em outra tradição. Como a bruxaria não é uma religião fundada em estrutura dogmática rígida, com o uso de tecnologias de informação modernas os grupos de bruxos (covens ou coventículos) puderam se expandir para além de fronteiras geográficas locais, o que levou a uma considerável multiplicação de tradições bruxas entre fins do século XX e início do século XXI.

 Arrow Bruxaria Ancestral


Tradição bruxa que venera deuses anteriores ao período histórico, tendo entre suas crenças principais a de que o ser humano não é superior aos demais animais e que tudo no universo segue o mesmo fluxo, por eles chamado de "Dança da Deusa". Seu fundador foi iniciado e membro do Conselho de Anciãos da Tradição Ibérica, entretanto as experiências místicas pelas quais passou desde o início o levaram a desenvolver ainda dentro da Tradição Ibérica uma veneração à parte, voltada a deidades mais antigas que as lusitanas, veneradas em seu coventículo de origem. Acumulando-se divergências ideológicas e filosóficas, o cisma que deu origem à nova tradição foi natural e inevitável, com a criação da Ordem Sagrada de Bennu, sediada no Brasil.

 Arrow Stregheria

Tradição bruxa natural da região onde hoje se encontra a Itália, tendo suas raízes nos cultos neolíticos à Grande Deusa naturais da região do Mediterrâneo e do Egeu e construída sobre mitos de diversos povos, dentre eles os micênicos e etruscos. A veneração da stregheria é centrada na Deusa Diana Nemorensis e, segundo sua tradição, a linhagem formal das stregha teve início com uma sacerdotisa da Deusa Diana chamada Arádia.5

 Arrow Tradição Alexandrina


Contemporâneo de Gerald Gardner, Alex Sanders fundou a Tradição Alexandrina, bastante semelhante à wicca, porém pertencente a outra linha iniciática e mais liberal quanto à exigência de nudez ritual.

 Arrow Tradição Diânica


Caracterizada pela supremacia do culto à Deusa, em relação ao culto ao Deus, a Tradição Diânica é considerada a linha feminista da bruxaria, sendo que alguns de seus grupos só admitem membros do sexo feminino.

 Arrow Tradição Ibérica


Tradição bruxa que cultua antigos deuses da Península Ibérica, em especial da Lusitânia. A origem de tal linhagem se perde no tempo. Apesar de os registros mais antigos de linha inciática da Tradição Ibérica datarem de fins do século XVIII, cogita-se que por motivos de perseguição religiosa não eram tomados registros antes do início do século XX, sendo provável que tal tradição tenha sido fundada pelas bruxas de aldeia da região onde hoje é Portugal com base em práticas e conhecimentos da cultura celtíbera, anteriores à conquista romana.

 Arrow Wicca Tradicional ou Tradição Gardneriana


Mãe de diversas tradições bruxas modernas, a Wicca tradicional foi fundada por Gerald Gardner em meados do século XX, a partir do sincretismo entre a bruxaria tradicional inglêsa e a alta magia ensinada na Golden Dawn. Diversos iniciados por Gardner deram origem a outras tradições, ainda assim consideradas wiccanas, motivo pelo qual passou a se chamar a bruxaria ensinada por Gardner de wicca tradicional.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:44 pm

A palavra "bruxo" vem do grego "brouxos". "Brouxos" é a palavra grega para "larva de borboleta" e, como a larva passa por uma transformação, quando se usa a palavra "bruxo" para aquele que pratica "Bruxaria", se está falando da transformação. Bruxaria = Transformação.

Essa é a origem para a palavra PORTUGUESA.

A origem INGLESA é outra.

Em inglês, "Bruxaria" é "Witchcraft".

"Witch" significa "sabedoria" e "Craft" significa "arte".

Portanto, "Witchcraft" é "Arte da Sabedoria" ou "Arte dos Sábios".

(A propósito, alguns confundem isso: "Wicca" = "do sábio"; "Witch" = "sabedoria"; "WitchCraft" = "arte da sabedoria")
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:52 pm

 Arrow COMEMORANDO O YULE

O altar é decorado com plantas como pinho, ALECRIM , LOURO , zimbo e cedro, os quais podem ser utilizados para marcar o Círculo. Folhas secas também podem ser colocadas no altar. Encha o caldeirão - no altar e sobre uma superfície à prova de FOGO - com algum líquido inflamável(álcool), ou então coloque uma VELA vermelha dentro do caldeirão.

Em RITUAIS externos, prepare uma fogueira sob o caldeirão, a ser acesa durante o RITUAL . Prepare o Altar, acenda as VELAS e o INCENSO , crie o círculo, invoque a Deusa e o Deus. de pé diante do caldeirão, contemple seu interior. Diga estas palavras ou outras semelhantes.

"Não me aflijo, embora o mundo esteja envolto em sono.
Não me aflijo, embora os ventos gélidos soprem.
Não me aflijo, embora a neve caia dura e profunda.
Não me aflijo, logo isto também será passado."

Acenda o caldeirão(ou a vela), usando fósforos longos ou uma vela, Enquanto as chamas crepitam, diga:

"Acendo este FOGO em sua honra, Deusa Mãe.
Você criou vida a partir da morte; o calor do frio;
O sol vive novamente; o tempo de luz está crescendo.
Bem - vindo, Deus Solar que sempre retorna!
Salve, mãe de Tudo!"

Circule o altar e o caldeirão lentamente, no sentido horário, observando as chamas. Repita o seguinte por algum tempo: "A roda gira, o poder queima!"

Medite sobre o Sol, sobre as energias ocultas que adormecem durante o inverno, não apenas na TERRA mas em nós mesmos. Pense no nascimento não como o início da vida, mas sim sua continuação. Dê boas vindas ao Deus.

Após algum tempo, pare e novamente de pé diante do altar e do caldeirão no fogo, diga:
"Grande Deus do Sol, Saúdo o Teu retorno.
Que brilhes sobre a Deusa;
Que brilhes sobre a Terra,
Espalhando as semente e fertilizando o solo.
A Ti todas as bênçãos, Ó renascido do Sol!"

Trabalhos de magia, se necessários, podem-se seguir! Celebre o banquete simples. O circulo está desfeito.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:56 pm

IMBOLC ou CANDLEMAS - Festa do Fogo ou Noite de Brigit

 Arrow COMEMORANDO O CANDLEMAS

Um símbolo da estação, como uma representação de um floco de neve, uma flor branca ou talvez um pouco de neve num recipiente de CRISTAL , pode ser depositado no altar. Uma VELA laranja, ungida com ÓLEO de almíscar, CANELA , olíbano ou ALECRIM , ainda por acender, também deve estar presente.

Pode-se derreter neve para que seja usada como ÁGUA na criação do círculo. Prepare o altar, acenda as VELAS e o INCENSO , crie o círculo, invoque a Deusa e o Deus. Diga as palavras a seguir:

"Este é o período da festa das tochas,
Quando todas as lanternas queimam e brilham
Para saudar o renascimento do Deus.
Eu celebro a Deusa, Eu celebro o Deus;
Toda a TERRA celebra Sob seu manto de sono."

Acenda a VELA laranja com a VELA vermelha do altar (ou no ponto sul do círculo).Caminhe lentamente ao redor do círculo no sentido horário, levando consigo a vela. Diga estas palavras ou semelhantes:

"Toda a TERRA está envolta pelo inverno.
O AR está frio e o gelo envolve a Terra.
Mas, Senhor do Sol,
O Chifrudo dos animais e locais silvestres,
Sem ser visto renascente
A partir da graciosa Deusa Mãe,
Senhora de toda fertilidade.
Salve, Grande Deus! Salve e bem - vindo!"

Pare diante do altar, erguendo a vela. Observe sua chama. Visualize sua vida florescendo em criatividade, com energias e forças renovadas. Se precisar olhar para o futuro ou passado, este é o momento ideal. Pode-se seguir praticar trabalhos de magia, se necessários. Celebre um banquete simples! O círculo está desfeito.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 2:58 pm

 Arrow COMEMORANDO O OSTARA

Deve-se colocar flores no altar, ao redor do círculo e enfiadas no chão. O caldeirão pode ser cheio com ÁGUA mineral e flores, e botões e brotos também podem adornar as vestes. uma pequena planta envasada deve ser colocada no altar. Prepare o altar, acenda as VELAS e o INCENSO , e abra o círculo, invoque a Deusa e o Deus. De pé diante do altar, observe a planta e diga:

"Ó Grande deusa, Liberta da prisão gelada do inverno.
Agora é a hora do verdejar, quando a fragrância das flores se espalha com a brisa.
Este é o início.
A vida se renova por sua magia, Deusa da Terra.
O deus se distende e se ergue, ansioso em sua juventude,
e pleno com sua promessa do verão."

Toque a planta. Concentre-se a sua energia e através dela com toda natureza. Viaje por suas folhas e ramos em sua visualização do centro de sua consciência para fora de seu braço e dedos e penetrando dentro da própria planta. Explore sua natureza interior; sinta os milagroso processos da vida ativos em seu interior. Após algum tempo, ainda tocando a planta, diga:

"Caminho pela TERRA em amizade, não como dominador.
Deusa Mãe e Deus Pai, depositem em mim Através desta planta um AMOR por todas as coisas vivas;
Ensinem-me a reverenciar a TERRA e todos os seus tesouros.
Que eu jamais me esqueça."

Medite acerca das mudanças de estações. Sinta o crescer das energias na TERRA a seu redor. Trabalhos de magia, se necessários, podem seguir. Celebre um banquete simples. O círculo está desfeito.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:01 pm

 Arrow COMEMORANDO O BELTANE

Se possível celebre o Beltane num bosque ou próximo a uma árvore viva. Caso não seja possível, traga uma pequena árvore para o círculo, de preferência envasada; pode ser qualquer tipo. Crie uma pequena oferenda ou AMULETO para Honrar o casamento da Deusa e do Deus para pendurar na árvore. Pode fazer vários deles se quiser. Tais oferendas podem ser saquinhos cheios com flores perfumadas, colares de contas, entalhes, guirlandas de flores - o que seu talento e sua imaginação permitirem.

Arrume o altar, acenda as VELAS e o INCENSO , abra o círculo, invoque a Deusa e o Deus. De pé diante do Altar, diga, com as mãos erguidas:

"Ó Deusa Mãe, rainha da noite e da Terra;
Ó Deus Pai, Rei do dia e das florestas,
Eu celebro sua união enquanto a natureza se alegra num ruidoso BANHO de cor e vida.
Aceitem meu presente, Deusa mãe e Deus pai
Em honra à sua união."

Coloque as oferendas na árvore.

"De sua união surgirá a vida renovada;
Uma profusão de criaturas vivas cobrirá a TERRA ,
e os ventos soprarão puros e doces.
Ó antigos, eu celebro com Vocês!!"

Pratique magia a seguir, se necessário. Celebre um Banquete simples. O círculo está desfeito.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:02 pm

 Arrow COMEMORANDO O MIDSUMMER ou LITHA

É hora de pedirmos coragem, energia e saúde. Mas não devemos nos esquecer que, embora o Deus esteja em sua plenitude, é nessa hora que ele começa a declinar. Logo Ele dará o último beijo em sua amada, a Deusa, e partirá no Barco da Morte, em busca da TERRA do Verão.

Da mesma forma, devemos ser humildes para não ficarmos cegos com o brilho do SUCESSO e do Poder. Tudo no Universo é cíclico, devemos não só nos ligarmos à plenitude, mas também aceitar o declínio e a Morte.

"Nesse dia, costuma-se fazer um círculo de PEDRAS ou de VELAS vermelhas. Queimam-se flores vermelhas ou ERVAS solares (como a Camomila) juntamente com os pedidos no Caldeirão."
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:05 pm

LAMMAS ou LUGHNASADH - Festa da Colheita

 Arrow COMEMORANDO O LUGHNASADH

Coloque sobre o altar feixes de trigo, cevada ou aveia, frutas e pães, talvez um pão no formato do Sol ou de um homem para representar o Deus. Bonequinhas de milho, simbolizando a Deusa, também podem estar presentes. Arrume o altar, acenda as VELAS e o INCENSO , abra o círculo. Invoque a Deusa e o Deus. De pé diante do altar, erguendo os feixes de grãos diga estas palavras ou palavras semelhantes.

"Agora é o período da Primeira Colheita,
Quando a fartura da natureza se dá para nós,
Para que possamos sobreviver.
Ó Deus dos campos maduros, Senhor dos Grãos,
Conceda-me a compreensão deste sacrifício
Enquanto se prepara para se entregar à foice da Deusa
E partir para a TERRA do eterno verão.
Ó Grande Deusa da lua Nova,
Ensine-me os segredos do renascimento
Enquanto o Sol perde sua força e as noites se tornam frias."

Esfregue as pontas do trigo para que os grãos caiam sobre o altar. Erga um pedaço de fruta morda-o, saboreando seu gosto, e diga:

"Eu partilho da primeira colheita,
mesclando suas energias Com as minhas
para que possa continuar minha busca
pela sabedoria das estrelas E pela perfeição.
Ó Senhora da Lua e Senhor do Sol,
Graciosos perante os quais as estrelas interrompem sua trajetória,
Eu ofereço meus agradecimentos pela fertilidade continua da Terra.
Que o Grão pendente libere suas semente
para que sejam enterradas No seio da Mãe,
assegurando o renascimento no calor da primeira vindoura."

Consuma o restante da fruta. Trabalhos de magia se necessários, podem ser praticados. Celebre um Banquete Simples. O círculo é desfeito.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:06 pm


 Arrow COMEMORANDO O MABON

Decore o altar com cones, ramos de Carvalho, pinho e cipreste, espigas de milho, raminhos de trigo, e outras frutas e cones. Também coloque uma pequena cesta rústica com folhas secas de várias cores e formatos. Prepare o altar, acenda as VELAS e o INCENSO , e crie o círculo. Invoque a Deusa e o Deus. De pé diante do altar, erguendo a cesta com folhas, espalhe lentamente para que caiam no solo dentro do círculo. Diga palavras como as que se seguem:

"Folhas caem, O dia esfria,
A Deusa puxa seu manto sobre a TERRA a seu redor
Enquanto você, ó Grande Sol,
caminha em direção ao oeste
Para a TERRA do ENCANTAMENTO eterno,
Envolto no frescor da noite.
As frutas amadurecem, As semente caem,
As horas do dia e da Noite se equilibram.
Ventos frios sopram do norte num lamento.
Nesta aparente extinção do poder da natureza, Ó Deusa Abençoada,
Eu sei que a vida continua.
Pois não há vida sem morte.
Abençoado seja, ó Deus caído,
enquanto viaja para as terras do inverno
e para os braços amorosos da Deusa."

Depois a cesta e diga:

"Ó Graciosa Deusa da fertilidade,
semeei e colhi os frutos de meus atos, bons e ruins.
Conceda-me a coragem para plantar sementes de prazer no ano vindouro,
afastando a miséria e o ódio.
Ensina-me os segredo de uma existência sábia neste planeta,
Luminosos ser da noite."

Faça trabalhos de magia se necessários. Celebre um banquete Simples. O circulo está desfeito.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:08 pm

 Arrow COMEMORANDO O SAMHAIN

Deposite sobre o altar maçãs, romãs, abóboras e outros frutos do fim do outono. Flores outonais como Madressilva e crisântemos também são indicados. Escreva num pedaço de papel um aspecto de sua vida do qual deseja livrar-se, um sentimento negativo ou um hábito ruim, doenças. O caldeirão deve estar presente no altar. Um pequeno prato com o símbolo da roda de oito aros também deve estar presente.

Antes do RITUAL sente-se em silêncio e pense nos amigos e nas pessoas amadas que não mais estão entre nós. Não se desespere. Saiba que partiram para coisas melhores. Tenha firme em mente que o plano físico não é a realidade absoluta, e que a alma jamais morre. Prepare o altar, acenda as VELAS e o INCENSO , crie o círculo. Invoque a Deusa e o Deus. Erga uma das romãs e com sua recém lavada faca de cabo branco, perfure a casca da fruta. Remova diversas sementes e coloque-as no prato com o desenho da roda.erga seu bastão, volte-se para o altar e diga;

"Nesta noite de Samhain assinalo sua passagem, Ó rei Sol através do poente ruma à TERRA da Juventude.
Assinalo também a passagem de todos os que já partiram, E dos que irão posteriormente.
Ó Graciosa Deusa, Eterna Mãe, que dá à Luz os caído, Ensina-me a saber que nos momentos de maior escuridão Surge a mais intensa luz."

Prove as sementes de romã; parta-as com seus dentes e saboreie seu gosto agridoce. Olhe para o símbolo de oito aros no prato; a roda do ano o ciclo das estações o fim e o início de toda a criação. Acenda um FOGO dentro do caldeirão, uma VELA serve. Sente-se diante dele, segurando o papel, observando suas chamas. Diga:

"Ó Sabia Lua, Deusa da noite estrelada, Criei este FOGO dentro de seu caldeirão para transformar o que me vem atormentando.
Que as energias se revertam: Das trevas, luz! Do mal, o bem! Da morte, o nascimento!"

Ateie FOGO ao papel com as chamas do caldeirão e jogue-o em seu interior. Enquanto queima, saiba que o mal diminui, reduzindo-se e finalmente o abandonando ao ser consumido pelos fogos universais. Se quiser pode utilizar métodos para adivinhar o futuro e ver o passado. Tente regressar a vidas passada se quiser. Mas deixe os mortos em paz. Honre-os com suas memórias mas não os chame até você. Libere quaisquer dores e sentimentos de perda que possa sentir nas chamas do caldeirão. Trabalhos de magia, se necessários podem-se seguir. Celebre o banquete Simples. O círculo está desfeito.

saudações!
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:31 pm

 Arrow LUA MINGUANTE - A MORTE

A lua minguante representa o período de envelhecimento e morte
de todos os seres e coisas, é natural as mulheres menstruarem na lua minguante,
pois seu óvulo não fecundado morre e é descartado nesse período.
Na Lua Negra transformamos, na Nova criamos,
na crescente colocamos em prática nossos objetivos,
na cheia eles se fortalecem
e na minguante eles são ‘arquivados’, morrem
para que possamos na lua negra iniciar todo o ciclo de analise,
criação, expansão, fortalecimento e término novamente.
Nesse momento a Deusa percorre os portais até o submundo,
ela é a Senhora, a Anciã que em breve será Rainha das transformações.
Esse é um período de grande transição
e nervosismo, conflitos, dúvidas são características
muitos presentes durante a lua minguante.
Assim como a Deusa percorre os portais entre os mundos,
nós estamos no fim de um ciclo, finalizando por completo projetos
e tendo a necessidade de começar a buscar por novos.
É também um período de descanso,
já que na Lua Cheia muito da energia foi desprendida.


LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de LIMPEZA e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração clique em Ritual de Purificação.
A Decoração do Esbbath de lua minguante é muito individual, sua cor, normalmente é o marrom, vinho ou o negro, cores ligadas aos términos, a morte, ao envelhecimento.
Se quiser você pode utilizar outras cores, desde que não sejam cores muito chamativas.Você deve espalhar por todo o local; símbolos, imagens ou objetos para onde você irá enviar as energias de término.
A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para o objetivo da celebração.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração. Respire fundo, sinta os cheiros, ouça os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar.
Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente.
Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.

ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado (Mágico), apenas as invocações dos DEUSES é que mudam.
Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Minguante possui princípios muito similares aos da Lua Negra, sendo assim os DEUSES negros e os Deuses relacionados a términos são celebrados nesse momento.
Alguns exemplos são: Ísis, Perséfone, Osíris, Hades e vários outros que vocês podem encontrar na sessão Deuses.
Na simbologia do Esbbath, a Deusa é a Anciã, já amadurecida e pronta para a morte.
Nesse momento o altar dos ancestrais deve receber maior atenção, caso alguém tenha falecido a pouco tempo é comum pedir que essa pessoa seja encaminhada pelos DEUSES para Sunmerland de modo que não fiquem vagando pelo astral ou aprisionados no submundo.
Aqueles que se encontram entre a vida e a morte também devem receber atenção, esse é um bom período para trabalhar curas, já que apenas com a morte é possível vida e vice-versa.
Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com uma divindade é que estamos aptos para chamá-la em um RITUAL, com isso depois de trabalhar com a face do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.

MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas ao término dos projetos, a resolução dos problemas. Nesse momento meditamos para esquecer todos os nossos objetivos alcançados para que tenhamos a mente livre para novos projetos.
Essa meditação também deve possuir uma reflexão para o nosso poder interno, devemos verificar o que ocorreu desde o sabbath passado e organizar e equilibrar tudo, eliminando todas as energias indesejadas.
Podemos meditar sobre lendas ou histórias de conquistas, finalização de construções ou artes, de mortes e afins.
DANÇAS, CÂNTICOS E ORAÇÕES.
Na Lua minguante as danças devem objetivar o fim de ciclos, sejam eles energéticos, emocionais ou espirituais, utilize a força dos términos em sua dança e elimine tudo que desejar direcionando suas energias com movimentos do corpo.
A dança mais comum é chamada de dança dos sons naturais ou ritmos silenciosos, consiste em ficar de pé – quando sozinha(o) e em local adequado pode ficar nua(ú) – e em pleno silêncio. Comece a movimentar o corpo calmamente da forma que desejar, com o tempo aumente a força e rapidez dos movimentos até que esteja dançando em seu próprio ritmo livre, solto e de acordo com o seu corpo, crie seus movimentos.
Enquanto dança tente colocar para fora sons variados, use da sua criatividade, trabalhe o seu interior, acalme seu coração, organize suas energias, equilibre seu corpo.
É comum criar Cânticos para os DEUSES presentes nos esbbaths, use sua criatividade, use ritmo, rimas e sons variados todos ligados ao princípio básico do esbbath: Término, Conclusão, Morte, CURA, purificação.
Orações? Sim orações! Os Bruxos conversam com suas divindades, obviamente de uma forma diferente (não ajoelham ou se colocam inferiores), mas conversam, pedem e agradecem da mesma forma que todas as outras religiões. As orações podem ser espontâneas ou montadas com antecedência, podem ser ritmadas ou não, devem apenas estar relacionadas ao esbbath, conversem com os Deuses, peçam ajuda para enfrentar, compreender e controlar as energias e pensamentos que os circundam. Encarem todas as imagens e sensações que os DEUSES vão lhe mandar para auxilia-los nesse momento. Apenas não esqueçam o Adágio:
“Cuidado com o que pede aos Deuses, pois eles podem realizar”.
Se você não está pronto para enfrentar determinada situação, não peça, não busque, não tente amplia-la. Se você pedir aos DEUSES auxilio em algo que você ainda não está pronto para ter, eles podem te dar exatamente para você ‘sofrer’ naquilo e aprender a não pedir coisas com as quais não está pronto para conviver.

TRABALHOS MÁGICKOS

As(os) Bruxas(os) fazem feitiços, encantamentos e RITUAIS de magia variados, com diferentes finalidades. Cada Lua possui uma influência diferente nas energias que são usadas nesses ritos, a Lua minguante representa o momento mais propício para trabalhos de CURA e purificação, pois é nesse período que as forças cósmicas estão eliminando o velho, reciclando a natureza, é a morte para um futuro renascimento.
É o momento em que tudo já foi produzido, enraizado, organizado, expandido, fortalecido e concluído.
Família, relacionamentos, emprego, tudo deve ser purificado, finalizado.

DESTRAÇAMENTO DO CÍRCULO E AGRADECIMENTOS

Acessem “O Círculo Sagrado”(Mágico) e vejam como fechá-lo corretamente.
Há um antigo adágio na Tradição que diz:
“Se você não é capaz de agradecer por tudo que ganha ou conquista, pare de pedir e buscar, pois não é merecedor de nada”.
Todo bruxo(a) sabe que só ganha aquilo que merece, sabe também que para merecer, ele precisa ser grato por tudo, grato a ele mesmo por ter vencido suas dificuldades e grato aos DEUSES por esses permitirem o prazer da vida, dando-lhe condições de viver livremente usufruindo daquilo que deseja.
Então use sua criatividade, seja sincero e agradeça a presença de todos os participantes do seu esbbath: ELEMENTAIS, ancestrais, amigos (caso celebre em grupo ou coven), agradeça a você mesmo e aos Deuses.

BANQUETE.

Não precisa ser exatamente um banquete variado, apenas uma refeição simples para celebrar o momento, no esbbath de lua Minguante recomenda-se o uso de alimentos leves e nutritivos, principalmente para aqueles que exercem trabalhos de purificação e cura, ou que passaram pela morte de alguém próximo.
Lembrando sempre de verificar se você possui algum tipo de alergia a qualquer ingrediente, e sempre usem ingredientes naturais, nunca comam ou bebam nada que não conhecem ou saibam a procedência.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:33 pm

 Arrow LUA CHEIA - A FORÇA


A lua Cheia representa o momento mais importante dentro dos esbbaths,
a força e maturidade total de nossas capacidades mágickas.
Na Lua Negra transformamos, na Nova criamos,
na crescente colocamos em prática nossos objetivos
e na cheia eles são fortalecidos para decaírem na minguante.
Nesse momento a Deusa vira a grande Senhora,
Mãe de todos os seres.
É um período de grande magnetismo
em que todas as energias aumentam suas vibrações,
as percepções sensoriais se tornam mais latentes,
é um momento especial para qualquer pagão.

LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de LIMPEZA e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração clique em Ritual de Purificação.
A Decoração do Esbbath de lua cheia é muito individual, sua cor, normalmente é o branco ou o negro, cores ligadas à força, poder e maturidade.
Se quiser você pode utilizar outras cores.Você deve espalhar por todo o local; símbolos, imagens ou objetos para onde você deseja enviar toda essa grande força que é gerada na lua Cheia.
A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para o objetivo da celebração.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração.
Respire fundo, sinta os cheiros, ouça os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar.
Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente.
Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.

ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado (Mágico), apenas as invocações dos DEUSES é que mudam.
Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Cheia corresponde aos DEUSES e Deusas Triplas, entretanto qualquer Divindade pode ser celebrada nesse momento. Alguns exemplos de DEUSES e Deusas Triplas são:
Cerridwen, Innana, Athena, Ísis, Freya, Dionísio, Osíris, Cernunos, Lugh e vários outros.
Na simbologia do Esbbath, nesse momento a Deusa é Mãe, já amadurecida e começando a envelhecer. As Mães, humanas ou não, são abençoados pela Deusa. Sendo assim, é normal reverenciar a família colocando fotos dos nossos pais e avós pelo altar, no caso daqueles que já partiram as fotos devem ir para o altar dos ancestrais.
Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com uma divindade é que estamos aptos para chamá-la em um RITUAL, com isso depois de trabalhar com a face do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.

MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas ao fortalecimento dos projetos, a resolução dos problemas. Nesse momento meditamos que todos os nossos objetivos já foram concluídos e estão em seu ápice, em seu momento mais perfeito e especial.
Essa meditação também deve possuir uma reflexão para o nosso poder interno, devemos verificar o que ocorreu desde o sabbath passado e organizar e equilibrar tudo, ampliando essas forças com o poder da lua cheia.
Podemos meditar sobre lendas ou histórias de famílias, de poder, de grandes acontecimentos.

DANÇAS, CÂNTICOS E ORAÇÕES.

Na lua cheia qualquer dança é bem vinda, devemos buscar a força da lua, dançar ao AR livre sob a luz do luar é a melhor maneira de equilibrar e fortalecer nosso corpo neste maravilhoso momento.
A dança mais comum é chamada de dança dos sons naturais ou ritmos silenciosos, consiste em ficar de pé – quando sozinha(o) e em local adequado pode ficar nua(ú) – e em pleno silêncio. Comece a movimentar o corpo calmamente da forma que desejar, com o tempo aumente a força e rapidez dos movimentos até que esteja dançando em seu próprio ritmo livre, solto e de acordo com o seu corpo, crie seus movimentos.
Enquanto dança tente colocar para fora sons variados, use da sua criatividade, trabalhe o seu interior, acalme seu coração, organize suas energias, equilibre seu corpo.
É comum criar Cânticos para os DEUSES presentes nos esbbaths, use sua criatividade, use ritmo, rimas e sons variados todos ligados ao princípio básico do esbbath:
Força, Poder, Maturidade.
Orações? Sim orações!
Os Bruxos conversam com suas divindades, obviamente de uma forma diferente (não ajoelham ou se colocam inferiores), mas conversam, pedem e agradecem da mesma forma que todas as outras religiões. As orações podem ser espontâneas ou montadas com antecedência, podem ser ritmadas ou não, devem apenas estar relacionadas ao esbbath, conversem com os Deuses, peçam ajuda para enfrentar, compreender e controlar as energias e pensamentos que os circundam. Encarem todas as imagens e sensações que os DEUSES vão lhe mandar para auxiliá-los nesse momento.
Apenas não esqueçam o Adágio:
“Cuidado com o que pede aos Deuses, pois eles podem realizar”.
Se você não está pronto para enfrentar determinada situação, não peça, não busque, não tente amplia-la. Se você pedir aos DEUSES auxilio em algo que você ainda não está pronto para ter, eles podem te dar exatamente para você ‘sofrer’ naquilo e aprender a não pedir coisas com as quais não está pronto para conviver.

TRABALHOS MÁGICKOS

As(os) Bruxas(os) fazem feitiços, encantamentos e RITUAIS de magia variados, com diferentes finalidades. Cada Lua possui uma influência diferente nas energias que são usadas nesses ritos, a Lua Cheia representa o momento mais propício para trabalhos de Magia, pois é nesse período que as forças cósmicas encontram-se unidas e fortalecidas, é o momento em que tudo já foi produzido, enraizado, organizado, expandido, é a Lua da força. Projetos, emprego, tudo deve receber uma carga de força ‘positiva’.
Todo tipo de feitiço, ou ritualística que necessite de grande poder energético são favorecidos pela lua Cheia.

DESTRAÇAMENTO DO CÍRCULO E AGRADECIMENTOS

Acessem O Círculo Sagrado (Mágico)e vejam como fecha-lo corretamente.
Há um antigo adágio na Tradição que diz:
“Se você não é capaz de agradecer por tudo que ganha ou conquista, pare de pedir e buscar, pois não é merecedor de nada”.
Todo bruxo(a) sabe que só ganha aquilo que merece, sabe também que para merecer, ele precisa ser grato por tudo, grato a ele mesmo por ter vencido suas dificuldades e grato aos DEUSES por esses permitirem o prazer da vida, dando-lhe condições de viver livremente usufruindo daquilo que deseja.
Então use sua criatividade, seja sincero e agradeça a presença de todos os participantes do seu esbbath: ELEMENTAIS , ancestrais, amigos (caso celebre em grupo ou coven), agradeça a você mesmo e aos Deuse.

BANQUETE.

Não precisa ser exatamente um banquete variado, apenas uma refeição simples para celebrar o momento, no esbbath de lua Cheia qualquer tipo de refeição saudável e gostosa é bem vinda, é comum na Lua cheia celebrar um banquete mais pomposo, com comidas mais preparadas como tortas salgadas e doces, suflês, lasanhas, strogonoff e afins.
Assim como os sucos tentem inovar misturando ingredientes, fazendo batidas e vitaminas, aproveitem esse momento.
Lembrando sempre de verificar se você possui algum tipo de alergia a qualquer ingrediente, e sempre usem ingredientes naturais, nunca comam ou bebam nada que não conhecem ou saibam a procedência.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:35 pm

 Arrow  LUA NEGRA - A TRANSFORMAÇÃO


A coisa mais importante sobre o Esbbath de Lua Negra é que apesar dele ser o primeiro do processo de amadurecimento – já que representa a transformação necessária aos primeiros passos – Ele também é o ultimo que um inexperiente deve celebrar, pois antes de enfrentar nossos medos, de encarar nossos desequilíbrios, nossos erros e transtornos psicológicos, precisamos conhecer cada um desses problemas profundamente, de forma séria e madura. Precisamos ver de onde eles vêm, o que os alimentam, porque eles se mantêm e porque aumentam.

A Lua Negra corresponde aos 3 últimos dias da Lua minguante.
Ela é chamada dessa forma porque nesse momento não somos capazes de enxergar a Lua, ela não reflete o Sol, ela está em seu estado natural, sendo a Sombra.
A noite torna-se escura e completamente sombria, negra.
É necessário saber que esse não é um período negativo ou impróprio para magias, pelo contrario, é um momento maravilhoso para os trabalhos mágickos, somente é necessário possuir experiência para faze-los.


LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de LIMPEZA e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração, veja em Ritual de Purificação.
A Decoração do Esbbath de lua negra é muito individual, sua cor, obviamente, é o preto podendo conter tons de roxo.
Você deve espalhar por todo o local símbolos, imagens ou objetos que lembrem tudo aquilo que você tem medo, receio ou que de alguma forma prejudica sua liberdade e paz interior.
A decoração deve auxiliar em suas reflexões sobre suas sombras.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração.
Respire fundo, sinta os cheiros, pare para ouvir os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar.
Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente.
Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.


ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em O Círculo Mágico, apenas as invocações dos DEUSES é que mudam.
Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Negra corresponde as Faces Negras dos Deuses, alguns exemplos dessas faces são:
Hécate, Hades, Morrigan, Cibele, Lilith e vários outros. Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com divindade é que estamos aptos para chamá-la em um RITUAL, com isso depois de trabalhar com a face negra do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.

MEDITAÇÕES:

As meditações são direcionadas a transformação dos medos, ao equilíbrio e controle de todas as nossas forças internas que de alguma forma nos prejudicam. Jamais devemos tentar eliminar nossos sentimentos ou esconder nossas vontades, pois isso só as alimenta ainda mais.
Precisamos aceitar que isso faz parte de nós. Devemos controlar e equilibrar tudo aquilo que existe dentro de nós, seja nossa parte Luz ou nossa parte Sombras.
Com o autoconhecimento somos capazes de compreender de onde nossos medos surgiram e porque certas atitudes e sentimentos são mantidos de forma desarmônica em nossa personalidade. Nas meditações dos esbbaths de lua Negra os Wiccanos trabalham suas sombras, enfrentam seus medos, receios, traumas e sofrimentos.
É um trabalho muito difícil e requer, além da seriedade já esperada, muito, mais muito esforço. Em tais meditações encaramos as faces Negras e elas nos auxiliam no nosso processo de controle das sombras, os deuses nos ajudam a morrer para renascermos mais fortes.

DANÇAS, CÂNTICOS E ORAÇÕES.

Como já ficou visível o esbbath é direcionado ao nosso interior, e alguns tipos de danças são muito importantes e utilizados pelas BRUXAS para favorecer o nosso RELAXAMENTO e amadurecimento.
A dança mais comum é chamada de dança dos sons naturais ou ritmos silenciosos, consiste em ficar de pé – quando sozinha(o) e em local adequado pode ficar nua(ú) – e em pleno silêncio. Comece a movimentar o corpo calmamente da forma que desejar, com o tempo aumente a força e rapidez dos movimentos até que esteja dançando em seu próprio ritmo livre, solto e de acordo com o seu corpo.
Enquanto dança tente colocar para fora todas as energias ruins que estão no seu corpo ou que são enviadas a você, e cante, cante qualquer som, faça sons variados, crie ritmos, trabalhe o seu interior, acalme seu coração, organize suas energias, equilibre seu corpo. É comum criar Cânticos para os DEUSES presentes nos esbbaths, use sua criatividade, use ritmo, rimas e sons variados todos ligados ao princípio básico do esbbath:
Transformação, a partir do controle de nossas sombras.
(Tais cânticos podem ser utilizados nos trabalhos mágickos).
Orações? Sim orações!
Os Bruxos conversam com suas divindades, obviamente de uma forma diferente, mas conversam, pedem e agradecem da mesma forma que todas as outras religiões.
As orações podem ser espontâneas ou montadas com antecedência, podem ser ritmadas ou não, devem apenas estar relacionadas ao esbbath, conversem com os Deuses, peçam ajuda para enfrentar, compreender e controlar suas sombras.
Encarem todas as imagens e sensações que os DEUSES vão lhe mandar para auxilia-los nesse momento. Tenham fé! Apenas não esqueçam o Adágio de nossa religião:

“Cuidado com o que pede aos Deuses, pois eles podem realizar”

Se você não está pronto para enfrentar determinado transtorno ou trauma, deixe claro em sua conversa que não é a hora de mexer nisso, e que você precisa resolver primeiro outros medos mais simples para ganhar força e maturidade para enfrentar os problemas mais complexos.
Isso é necessário porque os DEUSES vão lhe enviar seus problemas com força, vai ser como se você estivesse vivenciando-os naquele momento, sentirá o medo com a maior intensidade possível, então esteja preparado.


TRABALHOS MÁGICKOS

As(os) Bruxas(os) fazem feitiços, encantamentos e RITUAIS de magia variados, com diferentes finalidades.
Cada Lua possui uma influência diferente nas energias que são usadas nesses ritos, a Lua Negra é responsável pela eliminação de problemas, pois representa a energia de términos, de renovação. Ela é “o fim de um processo para inicio de outro” é a energia da transformação, a própria transmutação energética que ocorre com a morte.
A lua negra é pura, é a verdadeira face da Lua, e por isso trabalhos relacionados a CURA também são feitos nesse período, pois a lua sem os raios solares faz uma purificação da TERRA, absorvendo todas as energias desbalanceadas.

É importantíssimo ressaltar que tal período é muito denso e trabalhos mágickos devem ser executados somente por pessoas experientes e com um bom controle energético, a razão é simples: Tal período é utilizado pelas Bruxas(os) para destruir ou repelir as más energias ou influências ruins (espíritos, ELEMENTAIS, larvas), quando repelidas ou não completamente destruídas, essas energias ficam vagando procurando outros locais para atuar, se você não possui alguma experiência mágicka pode acabar atraindo tais energias para você, então se deseja executar algum rito para eliminar coisas desagradáveis de sua vida e ainda é inexperiente “treine” na lua minguante até que tenha condições de trabalhar na lua negra.
(Na lua minguante dá certo também!).

DESTRAÇAMENTO DO CÍRCULO E AGRADECIMENTOS

Vejam TRAÇANDO O CIRCULO MÁGICO e verifiquem como fechá-lo corretamente.
Há um antigo adágio na Tradição que diz: “Se você não é capaz de agradecer por tudo que ganha ou conquista, pare de pedir e buscar, pois não é merecedor de nada”.
Todo bruxo(a) sabe que só ganha aquilo que merece, sabe também que para merecer, ele precisa ser grato por tudo, grato a ele mesmo por ter vencido suas dificuldades e grato aos DEUSES por esses permitirem o prazer da vida, dando-lhe condições de viver livremente usufruindo daquilo que deseja. Então use sua criatividade, seja sincero e agradeça a presença de todos os participantes do seu esbbath:
ELEMENTAIS , ancestrais, amigos (caso celebre em grupo ou coven), agradeça a você mesmo e acima de tudo aos Deuses.

BANQUETE.

Não precisa ser exatamente um banquete variado, apenas uma refeição simples para celebrar o momento, no esbbath de lua Negra recomenda-se que a refeição seja composta por frutas e sucos, alimentos leves e nutritivos para repor o grande gasto de energia em razão do trabalho com as sombras.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:37 pm

 Arrow  LUA NOVA - A Criação


A Lua Nova é o período compreendido entre a lua nova e o auge da crescente.
São tempos de início, de mudança; tudo é transformado.
Tempo de semeadura e despertar.
A Lua emerge, saindo da escuridão, e nasce novamente.
Não é por acaso que o nome da Lua é Nova,
e em seguida Crescente.


Normalmente as pessoas encaram a Lua Nova como uma Lua parada, sem uma boa energia mágicka e isto é um erro, pois a lua continua andando, continua em movimento, gerando influência.
Precisamos é compreender o tipo de influência que essa lua gera tanto energeticamente como simbolicamente em nossas celebrações.
O nome Lua Nova vem da influência energética provocada por ela, e da própria análise na imagem dela no céu.
É a época em que as mulheres começam a liberar seus hormônios recém-criados nesse momento, e a Lua retorna ao céu messe período, como se ela tivesse morrido, passado por uma transformação e retornado, sendo criada novamente e colocada no céu.

LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de limpeza e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração (ver em Ritual de Purificação).
A Decoração do Esbbath de lua nova é muito individual, sua cor, normalmente é o branco podendo usar tons claros, o verde, azul e amarelo claro normalmente são usados.

Você deve espalhar por todo o local símbolos, imagens ou objetos que lembrem tudo aquilo que você deseja iniciar, seus projetos, suas anotações, desenhos, fotos da casa nova, o currículo.
A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para esse projeto.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração.
Respire fundo, sinta os cheiros, pare para ouvir os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar.

Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente.
Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.

ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado (Mágico), apenas as invocações dos deuses é que mudam.
Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Nova corresponde as Faces Jovens/virgens dos Deuses, alguns exemplos dessas faces são:
Ártemis, Eros, Angus Mac Og, Blodeuwedd e vários outros.
Na simbologia do Esbbath, nesse momento a Deusa nasceu, ela é a jovem donzela.
As crianças, e demais animais jovens são abençoados pela Deusa.
Sendo assim, é normal enviar bênçãos aos mais novos do grupo, ou aos parentes recém-chegados, assim como também abençoar os novos animais e plantas que nos circulam.
Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com divindade é que estamos aptos para chamá-la em um ritual, com isso depois de trabalhar com a face jovem do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.

MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas a criação de novos projetos, a organização de novas idéias, a estruturação de todos os nossos novos objetivos.
Imagine que você conquistou um novo emprego, nesse momento de lua nova você deve meditar sobre quais são as atitudes e posturas que deve tomar no novo emprego, organizar seus horários, meditar sobre a melhor forma de aproveitar esse emprego e quais são os objetivos que você tem para melhorar no emprego.
Essa meditação também deve possuir uma reflexão para nossas mudanças internas, tudo de novo que está ocorrendo em nosso ser, conseguimos eliminar nossas sombras no Esbbath passado?
Então como estamos nos sentindo com isso?
Precisamos ver como essa mudança está agindo no nosso comportamento e na forma de encarar as coisas, para que possamos trabalhar isso.
Podemos meditar sobre lendas ou a história de criações, seja do nascimento de Deuses, a criação de cidades (a nossa, por exemplo), o nosso próprio nascimento, e demais criações.
Como foi o nosso inicio? Quem estava presente no inicio de nossa vida e não se encontra mais? Que mudanças a saída dessas pessoas representou? Como nós iniciamos nossos projetos, nosso passado influencia?
Tudo que representa criação e novidade pode ser analisado.


DANÇAS, CÂNTICOS E ORAÇÕES.

Como já ficou visível o esbbath é direcionado as novidades, e alguns tipos de danças são muito bons para relaxar e inspirar novos projetos.
A dança mais comum é chamada de dança dos sons naturais ou ritmos silenciosos, consiste em ficar de pé – quando sozinha(o) e em local adequado pode ficar nua(ú) – e em pleno silêncio. Comece a movimentar o corpo calmamente da forma que desejar, com o tempo aumente a força e rapidez dos movimentos até que esteja dançando em seu próprio ritmo livre, solto e de acordo com o seu corpo, crie seus movimentos.
Enquanto dança tente colocar para fora sons variados, use da sua criatividade, trabalhe o seu interior, acalme seu coração, organize suas energias, equilibre seu corpo.
É comum criar Cânticos para os deuses presentes nos esbbaths, use sua criatividade, use ritmo, rimas e sons variados todos ligados ao princípio básico do esbbath:
Criação, a partir daquilo que já possuímos e transformamos no esbbath passado e criação em cima de tudo aquilo que recebemos nesse período.
Orações? Sim orações!

Os Bruxos conversam com suas divindades, obviamente de uma forma diferente (não ajoelham ou se colocam inferiores), mas conversam, pedem e agradecem da mesma forma que todas as outras religiões.
As orações podem ser espontâneas ou montadas com antecedência, podem ser ritmadas ou não, devem apenas estar relacionadas ao esbbath, conversem com os Deuses, peçam ajuda para enfrentar, compreender e controlar essas novas situações. Encarem todas as imagens e sensações que os deuses vão lhe mandar para auxilia-los nesse momento.
Tenham fé! Apenas não esqueçam o Adágio de nossa religião:
“Cuidado com o que pede aos Deuses, pois eles podem realizar” Se você não está pronto para enfrentar determinada situação, não peça, não busque, não crie.

Se você pedir aos DEUSES auxilio em algo que você ainda não está pronto para ter, eles podem te dar exatamente para você ‘sofrer’ naquilo e aprender a não pedir coisas com as quais não está pronto para enfrentar.


TRABALHOS MÁGICKOS

As(os) Bruxas(os) fazem feitiços, encantamentos e RITUAIS de magia variados, com diferentes finalidades. Cada Lua possui uma influência diferente nas energias que são usadas nesses ritos, a Lua Nova representa o momento após a transformação, é o momento em que tudo está pronto, limpo, organizado, sendo assim, é a Lua da Criação. Novos projetos, novo emprego, nova casa, todo inicio ganha um AR ‘positivo’. É um ótimo momento para os artistas que desejam criar novas formas, criar e organizar projetos novos são o lema da Lua Nova.
Todo tipo de feitiço, ou ritualística que favoreça a expansão e o crescimento de coisas novas.


DESTRAÇAMENTO DO CÍRCULO E AGRADECIMENTOS

Acessem O Círculo Sagrado (Mágico)e vejam como fechá-lo corretamente.
Há um antigo adágio na Tradição que diz:
“Se você não é capaz de agradecer por tudo que ganha ou conquista, pare de pedir e buscar, pois não é merecedor de nada”.
Todo bruxo(a) sabe que só ganha aquilo que merece, sabe também que para merecer, ele precisa ser grato por tudo, grato a ele mesmo por ter vencido suas dificuldades e grato aos DEUSES por esses permitirem o prazer da vida, dando-lhe condições de viver livremente usufruindo daquilo que deseja.
Então use sua criatividade, seja sincero e agradeça a presença de todos os participantes do seu esbbath: ELEMENTAIS , ancestrais, amigos (caso celebre em grupo ou coven), agradeça a você mesmo e acima de tudo aos Deuses.

BANQUETE.

Não precisa ser exatamente um banquete variado, apenas uma refeição simples para celebrar o momento, no esbbath de lua nova recomenda-se que a refeição seja composta por comidas exóticas, diferentes, criações próprias, misturas.
Assim como nos sucos e chás, misture, faça novos sabores.
Lembrando sempre de verificar se você possui algum tipo de alergia a qualquer ingrediente, e sempre usem ingredientes naturais, nunca misturem nada que não conhecem.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  J13K$#N em Seg Jun 16, 2014 3:39 pm

 Arrow A LUA CRESCENTE - O AMADURECIMENTO

A lua crescente representa um momento muito importante dentro dos esbbaths,
o amadurecimento das idéias, dos objetivos, e do próprio conhecimento.
Na Lua Negra transformamos,
na Nova criamos e na crescente colocamos em prática nossos objetivos.
Nesse momento a Deusa transita entre sua face jovem à sua face mãe e senhora,
ela realmente está crescendo e amadurecendo,
é um bom momento para despertar novas sensibilidades
e para verificar o andamento de toda a sua vida.

LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de LIMPEZA e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração clique em Ritual de Purificação.
A Decoração do Esbbath de lua crescente é muito individual, sua cor, normalmente é o verde ou o amarelo, cores ligadas a crescimento e abundância, porém você pode incluir outros tons da forma que desejar.

Você deve espalhar por todo o local símbolos, imagens ou objetos que lembrem tudo aquilo que você deseja por em prática e fazer prosperar e crescer, seus projetos, coisas do trabalho, desenhos dos objetivos, fotos da família e do parceiro(a).

A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para esse projeto.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração.

Respire fundo sinta os cheiros, pare para ouvir os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar. Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente.

Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.


ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado (MÁGICO), apenas as invocações dos DEUSES é que mudam.
Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Crescente corresponde as Faces ligadas a fartura e ao crescimento, alguns exemplos dessas faces são:

Pan, Hera, Danu, e vários outros que vocês podem encontrar na sessão Deuses.
Na simbologia do Esbbath, nesse momento a Deusa é donzela, já amadurecida e crescendo.

Os adolescentes, e demais animais em crescimento são abençoados pela Deusa.

Sendo assim, é normal enviar bênçãos aos JOVENS que acabaram de entrar na puberdade e estão se tornando homens e mulheres maduros, assim como abençoar os animais que já se tornaram férteis e estão concluindo seu crescimento, as plantas também não devem ser esquecidas e deve-se celebrar com bênçãos todas aquelas que vingaram e estão crescendo.
Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com divindade é que estamos aptos para chamá-la em um RITUAL, com isso depois de trabalhar com a face do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.


MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas ao crescimento de projetos, a abundância e seqüência de nossos objetivos. Imagine que você deseja ter um bom rendimento financeiro ou um crescimento no seu contato e união com a família, nesse momento de lua crescente você deve meditar sobre quais são as atitudes e posturas que deve tomar para que tudo possa crescer e prosperar, e deve por em prática tudo isso.
Essa meditação também deve possuir uma reflexão para nossas mudanças internas, devemos verificar o que foi criado no sabbath passado e colocar tudo para prosperar, devemos guiar o crescimento de nossos sentimentos e gerar uma harmonia, para que nada cresça além do devido.
Podemos meditar sobre lendas ou histórias de fertilidade, de crescimento, de abundância.

Seja as vitórias dos Deuses, o crescimento das cidades, a nosso próprio amadurecimento e etc. Como foi o nosso crescimento? Quem estava presente na nossa puberdade? Como lidamos com isso?

O que aprendemos e levamos até hoje no nosso amadurecimento como pessoas? Como nós fortalecemos nossos projetos, realizamos nossos sonhos de criança, ou criamos outros?

Tudo que representa crescimento e expansão pode ser analisado.



DANÇAS, CÂNTICOS E ORAÇÕES.

Como já ficou visível o esbbath ao crescimento, a abundância, e alguns tipos de danças são muito bons para relaxar e inspirar o crescimento dos projetos.
A dança mais comum é chamada de dança dos sons naturais ou ritmos silenciosos, consiste em ficar de pé – quando sozinha(o) e em local adequado pode ficar nua(ú) – e em pleno silêncio. Comece a movimentar o corpo calmamente da forma que desejar, com o tempo aumente a força e rapidez dos movimentos até que esteja dançando em seu próprio ritmo livre, solto e de acordo com o seu corpo, crie seus movimentos.
Enquanto dança tente colocar para fora sons variados, use da sua criatividade, trabalhe o seu interior, acalme seu coração, organize suas energias, equilibre seu corpo.
É comum criar Cânticos para os DEUSES presentes nos esbbaths, use sua criatividade, use ritmo, rimas e sons variados todos ligados ao princípio básico do esbbath:

PROSPERIDADE , expansão, abundância, a partir daquilo que já possuímos e criamos no esbbath passado e em cima de tudo aquilo que recebemos nesse período.
Orações? Sim orações!

Os Bruxos conversam com suas divindades, obviamente de uma forma diferente (não ajoelham ou se colocam inferiores), mas conversam, pedem e agradecem da mesma forma que todas as outras religiões. As orações podem ser espontâneas ou montadas com antecedência, podem ser ritmadas ou não, devem apenas estar relacionadas ao esbbath, conversem com os Deuses, peçam ajuda para enfrentar, compreender e controlar esse crescimento que desejam.

Encarem todas as imagens e sensações que os DEUSES vão lhe mandar para auxilia-los nesse momento. Apenas não esqueçam o Adágio:
“Cuidado com o que pede aos Deuses, pois eles podem realizar” Se você não está pronto para enfrentar determinada situação, não peça, não busque, não tente amplia-la.

Se você pedir aos DEUSES auxilio em algo que você ainda não está pronto para ter, eles podem te dar exatamente para você ‘sofrer’ naquilo e aprender a não pedir coisas com as quais não está pronto para conviver.

TRABALHOS MÁGICKOS

As(os) Bruxas(os) fazem feitiços, encantamentos e RITUAIS de magia variados, com diferentes finalidades.

Cada Lua possui uma influência diferente nas energias que são usadas nesses ritos, a Lua Crescente representa o momento após a criação, é o momento em que tudo já foi produzido, enraizado, organizado, sendo assim, é a Lua da expansão.

Projetos, emprego, tudo deve seguir um AR ‘positivo’ e direcionado.
Todo tipo de feitiço, ou ritualística que favoreça a expansão e o crescimento são favorecidos pela lua Crescente.

DESTRAÇAMENTO DO CÍRCULO E AGRADECIMENTOS

Acessem O Círculo Sagrado (MÁGICO)e vejam como fechá-lo corretamente.
Há um antigo adágio que diz:
“Se você não é capaz de agradecer por tudo que ganha ou conquista, pare de pedir e buscar, pois não é merecedor de nada”.
Todo bruxo(a) sabe que só ganha aquilo que merece, sabe também que para merecer, ele precisa ser grato por tudo, grato a ele mesmo por ter vencido suas dificuldades e grato aos DEUSES por esses permitirem o prazer da vida, dando-lhe condições de viver livremente usufruindo daquilo que deseja.
Então use sua criatividade, seja sincero e agradeça a presença de todos os participantes do seu esbbath:

ELEMENTAIS, ancestrais, amigos (caso celebre em grupo ou coven), agradeça a você mesmo e aos Deuses.


BANQUETE.Não precisa ser exatamente um banquete variado, apenas uma refeição simples para celebrar o momento, no esbbath de lua crescente recomenda-se que a refeição seja composta por sementes, grãos e todo tipo de alimento que podemos encontrar com fartura. Assim como sucos e chás, busque frutas e ERVAS que aparecem em abundância como Mangas, maças, laranjas, CAMOMILA, ERVA doce.

Lembrando sempre de verificar se você possui algum tipo de alergia a qualquer ingrediente, e sempre usem ingredientes naturais, nunca comam ou bebam nada que não conhecem ou saibam a procedência.
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bruxaria

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum