Erínias (Fúrias)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Erínias (Fúrias)

Mensagem  Lucrécia em Qua Jun 20, 2012 5:48 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

As Erínias por muito tempo foram esquecidas e enterradas pelas lendas de heróis e Deuses da Grécia antiga. Assim como Caronte, são poucos os estudiosos que buscam a fundo sua história, nos deixando assim várias versões/interpretações errôneas ou equivocadas.

As Fúrias nasceram do sangue e da raiva de Urano, quando Cronos o castrou. Diferente das Oréades que nasceram apenas do sangue, essas criaturas absorveram todo o ódio da traição familiar. Viviam no mundo subterrâneo, do qual ascendiam para a terra e perseguiam o maus. Eram justas, mas sem piedade e jamais analisavam as circunstâncias que levaram a pessoa à cometer o erro. Puniam todas as ofensas contra a sociedade humana tal como o perjúrio, a infração dos rituais de hospitalidade e, acima de tudo, o assassinato de parentes de sangue. Estas deusas terrível eram horríveis para serem contempladas; tinham cobras se retorcendo no lugar dos cabelos e olhos injetados de sangue. Atormentavam os malfeitores perseguindo-os de lugar à lugar através da terra, enlouquecendo-os. São elas as forças primordiais cuja função essencial é guardar a recordação da afronta feita por um parente a outro, e de fazê-lo pagar, seja qual for o tempo necessário para isso.

Uma das lendas mais famosas sobre as Erínias consiste em sua perseguição sem descanso pelo príncipe tebano Orestes, pelo assassinato de sua mãe, a rainha Clitemnestra. Orestes havia sido guiado por Apolo para se vingar da morte de seu pai, o rei Agamenon, a quem Clitemnestra havia assassinado. Entretanto, as Erínias, indiferentes a seus motivos, perseguiam-no e o atormentavam. Orestes finalmente apelou à deusa Atena, que convenceu as deusas vingadoras a aceitar o apelo de Orestes de que ele era livre de culpa. Quando eram capazes de mostrar misericórdia, elas também se transformavam. Das Fúrias de aparência assustadora, transformavam-se nas Eumênides, protetoras dos suplicantes.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum