Movendo-se pelos 4 Mares

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Movendo-se pelos 4 Mares

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Sab Jul 14, 2012 12:30 pm



Este exercício é relativo ao tópico Kliphot/Qliphot no forum "Cabalah". É necessário ter lido e compreendido o mesmo (ou algm outro sobre o tema) antes de realizar uma tentativa coerente e bem sucedida com esta prática.

Este exercício é bem simples aparentemente,mas pode tornar-se complicado demais. Possui apenas como pré requisito a capacidade de visualização ser plenamente desenvolvida, projeção astral razoável (ao menos tentativas frequentes), defesa e ataque e interação com entidades.
Devemos visualizar de forma livre e não forçada, para que após a imersão nossas mentes possam vagar sem obstáculos, mostrando a nós os simbolos e imagens perdidos nos cantos mais obscuros da mente, representados pelos 4 mares negros do subconsciente.

-Escolha um local frio e sem luz alguma. Trace um circulo e realize um banimento, as forças que influirão aqui não podem ser externas ao ocultista.
Então, sente-se em posição de Asana. Controle a sua respiração, e esqueça a velocidade do dia a dia, permitindo que o ritmo de seus batimentos cardíacos, respiratório e pensamentos acalmem-se.
Fique imóvel, mas permitindo que seu espírito vague, como se fosse iniciar um exercício de projeção. Visualize-se movendo pelo quarto, como se não houvesse físico, a sua mente fosse o Universo. Caminhe em direção ao ponto mais escuro do quarto e pule para a direção dele.

-Nas Águas das Lágrimas: Imagine-se caindo da maior das alturas até chegar ao fundo. Permita aqui que sua mente vague naturalmente pelas lembranças de sua vida. Afaste ilusões e preste atenção apenas nas memórias sinceras e reais de sa existência. Acidamente reais.
Qualidades e defeitos são mostrados de forma fria e imparcial.

-Ao terminar, visualize-se ainda mais fundo, deixando para trás suas lembranças. Imagine, da forma que o convir, uma besta gigante com 7 cabeças e 10 coroas. Invoque-o, chame ele para dentro de si. Para "fora" de sua mente. Permita que a mensagem desse Monstro passe para a sua mente. Normalmente isso irá ocorrer em forma de metáforas ou simbolos que irão requerer um certo esforço e estudo até que sejam compreendidos por completo.
Ao invés da grande besta, após um certo domínio sobre esta prática, pode aqui ocorrer um contato com outra deidade interior, e após um gigantesco esforço, a sua própria consciência interna e primal pode manifestar-se (Dg).

-Quando achar que teve o suficiente, permita-se afundar ainda mais, como se houvessem pesos em seus pés. Você estará chegando as Águas da Criação. Neste local, o seu corpo move-se como em um líquido denso. Ao seu redor vagam sombras obscuras e serpenteantes. Os habitantes daqui não tem consciência, eles apenas São. Os filhos quebrados de Lilith, que podem ser vampirizados e absorvidos totalmente pelo ocultista, a fim de que sua energia emane como trevas da Carne do mesmo, canalizados a um determinado fim.

-Quando fartar-se, afunde ainda mais. A sensação de nadar irá cessar-se. Vc estará como que livre para caminhar normalmente. Estará no chamado "Mar Falso", o Plano Astral e moldavel. Uma projeção para um plano pessoal ou com o que se possui mais afinidade ocorrerá. Este é o local ideal para a prática de rituais, expressão de desejos, encontro com entidades, evocação das mesmas (coisas potencialmente perigosas) e vampirização/ataque a outras pessoas ou mesmo proteção de um local ou para si mesmo. Este plano encontra-se fora de sua mente, mas ligado a ela. É ela que interpreta as emanações deste plano.

Os outros mares são uma forma de "atalho" para o Astral. Aqui, poderão ser dados os pontapés iniciais de seus Desejos, antes que se concretizem no físico.
É necessário proteção, conhecer como se defender.

Nas viagens iniciais, evite ir muito longe ou tentar contato com energias muito poderosas. Algo errado pode gerar loucura ou estado de histeria, além de acordar as partes mais primais e indesejaveis de seu Ser. Provavelmente, como se chegou aqui a partir das Qliphots, o local onde se irá sair não será dos melhores. Seja cauteloso.

Para retornar, inverta o processo, mas sem demorar-se nos planos anteriores. Apenas volte como se estivesse flutuando ou sendo rapidamente puxado para cima até voltar ao quarto. Saia das sombras de onde entrou, retorne a posição de Asana e acorde. Realize um banimento e deixe o local.




_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movendo-se pelos 4 Mares

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Sab Jul 14, 2012 12:34 pm

Ps: Exercício retirado e adaptado do livro Liber IHVH, do autor Michael W. Ford, mas misturado com alguns conceitos e trechos de minhas próprias anotações Pessoais.

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum