Uma pequena Nota referente o porque do Ritual do Pentagrama ser tão Importante as pretenções do Ocultista

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uma pequena Nota referente o porque do Ritual do Pentagrama ser tão Importante as pretenções do Ocultista

Mensagem  Convidad em Seg Ago 20, 2012 8:13 am

Segundo David Bersson e sendo este a mesma font: (Este é o texto principal, inalterado por James Wasserman ou William Breeze, os quais o publicaram em uma edição do Magicka com todas as quatro partes. James Wasserman, em vários lugares, mudou a estrutura das frases para fazer com que ficassem mais "corretas" de acorfdo com a gramática americana. Ainda assim o fato dele adulterar os textos de Aleister Crowley nos mostra a incrível presunção criminal de um Probacionista fracassado! É favor notar, além disto, que Marcelo Motta me deu este documento há anos atrás, como um trabalho a ser dado aos Probacionistas. Deveria ser considerado um documento semi-secreto. Para minha surpresa e espanto, James Wasserman e William Brisa o imprimiram abertamente. Já que James Wasserman e William Breeze era ambos Probacionistas, presumi que isto era outra evidência de mais desobediência declarda contra instrução direta. Desde este ato terrível de traição, tenho dado aos meus Probacionistas novas notas, com novas meditações, na tentativa de preservar a tradição de dar aos Probacionistas algum tipo de trabalho semi-secreto que os assista nos primeiros passos de seu caminho. David Bersson).

¨Todo homem tem uma fortaleza natural dentro de si, a inconquistável Alma. Somente nas circunstâncias mais raras ela pode ser atacada com sucesso.¨

A Operação de Magia Negra, que era chamada de "pacto com o Diabo" é quase que o único modo pelo qual isto pode acontecer; embora se possa descartar de consideração imediata perguntas sobre a interpretação da loucura. Além desta cidadela central, o homem também possui a coberta externa, a Aura. Esta Aura é sensível, e deve aguentar mesmo no caso da pessoa ser um homem comum. No caso de um Adepto, ela é também radiente. Quando a saúde está mal, esta Aura fica debilitada. Ela aparece como algo murcho, de bordas rotas, enevoada, sem brilho.
Ela pode até chegar perto da destruição. É o dever de cada pessoa certificar-se de que a Aura está em boas condições.
Há dois métodos principais de se fazer isto.
O primeiro é fazer O Ritual de Banimento do Pentagrama três vezes por dia. (As Instruções exatas para isto estão no Liber 0.)
Seu ponto principal é estabelecer quatro Pentagramas no Astral, um em cada quadrante, e dois Hexagramas, um embaixo e um encima, fechando assim o Magista como se ele estivesse dentro de uma caixa consagrada.
Ela arde acima e abaixo do Mago, que, assim, está dentro de um cubo feito de quatro pentagramas e dois hexagramas, no total de 32 pontos, e 32 é o Heh-Vav-Heh-Yod-Heh-Aleph, a palavra sagrada da que expressa a Unidade do Altíssimo e do Humano.
Ela também coloca na sua Aura os Nomes Divinos que foram invocados.

O segundo método é assumir a Forma-Deus de Harpócrates, descrita no Liber 0.
O Magista se imagina na forma do Deus Harpócrates, o Senhor do Silêncio, de preferência na na sua postura em pé ou sentado no trono.
Através desta prática, a Aura se concentrada ao redor da Alma, recebendo, dessa forma, renovada pureza e força daquela fonte de toda a luz e poder.
Ela daí retorna ao seu tamanho normal fortalecida, até mesmo invulnerável. Persistência nestes práticas tornará impossível que qualquer agente hostil a penetre, e também radiará sua própria luz todos aqueles com quem entrar em contato, de forma que eles mesmos recebem virtude através dela.


II- Fique em pé na interseção dos caminhos de Samekh ou Peh. Você está de frente para Tiphareth (o Sol), de modo que Netzach (Vênus) está à sua direita, & à sua esquerda está Hod (Mercúrio), e atrás de você Yesod (Lua). O Diagrama está em Equinox, Vol. I, no. 3, figura 1. Dê um passo, com o calcanhar direito no local onde estava o pé esquerdo em direç!ao a Tiphareth & vibre o Nome Divido como manda o ritual. Daí vc leva a ponta de sua vara em direção a Netzach, e daí dê outro passo.
(Sempre voltando ao ponto de partida, de modo que voê permanece no centro.)
Vibre o Divine Name como antes.
Continue o processo de frente para Yesod, depois Hod, e vibrando; mas leve a ponta da vara até Tiphareth, para completar o círculo. Quando você vibrar o Nome Divino, os Anjos aparecem, como foi dito no ritual. (Faça seguro de que eles aparecem; se o ritual foi executado da maneira correta, eles aparecerão). Desta maneira, você está parado em um pilar protegido pela sua invocação microcósmica. A conseqüente resposta: sem qualquer esforço de sua parte, o Hexagrama, ou Estrela de Seis Pontas, aparece tanto acima quanto abaixo de você. (Note o equilíbrio, 5=6.) Deste modo, você está completamente fechado contra as partes exteriores qliphóticas do universo. Tenha bem em mente a realização desta coluna junto aos pentagramas e Hexagramas acima e abaixo de você. É essencial que haja uma prática contínua para praticar o ritual como deve ser praticado. Em especial, é importante fazer todas as partes bem feitas, vizualizando clara e nitidamente as formas dos Anjos, ou, melhor dizendo, os Arcanjos. Por exemplo, Rafael, que começa com ''R'', terá uma cabeça de glória solar, & o Peh que se segue mostra o resto dele com sendo Marcial.
O AL no fim do Nome, como acontece com a maioria dos seres Angelicais da Tradição hebraica, indica que eles empunham a Espada & a Balança.

III- Aqueles que consideram este ritual como um mero instrumento para invocar ou banir espíritos não merecem estar de posse do mesmo.
Entendido corretamente, ele é o Remédio dos Metais e a Pedra do Sábio.

Faça o Teste e me diga o que achou depois, quais resultados obteve.
Grata.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum