Leitura fria e outros assuntos sobre manipulação social.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leitura fria e outros assuntos sobre manipulação social.

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 5:37 pm

Leitura fria
Bem, nunca postei nada na comunidade mesmo , então estou começando a fazer alguns tópicos sobre conhecimentos variados.

Um assunto divertido para se discutir seria sobre a leitura fria, seria fazer um mapeamento de uma pessoa através de características comportamentais e psicológicas (Quem já viu o seriado O mentalista já conhece o assunto parcialmente). Uma rápida leitura de uma pessoa ou o ambiente dela poderia proporcionar várias vezes uma imensa vantagem em negociação, manipulação e outras funções, uma das funções mais usadas seria dar uma de vidente e até assustar caso se torne bom.

Comecemos com uma possível leitura do ambiente do indivíduo em questão, vários objetos podem ser passados como sem nexo ou sem o uso da lógica, mas guando se percebe alguns fatores mínimos se pode conectar tudo de uma forma interessante.
Coisas úteis para se analisar :
Se há bebidas alcoólicas, aparelho de som e coleção de cd´s , brinquedos ou móveis de criança, características especiais como piscina, adega.. , sinceiro , coleções ( guando visível mostra orgulho por ela) comida(calórica , saudável..), enfeites , espelhos, ferramentas, flores e plantas, objetos religiosos, livros , revistas, imagens, fotos, instrumentos musicais , remédios, itens da geladeira, objetos de arte ou esportivos, relógios , armas, televisão ( onde se localiza, o canal e em que canal estava sintonizado), tapetes, velas, video-games, computador e vitaminas. Certos pontos se parecem sem lógica, mas com a globalização dos dados se traduzem em uma grande informação.
Exemplo, se uma pessoa possuir diversos livros sobre todos os assuntos e até livros ocultistas, em grande maioria das pessoas irá estar associado a uma pessoa depressiva, a felicidade em sua maioria só atinge os tolos, como dizia um filosofo, mas com a presença de bebidas alcoólicas reforça a teoria depressiva, e caso esteja também com um narguilhé, iria mostrar ser alguém até certo ponto festeiro e sociável, mas ainda depressivo, então poderia fingir socialidade, caso possua cigarros mostra ser alkem com stress, dependendo até da marca pode-se deduzir. e com isso se pode levantar uma completa ficha psicológica.

A personalidade como sendo algo que possa ser registrado e até certo ponto até previsto através de padrões podem ser classificados, na antiguidade hipócrates classificou a personalidade em 4 tipos, e em tempos mais atuais o pai da psicologia analitica, Carl Gustav Jung, classificou a maioria que posteriormente foram adicionados mais, e no final são agora 16 tipos psicológicos. Entre eles os 4 tipos básicos seriam:
Intuitivo pensador
Pessoas que procuram conhecimento, são introspectivos, resolvem problemas tecnicamente. Descritos como científicos, complexos, analíticos, sistemáticos, exigentes, independentes, inventivos e lógicos. Usam o raciocínio básico para tudo que fazem.
Relacionamentos: Os pais ajudam seus filhos a estabelecerem suas identidades individuais. Estimulam a mente de seu parceiro. Representam de 5 % a 7% da população.

Intuitivo sentimental
Procuram personalidades identicas. Tbm introspectivos, se dedicam a darem um signficado, uma razão em suas vidas e para as pessoas que estão em sua volta. Descirtos como humanitários, simpáticos, entusiasmados, religiosos, intuitivos, perspicazes e subjetivos. Conflitos são dolorosos para eles. Eles sempre estão lutando entre o bem e o mal dentro deles mesmos, onde o bem quase sempre prevalece no final.
Relacionamentos: Quando crianças, são muito criativos e tem grande imaginação. Quando adultos, procuram um parceiro com mutualidade e intimidade espiritual. Representam de 8 % a 10 % da população.


Sensorial perceptivo
Procuram personalidades através da sensação, empenham-se para aproveitar e desfrutar da vida. Descritos como mente aberta, gostam do caminho mais fácil, tolerantes, não possuem preconceitos, persuasivos, se adaptam facilmente, artisticos e atléticos. Eles revelam sua espontaneidade e liberdade de forma impulsiva. São insasiavéis por prazer e raramente perdem a oportunidade para tentar saciar. São ousados e sempre em busca de uma aventura, só vão ter algum compromisso quando for necessário e geralmente vão tentar de tudo para conseguirem o que querem. Muitos tem um dom natural para usar máquinas e ferramentas.
Relacionamentos: Tendem a ser brandos como pais e brincalhões como parceiros. Representam de 35 % a 40 % da população.

Sensorial julgadores
Procuram personalidade seguras, seguem e são aplicadores de regras. Eles são guardiões de tudo que é direito e adequado. Descritos como conservadores, concientes, consistentes, realistas, estáveis, detalhistas, perseverantes e meticuloso. Gostam de ordem e rotina na sua vida diária e sempre mantém um olho vigilante nos outros e naqueles que o cercam.
Relacionamentos: Ensinam os valores tradicionais a seus filhos, são prestativos e leais a seu parceiro, representam de 40 % a 45 % da população.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Introvertidos X extrovertidos

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 1:46 pm

Introvertidos
Tímidos,observadores, reservados, não sorriem facilmente e
dificilmente fazem contato visual.Se sentem mais confortáveis sozinhos que no
meio da multidão. São seletivos quanto amizade e tem poucos amigos, geralmente
de longa data. São pessoas mais imaginativas e criativas ao inves de obter a
informação de fatos concretos.São voltados para o mundo interior dos
pensamentos, imaginação, fantasias e reflexões.

Extrovertido
Sentem-se mais confortavéis socializando em grupo do que
ficar sozinhos. Sentem-se energizados quando interagem com outras pessoas. Tem
um grande circulo de amizades e conhecidos. se aproximam e abordam facilmente
outras pessoas, até mesmo estranhos. Tem necessidade de estar em contato com os
outros para se sentirem vivos. Sentem-se sozinhos quando não estão em contato
com os outros. São voltados para a realidade, para o mundo exterior.

75% das pessoas são extrovertidas.


Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Humor

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:03 pm

O humor pode ser classifica em 4:
Corrosivo
Um crítico, provocador e manipulador. São sarcásticos e
gostam de expor os outros ao ridículo. Suas piadas não são sadias e costumam
usar a desculpa de que tudo não passou de "uma brincadeira". Esse
tipo de humor pode colocar em risco a convivência no trabalho e nos
relacionamentos amororos. Tbm são aqueles que na infancia e adolecência
praticam bullying nos seus colegas. É aquele que não poupa ninguém, prefere
perder o amigo mais não a piada.

Agregadores
Estimula a convivência social. Pessoas com este tipo de
humor costumam ser populares. Surpreendem a todos com suas tiradas e reduzem as
tensões em situações desconfortáveis. Tem tbm seu lado negro: pode ser usado
para excluir alguém do grupo.

De bem com a vida
É o humor de quem
enxerga um lado positivo em tudo na vida. Diante de um problema, em vez de
ficar apreensivo ou nervoso, dá um passo atrás e ri dos absurdos do cotidiano.
esse tipo de humor trás benefícios a saúde.

Autopreciativos
Próprio de quem utiliza seus próprios defeitos para divertir
os outros. É comum em pessoas que não se encaixam em determinados padrões
sociais mas são ávidas por atenção, como o garoto gordo que se torna o mais
divertido da turma. Quem usa esse tipo de humor, que corrói a auto-estima,
corre o risco de desenvolver depressão e ansiedade.

Cada pessoa possui os 4 tipos, mas em quantidades diferentes, mas, nem sempre possam ser positivos ou negativos, por exemplo o humor corrosivo possa ser uma reação a ambiente hostil, ou uma agregadora para atrair pessoas e formar grupos.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aplicando inicialmente

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:03 pm

Ao contrário de um psicologo, um leitor frio precisa ter recursos alternativos, como perguntas inocentes ou somente com a percepção, para se saber por exemplo outra forma de se diferenciar extrovertido de introvertido, pessoas
introvertidas muitas vezes parecem tímido, reservado ou no extremo, um pouco
auto-consciente e não sorriem facilmente ou mantem contato visual, por outro lado os extrovertidos são faladores , geralmente mantem contato visual e sorriso fácil, Indivíduos
extrovertidos também pode usar roupas mais
coloridas ou para obter atenção e acessórios, incluindo jóias chamativas ou
ostentação, brilhante batom, etc,
enquanto as pessoas introvertidas tendem para tons de terra ou de esquemas de
cores conservadoras que fazer não atrair
atenção indesejada para si. Eles também podem usar muito pouca maquiagem ou
jóias.
A partir do ponto do encaixe da personalidade se pode começar mais facilmente a leitura, embora q mesmo n classificando se possa seguir outros traços.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Personalidade e gosto musical

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:04 pm

Sempre lembrando q pesquisas ligadas a sociedade e a personalidade devem ser procuradas e usadas como base do conhecimento comportamental, inclusive tentar ver se a pesquisa seria de fato aparentemente possível de se usar no país ou na cultura pessoal, mas estatísticas sempre possuem grandes utilidades, podendo comparar e até incluir pessoas no grupo em que ela tenha grandes chances de participar, por exemplo se 70% do mundo for algo, essa pessoa tem grandes chances de ser também.
A música como sendo algo de grande importância na vida de uma pessoa também possui padrões para seus tipos de fãs, uma faculdade escosesa chamada heriot-watt fez uma pesquisa sobre o assunto, e os dados foram:
Segundo a pesquisa, os fãs da música clássica e do jazz são
muito criativos, embora os primeiros sejam mais extrovertidos e os segundos,
mais tímidos.
Pesquisadores demonstram há décadas que os fãs do rock e do
rap são rebeldes e que os amantes da ópera são pessoas ricas e bem instruídas
Os fãs do rap, seriam extrovertidos e falantes, aliás, uma
característica do próprio tipo de música, são mais propensos à raiva e à
prática de violência e roubos. Os fãs da música indie têm baixa auto-estima e
não são muito gentis.
As pessoas que curtem música soul podem se animar, já que a
pesquisa concluiu que são criativas, extrovertidas, gentis, têm boa auto-estima
e sentem-se à vontade com elas mesmas.
Quem ouve country – o nosso sertanejo – seria, de acordo com
os conceitos pesquisados, mais trabalhador, sempre disposto a enfrentar uma
jornada maior, fazer mais. E conseguir o sucesso. Sem abrir mão do seu gosto
musical que, para muitos, é duvidoso.
Adolescentes que escutam muito heavy metal têm mais
propensão a desenvolver depressão e doenças mentais. Segundo o estudo, fãs de
heavy metal são mais inclinados à prática de sexo sem proteção, automutilação e
pequenos furtos.
De acordo com o estudo, fãs de música eletrônica são mais
suscetíveis ao uso de drogas, independente de sua condição sócio-econômica.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sentimentos comuns

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:07 pm

Sentimentos e emoções são como estações do tempo , vão e voltam, ou até podem durar pra sempre, mas para alguns como eu são como o Brasil, todo mundo tem 4 estações e você têm 2 XD
Com a velocidade de mudança, por exemplo em países que possuam outono e inverno, no outono o humor começa a baixar e no inverno baixa muiiiito mais (alias é comum o aumento de suicídios no inverno), enquanto que no verão e na primavera o humor está no alto
Os olhos podem ser as janelas pra alma, mas a boca é mais expressiva, um leitor bem treinado pode notar as diferenças de emoções no comportamento e aparência, já que cada músculo do rosto se move para sentimentos diferentes.
Mais estatísticas dos sentimentos mais comuns no dia-a-dia:
Preocupação: 46% Aborrecimento: 43 % Raiva: 34% Medo:31% Desânimo: 29% Vergonha:22% Ciúmes/Inveja: 15%
Preocupação é uma reação de medo ligado aos eventos futuros que podem ou não ocorrer.Aborrecimendo é uma leve forma de medo e assim como preocupação é mais apto a ocorrer com grande frequência e intensidade na noite e geralmente é direcionada a uma pessoa.
Ciúmes e inveja são dois sentimentos muito poderosos, é uma combinação de raiva, senso iminente de perda e desânimo. A diferença entre ciúmes e inveja é, ciúme é relacionado a sentimento de zelo amoroso ou de querer ter, inveja é relacionado a desejo de possuir aquilo que os outros possuem ou de querer que os outros não possuam.
Ciúme: Angústia provocada por sentimento exarcebado de posse...e esse sentimento doloroso é causado pela suspeita de infidelidade da pessoa amada.
Porém o ciúmes, quando comedido, não provoca danos e pode ser reparado antes de virar doença.
Inveja: desgosto e infeliciadade pelo bem ou felicidade do próximo...desejo violento de possuir, de cobiçar o bem alheio.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura fria e outros assuntos sobre manipulação social.

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:09 pm

Arrôgancia
Um sentimento tão complexo e tão comum no meio ocultista deveria ser tratado em um graaaande tópico como o tamanho da arrogância claro, mas serei breve no assunto.
A arrogância é um estado orgulhoso de ser, em que o indivíduo possui um complexo de superioridade que nem sempre condiz com sua realidade, são cercadas de confiança própria, podendo ser verdadeira ou falsa, falam alto e não deixam outras opiniões falarem, teimosos e não suportam interrupção ou contestação, julgam, criticam e condenam muitas pessoas, passam uma imagem de segurança, q também pode ser falsa, um arrogante nunca admite ser arrogante, sempre se aumentam as nuvens, e nunca parabeniza ações ou conquista dos outros, sempre procura defeitos, é exigente e seu maior desejo é ser aprovado, gosta de humilhar outros e aumentar suas supostas qualidades, em sua maioria são mentirosos que acreditam em suas mentiras, dificilmente agradece algo, e pensam que são amados guando são odiados na verdade,é uma tentativa de se elevar acima , podem fazer isso usando roupas caras , perfumes caros e agem de modo pretensioso ou entediado ou desinteressado.
ARROGANTES:
*Vaidosos
* Olham para o reflexo nos espelhos e janelas
* Fazem gestos amplos e espalhafatosos
* Ficam mais distantes dos outros fisicamente (embora alguns
casos invadem o espaço pessoal dos outros e o façam de modo inadequado)
*Se entendiam facilmente e param de ouvir (não se importam
com o que os outros pensam ou tem a dizer)
*Tem movimentos e posturas sexualmente sugestivas
*Vangloriam-se
* Adotam ares afetados
Embora que algumas vezes eu admito, a arrogância é uma consequência de conhecimento, mas as vezes pode não ser.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em relação ao nível mental e fases da vida

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:29 pm

Leves dados sobre a mentalidade:
46% da população são medianas ( Intelecto e capacidade
mental). 16 % são ligeiramente acima da média e 15 % são ligeiramente abaixo da
média. A educação média é até o segundo grau. O vocabulário de uma pessoa
mediana é de 6.500 palavras. A memória é de até 7 digitos. A idade mental da
pessoa mediana é de 18 anos. A pessoa mediana consegue entender o significado
de palavras como vingança, piedade, inveja, caridade e justiça. Mas não entende
a diferença entre caráter e reputação; preguiça e ociosidade; avareza e
conciência.

As fases da vida é um dos assuntos principais da psicologia comportamental, a cada etapa da vida é esperada um padrão de condutam, mesmo que aparentemente não notem, mas vale um pouco de informação básica sobre o assunto.
Antes dos 18 geralmente a ideia central seria ficar distante dos pais, e isso se mostra por alugar um apartamento, conseguir um emprego, entrar pro exercito, ir pra faculdade ou outros meios, e começa o rompimento de laços com a familia e talvez com laços da infância, e nesse periodo estão na procura de conhecer as bases e gostos, e por isso sempre estão no modismo e e preferindo o misterioso e o inacessível do que os pais, mas entretanto eles possuem um segredo comum entre todos os jovens, possuem medo de não conseguirem vencer o mundo dos adultos ou conseguir lugar, e isso se msotra por insegurança, em que mascaram com falsos atos de bravura e e com comportamento desafiador, é comun procurarem amigos ou namoros com o mesmo ponto de visão, e com isso substituem a familia, embora alguns desses amigos possam sair da vida e voltar para suas casas, essa volta para o conforto do lar é comum entre os 18-22 anos
Entre os 22-30 anos buscam seus objetivos, sofrem pressão da sociedade e familia do que deveria fazer ou o oposto, uma das características é o pensamento falso de que tudo o que fizer será permanente e caso cometa algum erro não será desfeito, geralmente nessa etapa é comum dois caminhos, o primeiro seria formar os alicerces e as bases para se viver no futuro, planejando assim a vida, e o outro caminho seria o oposto, mas daria mais liberdade e a possibilidade de explorar e experimentar a vida

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Psicologia da mentira

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 2:41 pm

A mentira é uma característica humana, todos mentem, por diversos motivos, mas deve-se comentar os tipos, os 4 são:
mentiroso ocasional: Assim como nós, irá mentir de vez em quando para evitar uma situação desagradável ou pq não deseja admitir que fez algo errado ou vergonhoso. Por não estar a vontade mentindo, irá revelar sua mentira por meio da aparência, linguagem corporal e voz. É frequente que o mentiroso ocasional pense em sua mentira, sendo lógica e coerente com o resto da história. Por ser bem pensada, é difícil descobrir a mentira por seu conteúdo ou contexto, ou pela informação de terceiros. Ele não vai mentir sobre algo facilmente verificável. As pistas são visuais e verbais.
mentiroso freguente: Mente com muita mais regularidade. A prática traz a perfeição: mais difícil de perceber sua mentira por meio da aparência, da linguagem corporal ou da voz. Pode ser bem sutil. Ele não se incomoda de mentir. Foca-se na conscistência interna e na lógica de suas informações. O mentiroso frequente mente mais vezes, e tende a pensar menos que o mentiroso ocasional, ele pode ficar descuidado..
mentiroso habitual: Mente com tanta frequência que perdeu a noção do que faz na maior parte do tempo. Diz o que vem a cabeça, pensa muito pouco sobre elas e diz de modo rápido e impensado. Muitas vezes são incoerentes e óbvias. É fácil perceber suas incosistências. Pergunte para terceiros sobre ele. É bem incomum um mentiroso habitual.
mentiroso profissional: É o mais difícil de identificar. Ele não mente indiscriminadamente, ele mente com um OBJETIVO. Ele pensou cuidadosamente em sua mentira e sabe exatamente o que vai dizer, como dirá, e se a pessoa para quem está mentindo terá como verificar a resposta.
umas curiosidades: as mulheres dão mais pistas verbais de mentira, mentem mal, os piores mentirosos desviam os olhos , ficam agitados ou suam mais, mas entretanto deve-se mencionar o fenômeno Pinóquio, possui um estudo que comprova que pessoas guando mentem produzem um leve aumento de circulação de sangue no nariz, o que provoca o crescimento, pouco perceptível, mas entretanto causa a sensibilidade aumentada, então alguns mentirosos colocam o dedo no nariz ou fazem algum gesto com o nariz. Outra curiosidade seria um jogo, se alguém esconder algo de você, pegue no pulso pegue no pulso dela e vá andando pelo lugar, e colocando a mão nos locais possíveis, irá notar que o pulso aumentará em certos locais ou até a pessoa dará dicas de nervosismo ou pistas visuais, olhar para o lugar sem querer.

30 sinais de mentira:
1. A pessoa fará pouco ou nenhum contato direto nos olhos;
2. A expressão física será limitada, com poucos movimentos dos braços e das
mãos. Quando tais movimentos ocorrem, eles parecem rígidos e mecânicos.
As mãos, os braços e as pernas tendem a ficar encolhidos contra o corpo e a
pessoa ocupa menos espaço;
3. Uma ou ambas as mãos podem ser levadas ao rosto (a mão pode cobrir a
boca, indicando que ela não acredita - ou está insegura - no que está
dizendo). Também é improvável que a pessoa toque seu peito com um
gesto de mão aberta;
4. A fim de parecer mais tranqüila, a pessoa poderá se encolher um pouco;
5. Não há sincronismo entre gestos e palavras;
6. A cabeça se move de modo mecânico;
7. Ocorre o movimento de distanciamento da pessoa para longe de seu
acusador, possivelmente em direção à saída;
8. A pessoa que mente reluta em se defrontar com seu acusador e pode virar
sua cabeça ou posicionar seu corpo para o lado oposto;
9. O corpo ficará encolhido. É improvável que permaneça ereto;
10. Haverá pouco ou nenhum contato físico por parte da pessoa durante a
tentativa de convencê-lo;
11. A pessoa não apontará seu dedo para quem está tentando convencer;
12. Observe para onde os olhos da pessoa se movem na hora da resposta de
sua pergunta. Se olhar para cima e à direita, e for destra, tem grandes
chances de estar mentindo.
13. Observe o tempo de demora na resposta de sua pergunta. Uma demora na
resposta indica que ela está criando a desculpa e em seguida verificando se
esta é coerente ou não. A pessoa que mente não consegue responder
automaticamente à sua pergunta.
14. A pessoa que mente adquire uma expressão corporal mais relaxada quando
você muda de assunto.
15. Se a pessoa ficar tranqüila enquanto você a acusa, então é melhor
desconfiar. Dificilmente as pessoas ficam tranqüilas enquanto são acusadas
por algo que sabem que são inocentes. A tendência natural do ser humano é
manter um certo desespero para provar que é inocente. Por outro lado, a
pessoa que mente fica quieta, evitando a todo custo falar de mais detalhes
sobre a acusação;
16. Quem mente utilizará as palavras de quem o ouve para afirmar seu ponto
de vista;
17. A pessoa que mente continuará acrescentando informações até se certificar
de que você se convenceu com o que ela disse;
18. Ela pode ficar de costas para a parede, dando a impressão que mentalmente
está pronta para se defender;
19. Em relação à história contada, o mentiroso, geralmente, deixa de mencionar
aspectos negativos;
20. Um mentiroso pode estar pronto para responder as suas perguntas, mas ele
mesmo não coloca nenhuma questão.21. A pessoa que mente pode utilizar as seguintes frases para ganhar tempo, a
fim de pensar numa resposta (ou como forma de mudar de assunto): "Por
que eu mentiria para você?", "Para dizer a verdade...", "Para ser franco...",
"De onde você tirou essa idéia?", "Por que está me perguntando uma coisa
dessas?", "Poderia repetir a pergunta?", "Eu acho que este não é um bom
lugar para se discutir isso", "Podemos falar mais tarde a respeito disso?",
"Como se atreve a me perguntar uma coisa dessas?";
22. Ela evita responder, pedindo para você repetir a pergunta, ou então
responde com outra pergunta;
23. A pessoa utiliza de humor e sarcasmo para aliviar as preocupações do
interlocutor;
24. A pessoa que está mentindo pode corar, transpirar e respirar com
dificuldade;
25. O corpo da pessoa mentirosa pode ficar trêmulo: as mãos podem tremer. Se
a pessoa estiver escondendo as mãos, isso pode ser uma tentativa de
ocultar um tremor incontrolável.
26. Observe a voz. Ela pode falhar e a pessoa pode parecer incoerente;
27. Voz fora do tom: as cordas vocais, como qualquer outro músculo, tendem a
ficar enrijecidos quando a pessoa está sob pressão. Isso produzirá um som
mais alto.
28. Engolir em seco: a pessoa pode começar a engolir em seco.
29. Pigarrear: Se ela estiver mentindo têm grandes chances de pigarrear
enquanto fala com você. Devido à ansiedade, o muco se forma na garganta,
e uma pessoa que fala em público, se estiver nervosa, pode pigarrear para
limpar a garganta antes de começar a falar.
30. Já reparou que quando estamos convictos do que estamos dizendo, nossas
mãos e braços gesticulam, enfatizando nosso ponto de vista e
demonstrando forte convicção? A pessoa que mente não consegue fazer
isso. Esteja atento.

Como conseguir a verdade, lembrando de perceber sempre apóes as perguntas se surge um dos sinais de mentira :

1. Não acuse - I nsinue: O objetivo é fazer uma pergunta que não represente
nenhuma acusação, mas que insinue o possível comportamento da pessoa.
Exemplo de uso:
Suspeita: Você acha que seu (a) namorado (a) foi infiel na noite passada.
Pergunta incorreta: "Você andou me traindo?"
Pergunta correta: "Aconteceu alguma coisa diferente na noite passada?"
Observe sua expressão corporal e alguma possível pista de preocupação e
nervosismo com sua pergunta. Qualquer resposta do tipo: "Porque
perguntou isso?" ou "Alguém te falou alguma coisa?", seguidas de um certo
nervosismo, indicam forte preocupação por parte da pessoa. Ela não estaria
preocupada em saber porque você está fazendo tal pergunta, a menos que
pense que você pode estar sabendo o que ela não quer que você saiba.
2. Situação semelhante: Aqui você vai apresentar uma situação semelhante
à que suspeita que esteja acontecendo. O bom é que vai poder falar sobre o
assunto sem parecer acusatório. Exemplo de uso:
Suspeita: Você acha que seu (a) namorado (a) está lhe traindo.
Pergunta incorreta: "Você está me traindo com Fulana (o) de Tal?"
Pergunta cor reta: "Sabe, minha (meu) amiga (o) Fulana (o) de Tal me
disse que está muito desconfiada (o) do (a) seu (sua) namorado (a). Ela (e)
tem quase certeza que ele (a) está cometendo uma traição. Ele (a) fica
muito estranho (a) e nervoso (a) quando ela (e) fala sobre histórias de
traição. O que você acha disso?" Se a pessoa for culpada, ficará preocupada,
constrangida ou embaraçada e vai querer rapidamente mudar de assunto.
Porém, se a pessoa achar que sua pergunta é interessante e ela for
inocente, poderá iniciar uma conversa a respeito da pergunta. Esta é uma
forte indicação de inocência, porque ela não tem receio de discutir o tema e
não está investigando por quê você faz a pergunta.
3. Não é surpreendente?: Como no exemplo acima, aqui você vai abordar o
assunto, mas de uma forma geral. Nos permitirá uma grande percepção de
culpa ou inocência da pessoa. Exemplo de uso:
Suspeita: Você desconfia que seu (sua) noivo (a) está saindo com outra (o)
Pergunta incorreta: "Você está saindo com outra (o)?"
Pergunta cor reta: "Olha que absurdo... Hoje minha (meu) amiga (o)
Fulana (o) de Tal me contou que pegou seu (a) noivo (a) com outra (o). Não
é impressionante como alguém consegue ser infiel e não ter receio de ser
desmascarado?" Quaisquer respostas que demonstrem reações de
embaraço, nervosismo ou constrangimento, seguidas de perguntas como:
"Por que está me perguntado isso?", além de tentativas de mudança de
assunto, demonstram grande carga de preocupação e culpa.
4. Atacando o ego da pessoa. Aqui vamos usar o ego da pessoa contra ela
própria. Vamos dizer a ela que jamais seria capaz de confessar, pois está
sendo 'pressionada' por outra pessoa à não dizer a verdade e que essa
pessoa manda nela. Esta técnica é muito usada por policiais. Exemplo de
uso:
Suspeita: Você tem quase certeza que Fulano (a) roubou sua empresa
Pergunta incorreta: "Vai confessar que roubou minha empresa, ou não?"
Pergunta correta: "Acho que já sei qual é o problema: Você não me diz a
verdade porque alguém manda em você. Você não tem o poder para decidir
isso. Tem outra pessoa por trás disso e você não quer 'ficar mal' com ela,
não é?" O mais incrível é que geralmente as pessoas acabam confessando e
se sentindo orgulhosas de ter feito isso.
5. Indução: Aqui está uma poderosa técnica. Particularmente, já utilizei e
obtive ótimos resultados. Elabore uma pergunta que restrinja sua resposta a
algo que a pessoa pense ser positivo, de forma que ela não se importe em
responder sinceramente. Exemplo de uso:
Suspeita: Alguém viu seu (a) namorado (a) numa festa na noite passada.
Pergunta incorreta: "Você andou fazendo festa escondido de mim?"
Pergunta correta: "Ontem, você chegou em casa após as 24h, não foi?" Se
a pessoa tiver ficado em casa, ficará livre para responder, mas se tiver,
realmente saído, mesmo assim se sentirá a vontade em responder
sinceramente, porque você deu a entender que já sabia e não havia
problemas. O fato de a pessoa ter voltado para casa de madrugada não está
em questão. O importante é que você conseguiu a resposta à verdadeira
pergunta.
6. Bumerangue psicológico: Com esta técnica, você diz à pessoa que ela fez
algo bom, e não mau. Assim, ela ficará, completamente livre para lhe dizer
toda a verdade. Exemplo de uso:
Suspeita: Você suspeita que fulano (a) está roubando sua empresa.
Pergunta incorreta: "Fulano (a), você anda me roubando?"
Pergunta cor reta: "Ei, Fulano (a)! Acho que podemos nos tornar sócios
muito ricos! Parece que você, ultimamente, tem 'passado à perna' em mim,
mas está tudo bem. Nós podemos trabalhar juntos, seu (sua) espertinho
(a)! Me conte mais sobre suas incríveis técnicas... Quero aprender tudo!"
Você quer aparentar que está contente por saber o que a pessoa está
fazendo. Ela não terá saída e vai se abrir para você.
Outro exemplo: (Utilizado em entrevistas para emprego)
Suspeita: Você suspeita que o candidato à vaga oferecida mentiu sobre as
informações em seu currículo.
Pergunta incor reta: "Fulano (a), você andou colocando informações falsas
em seu currículo?"
Pergunta cor reta: "Fulano (a), nós dois sabemos que todo mundo inventa
um pouco sobre seu currículo. Pessoalmente, acho que isso demonstra
coragem, porque a pessoa não tem medo de assumir novas
responsabilidades. Me diga, quais partes em que você foi mais criativo no
seu currículo?"
7. Paranóia: Esta técnica de sugestão é muito poderosa e pode induzir a um
estado temporário de paranóia na pessoa - principalmente se várias pessoas
falarem a mesma coisa. Exemplo de uso:
Suspeita: Você suspeita que sua (seu) colega de trabalho está roubando o
material de escritório da empresa
Pergunta incor reta: "Fulana (o), você anda roubando o material de
escritório?"
Pergunta cor reta: "Fulana (o), acho que todo mundo já sabe sobre o
material. Já reparou que, às vezes, eles ficam encarando você?" Se ela for
mesmo culpada, vai se sentir encarada por todos e logo passará a aceitar a
sugestão de que todos já estão sabendo do roubo. Você poderá verificar isso
na sua expressão corporal de tensão e pavor, seguida de uma atitude de
desconfiança diante das pessoas. Caso ela não seja culpada, não
demonstrará nenhuma atitude e apenas vai achar que você está brincando
com ela.
Técnicas avaçadas:
1. Céu e inferno: Esta técnica cria uma espécie de fobia na pessoa e a única
saída é confessar a verdade para você. Aqui usamos as forças que moldam
o comportamento humano: Dor e o Prazer nos seus limites para nos revelar
a verdade. Exemplo de uso:
Se você acha que sua colega de trabalho está roubando o material de
escritório da empresa. Você falaria: "Fulana, já sei da verdade. Sei também
que você já está se arrependendo de ter feito isso. Podemos resolver isso
agora. Você pode me contar tudo e esquecemos isso para sempre. Ninguém
mais ficará sabendo e você continuará no seu emprego. Mas, pode escolher
um caminho mais doloroso: Posso ir até nosso chefe e falar para ele. Você
sabe que isso seria demissão na certa, não é? Além do mais sua imagem
ficaria suja. Imagina todos seus colegas comentando sobre o que você fez?
Portanto, para o seu bem, me confesse agora e terminamos com isso de
uma vez por todas". Se vincularmos dor intensa e insuportável à idéia de
mentir e prazer imediato à idéia de falar a verdade, ela só terá uma saída:
falar a verdade!
2. Cur to circuito: Com essa técnica você cria uma confusão mental na
pessoa, enquanto implanta sugestões diretamente no inconsciente. Ela
ficará confusa com a frase de abertura (estão em sublinhado nos exemplos
abaixo) e entrará num leve transe enquanto você lança uma frase com
comandos implícitos (estão em negrito) que serão completamente
absorvidos pelo seu inconsciente. Exemplo de uso:
"Fulano (a), você pode muito bem acreditar nas coisas que pensava que
sabia, e, se você quer... dizer a verdade... ou... não quer dizer a
verdade...a decisão é sua. Portanto, me... diga a verdade..., agora!"
Essa sentença é registrada pelo inconsciente em sua totalidade. Os
comandos, "dizer a verdade", "diga a verdade" (Muito importante: o
inconsciente não registra uma negativa - o 'não') e "agora" são enviados
diretamente para o inconsciente, sem a pessoa - a parte consciente - se dar
conta e mostrar resistência.
Outro exemplo:
Fulano (a). Eu não quero que você diga nada, a menos que, realmente,
queira. E entendo que você já esqueceu o que havia pensado em querer,
não é? Se estiver pensando consigo mesmo algo como... eu quero dizer à
você, então simplesmente... diga ... Quando perceber que... esta é a
decisão certa...você... irá me dizer a verdade... agora!
Importante:
Antes e depois do comando - que está em negrito - você deve dar uma
pausa (...)
Ao dar o comando, aumente um pouco a voz e utilize uma tonalidade
descendente.
Gesticule com as mãos ao dizer o comando.
Você também pode usar a técnica do curto circuito, com o intuito de apenas
interromper a linha de raciocínio de uma pessoa. Utilize as frases abaixo
quando quiser tomar o controle de uma conversa, ou temporariamente
confundir a pessoa, enquanto você reúne seus próprios pensamentos. Não esqueça de gesticular
enquanto fala. Use com moderação. Se usar várias delas seguidas, poderá
provocar uma forte confusão mental na pessoa:
Porque você ainda acredita em algo que duvidava?
Você, realmente, ainda acredita nas coisas que pensava que sabia?
Você duvidaria menos se acreditasse mais nas coisas que imaginava que
sabia?
Você não lembra do que havia esquecido?
Se acreditasse mais nas coisas que falou, duvidaria menos das coisas
que escutou?
Você acredita nas coisas que já sabia?
Como pode acreditar nas coisas que pensa que sabia?
Essa pergunta significa que você ainda duvida das coisas que imaginava
serem verdadeiras, não é?
Você acredita mesmo, que já sabia disso?
Porque me perguntou algo que já sabia?
Se você já acreditava nisso, porque pensou que têm dúvidas?
Se você não esperava que eu acreditasse numa coisa dessas, porque me
contou?
Você está concordando com uma coisa que já sabia, não é?
Como pode concordar de algo que acreditava ser mentira, antes mesmo
de aceitar a verdade?
Quanto mais você acredita nas coisas que duvidava, mais concorda com
a possibilidade de que tudo não passou de uma grande mentira?
3. Cr iações do inconsciente: Esta técnica utiliza comandos implícitos de um
modo totalmente novo. Você vai oferecer uma sugestão que cria uma ação
perceptível. Exemplo de uso:
"Fulana, eu não estou dizendo que você deverá ...enrijecer seu corpo... se
...est iver ment indo" Se ela for mesmo culpada, o inconsciente se
encarregará de dar uma resposta.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitura de 30 segundos

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 4:25 pm

Nesse ponto será feito uma leitura superficial da pessoa pela aparência e objetos e outras características como:
CORPO:
*Altura
*Peso
*Condição física
*Pêlo corporal
*Postura
*Proporção/forma
*Tamanho geral
ROSTO:
*Cabelos
*Dentes
*Lábios
*Nariz
*Olhos
*Pele
*Pêlos faciais
*Rugas
EXTREMIDADES:
*Dedos
*Dedos dos pés
*Mãos
*Pés
*Unhas e cutículas
PELE:
*Acne
*Cicatrizes
*Erupções
*Pálidez
*Pigmentação
*Rugas
*Sinais de nascença
*Suor
*Urticária
*Verrugas
RREGULARIDADES ( DEFICIÊNCIA FÍSICAS)
*Talas
*Próteses
*Cicatrizes
*Aparelhos corporais
*Aparelhos audição
*Óculos incomumente fortes
*Ataduras
*Deformações físicas
Jóias e Bijuterias:
*Abotoadura
*Alfinete de gravata
*Alfinete de lapela
*Áneis e argolas
*Brincos
*Broches
*Colares/correntes
*Pulseira de relógio
*Pulseira/ tornozeleira
*Relógios
MAQUIAGEM:
*Base
*Batom
*Blush
*Cílios Postiços
*Contorno de Lábios
*Delineador
*Maquiagem corporal
*Pó facial
*Rímel
*Sombra
ROUPAS
*Calças
*Camisas/ blusas
*Camiseta
*Casaco
*Jaqueta
*Short
*Suéter
*Vestido
CORPORIFICAÇÕES (ALETRAÇÕES VOLUNTÁRIAS DO CORPO)
*Alteração da forma da sombrecelha
*Body piercing
*Cabelo tingido
*Cílios/sombrancelhas
*Cirurgia Plástica
*Unhas postiças
ACESSÓRIOS:
*Bolsa
*Chapéu
*Cinto
*Echarpe
*Enfeites pra cabelo
*Gravata (Laço, normal, borboleta)
*Lenço de bolso
*Meias
*Óculos (tipo/estilo)
HIGIENE:
*Cabelos
*Dedos
*Dentes
*Hálito
*Mãos
*Pés
*Nariz
*Odor corporal
*Orelhas
*Rosto
*Roupa
*Unhas
Lembrando de ler gestos, voz e caracteristicas físicas.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura fria e outros assuntos sobre manipulação social.

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Mar 19, 2012 4:29 pm

Começando a ver algumas características de forma mais lógica e mostrar o que procurar:


A idade aparente

a chave para decifrar essa característica está no rosto, mesmo os mais
velhos que possam enganar os jovens com a idade possuem rugas proximo
dos olhos , na testa ou ao redor da boca, e a pele perde a elasticidade,
algumas pessoas que bebem ou fuman demais podem parecer mais velhos do
que são, em cada etapa da vida são esperados padrões de envelhecimento e
mudança estrutural, nesse aspecto as pessoas mais velhas tem mais
facilidade de compreender porque já passaram pelos processos e sabem as
mudanças e as epocas.


Jóias

Podem permitir mostrar a classe social, ou diferenciar alquém
estrovertido ou introvertido pela quantidade e pela gualidade delas.


Anéis de casamento

Podem mostrar bem além do estado vicil da pessoa, um anel é um simbolo,
geralmente anéis com um péqueno diamante mostra grande afeição entre o
casal, mesmo que sua situação econômica não seja alto, e diamante e
também as vezes aconpanhado de outros pequenos mostra uma alta situação
econômica, caso a mulher se vista bem , pareça educada, e de classe ,
então ela provavelmente veio de familia igualmente rica, em sua maioria o
pai foi um grande empresário ou um profissional bem sucedido e o marido
pode estar proximo da idade dela, e trabalhar no negócio da familia (
dele ou dela), é provável que já possua casa própria. Agora se a mulher
é jovem, altamente atraente e não pareça tão culta, o homen geralmente
será mais velho, cerca de 7 a 15 anos. Um anel de ouro simples pode
mostrar um casamento simples, ou somente foram ao juiz de paz, embora
culturalmente no país o uso de anéis de casamento simples sejam comuns.
Geralmente com a falta de um anel aparece uma leve linha branca no dedo,
que poderia indicar uma separação recente, e as vezes o aparecimento de
uma mania de mexer no lugar em que deveria estar o anel, o que poderia
identificar também.

Outros anéis: Geralmente o uso de aneis podem também ser comuns para
indicar classe social, ou até alguma instituição como a maçonica ou
outras, ou como forma de seguir algum estilo, geralmente rockeiros e
góticos por exemplo usariam anéis de caveira ou coisas parecidas.


Colares

A maioria das vezes podem indicar um pouco sobre o estilo, simbolos
religiosos como cruzes, pingentes de santos ou algo religioso de alguma
cultura podem indicar a religião ou filosofia religiosa pessoal, bem
como as vezes ainda ser outra arma de identificar um estilo.


Brincos

Em mulheres reforça a posição econômica, em homens mostra que possui a
consciência da própria sexualidade e na maioria das vezes seja hetero, e
apenas queira parecer mais jovem ou mais atraente para o sexo oposto,
embora que culturalmente esse país o uso de brincos por homens varia,
geralmente é comun em cidades médias/grandes e e sua maioria comun nas
classes baixas ou baixa-média, algum adolescente de classe média ou alta
q use brinco geralmente aderiu esse estilo por amigos de classes
menores, ou influência de outros amigos que também usam.


Relógios

Relógios de caros são sinais de riqueza, relógios menos caros podem
indicar uma pessoa conservadora, digital mostra alquém racional e
tecnicamente pensativa ou alquém mais prático, estilos resistentes
inclusive a água mostram alquém ativo e esportista, e os tipos mais
estilosos mostram uma possível elegância.


Bijuterias

Geralmente mulheres de alto astral com meios financeiros limitados e estilo pessoal.

A falta de joias

Pode indicar alquém introvertido

Acessórios

Mostram
o estilo da pessoa em questão entre outras coisas, por exemplo,
celulares podem ser uma forma de manter contato com pessoas, mas
entretanto um celular pode variar de um simples para somente ligar, para
um complexo, em que poderia mostrar alquém com um gosto por ouvir
musica, tirar fotos.... Oculos de correção também podem mostrar
características com o tipo de armação.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura fria e outros assuntos sobre manipulação social.

Mensagem  MAGGOBRANCO em Ter Mar 20, 2012 1:15 pm

Muito bom!!! Excelente trabalho, Irmão!!! Parabéns!!! lol!

_________________
"As plantas que mais dão flores são as que mais tem os galhos arrancados..."


Maggobranco

MAGGOBRANCO
Moderador

Dragão Mensagens: 306
Data de inscrição: 01/11/2011
Idade: 73
Localização: Dream's Valley

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura fria e outros assuntos sobre manipulação social.

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Qui Mar 22, 2012 3:08 am

Ótima abertura para um tema pouco abordado.Mandou bem.

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.

Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens: 584
Data de inscrição: 04/03/2010
Idade: 93
Localização: Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

A psicologia da religião parte 1

Mensagem  Nimrod Alexander em Qui Abr 05, 2012 9:27 pm

Em todo o mundo é comum os centros religiosos venderem os ``milagres e curas´´, que supostamente seriam provenientes das entidades, mas agora veremos como tudo pode-se ser visto pela ótica psicológica, agora farei a primeira postagem sobre religiões e manipulação, será como um livro de 10 lições de como criar uma seita. Vamos para as bases, primeiramente em todo o mundo existem religiões que se aproveitam de deuses e grandes figuras religiosas para ganhar com isso, sendo o suposto intermediário com esse deus, mas entretanto existem pessoas ignorantes que lembram dos supostos milagres, esses fenômenos são estudas em um ramo chamado psico-neuro-imunologia, que estuda os efeitos da fé em pessoas doentes, e como a fé produz anticorpos ou até enzimas que aumentam a imunidade.
Agora vamos por uma rápida passagem na história, fazer uma visão de como na história os fatos aconteceram, e como cada possível religião poderia inconscientemente usar métodos hipnóticos, lembrando antes uma frase ótima, mas falsamente atribuída ao grande Barnum ``a cada minuto nasce um idiota´´. Vamos pensar nos xamãs, era costume em suas viagens espirituais eles irem para locais calmos como cavernas, e que seriam acompanhadas de cânticos, tambores, e músicas, que produziriam duas características boas para a auto-hipnose, a frequência e a monotonia do som, façamos agora uma viajem para o Egito antigo, no papiro de Elbers mostra que a em cerca de 3.000 anos atrás os sacerdotes podiam colocar pessoas em estados hipnóticos, e tão grande era o poder dos sacerdotes sobre as massas que teoricamente possuíam mais poder que o próprio faraó, na Grécia era comum os templos de Asclepios, o deus da medicina, há 2.000 anos eles produziam sonhos incubados, e que supostamente receberiam a visita do deus e seriam curados, na Índia combinavam mantras e sugestões mentais ao nível de poderem entrar na auto-hipnose, a mudança de alimentação com os cortes de proteína ou a diminuição da alimentação produz a falta na mente, e a diminuição de resistência mental, assim também projetando uma mente fraca e mais sugestível, isso mesmo, até os jejuns praticados pela igreja cristã as vezes são nada mais que formas de se reformar a construção ``fanática´´ na mente e também as sugestões hipnóticas já contidas ao longo dos anos, a mudança de local e a saída da família para ter como amigos e família as pessoas do templo também fazem a mente entrar num estado frágil e que será ocupado e tendo envolta montes de pessoas com um pensamento único, que acabam influenciando a mente fraca, na China se faziam sons com estímulos auditivos, obtidos com tambores, flautas e sinos, e as pessoas giravam em uma dança, e entravam em um estado de sonolência, com isso se conseguiam hipnose em massa, as meditações budistas também possuem conceitos hipnóticos usados hoje na hipnose, como a grande atenção em um só objeto, e até ao longa da meditação zen ser mostrado inúmeros problemas universais que se deve responder corretamente com anos, e até no judaísmo e cristianismo com a oração, que é muito relacionada a auto-hipnose.

Mas entretanto essas curas e milagres precisam de um fator poderoso, a fé, ela é a que cura muitas vezes, ás vezes um hipnotizador no seu palco consegue mais poder para curar uma pessoa que um médico, pois demonstra no palco sua influência e seu show, e isso causa a fé que possuo como fatores a expectativa, motivação e imaginação, que são pontos vitais na possível cura, e claro, como forma de controle das massas, as vezes usar cenários, luzes, e tudo ao nível de um show produz grande influência, isso é usado até hoje na política, mas um exemplo da imaginação, caso você imagine uma ação razoável a mente faz o corpo reagir como se a ação estivesse sendo realizada, por isso que as vezes guando se imagina a energia saindo do corpo ou energizar um objeto o corpo reage como se estivesse produzindo essa habilidade, o uso disse produz um esforço mental e também muscular, e produz a memória muscular, que em campos de treino guando se imagina também a ação e as recompensas que possa alcançar após fazem grandes coisas no treinamento, que é chamado treinamento imaginário.
A oração possui também seus grandes poderes, a oração é uma forma bem difundida de possível cura, guando se hora acontece os efeitos de relaxamento das tensões musculares, diminui o ritmo respiratório, se reduz o consumo de oxigênio e a produção de gás carbônico, baixa-se a pressão sanguínea e o coração bate mais devagar. Por outro lado, o registro das ondas cerebrais alfa e o aumento da resistência elétrica da pele, que se consegue pela oração pela oração poder produzir o relaxamento do corpo e mente, manter os centros da atenção limitados, consciência ser reduzida do ambiente externo, maior consciência interna das sensações e um estado de transe.
Além do fato que existem grandes pesquisas sobre o assunto, como as de saúde, a oração aumentam as possibilidades de sobrevivência a doenças e a melhora das dores causados, até o uso de mantras guando usados bem desviam a atenção da dor.

Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

A psicologia da religião parte 2

Mensagem  Nimrod Alexander em Qui Abr 05, 2012 11:24 pm

A igreja deve ser comparada a um show de las vegas, tudo é planejado, a forma que se apresentam com roupas formais e claras, tentando mostrar a aparência de culto e moralista, as luzes, o palco, a apresentação, as possessões como forma de impressionar, os milagres falsos usados com a fé das pessoas, e exorcismos, que em sua maioria são somente casos de histéria, mas entretanto, exorcismos podem chamar mais atenção que uma boa interpretação e uma oração bem feita na igreja, e essa apresentação dos demônios em contraste com Deus e as vezes comentar mais em demônios e inferno que Deus cria o temor, as vezes somente se precisa quebrar o gelo com alguns truques desse tipo e todos ficam sugestíveis, porque sempre a emoção vence a razão, o uso da escolha das pessoas certas para subir no palco ajuda muito, sempre se escolhem as pessoas que não possuem grande capacidades mentais ou cultos, sempre se escolhem pessoas com baixo nível de conhecimento por serem fracas e sensíveis, e melhor, guando mais excitada está a plateia mais fácil o transe, como na regra de Pavlov “guando mais excitado, mais inibido”. Mas até quadros ou pinturas devem ser observadas, as vezes sempre a igreja está pintada ou tem alguma pintura, sempre com imagens do céu, mostrando inconscientemente que através desse pastor pode-se ir pro céu, isso mostra como se pode usar técnicas subliminares em uma igreja, o inconsciente é uma boa arma, outra grande é a música, todos pensam que não podem ser dominados por um truque tão simples, mas mensagens subliminares em músicas e em vídeos realmente influência todos, mas até músicas normais podem influenciar, vejam em restaurantes grandes, músicas rápidas que influenciam as pessoas a comerem rápido, para assim poderem sair da mesa mais rápido para serem ocupadas por outras pessoas, e incluem outras características, e nos shoppings ou supermercados, música lenta, para forçar a andar lentamente e olhar o ambiente, para assim ver mais mercadorias e dar a sensação de calma para assim nunca ver bem a hora, assim o tempo passa rápido e dentro desses locais praticamente existe um poder de espaço tempo estranho, como se não conseguisse se concentrar no tempo, a música de fundo de algum local ou propaganda vende o produto em cerca de 40% mais, e caso perguntem que música você escutou no local, não irá se lembrar. Devemos lembrar que as vezes isso pode-se mostrar como uma aparência digna de uma seita, em que possuem as vezes uma forma hierárquica piramidal, onde o representante está no alto, uma boa técnica de lavagem cerebral é alterar a alimentação, fazer usarem roupas parecidas, afastar família e amigos e repetir a mesma informação várias vezes, assim iria teoricamente funcionar como uma lavagem cerebral,
O líder também deve ser observado, no país é comum os pastores aproveitadores, mas também algumas vezes é a posição de algum fanático que supostamente acredita que possui a verdade universal e que não existem outras fora essa, sempre possuem as vezes graves problemas psicológicos ou sexuais. Entretanto é sempre mais fácil pessoas vulneráveis serem atraídos por esse tipo de seita, mas sempre são manipulados em grupo, pois um ser guando se está em grupo não pensa mais intelectualmente, mas emotivamente, e também acredita sempre que o líder possui um amor incondicional por ele, uma ilusão. Os fatores de vulnerabilidade de participantes dessas seitas estão resumidos em três características que aparecem como uma constante através de numerosas entrevistas: em primeiro, um elevado nível de angústia e depressão, isto se deve geralmente à perda de um familiar, parceiro ou o trabalho. Em segundo lugar, uma família que não funciona: o 95% dos jovens que ingressaram em uma seita padecem da chamada síndrome de ausência do pai, que não necessariamente indica sua ausência física por falecimento ou abandono, mas a falta de autoridade e as responsabilidades de pai. Em terceiro lugar, a solidão. No momento em que foram captados pelas seitas, os jovens estavam isolados do grupo ao que pertenciam socialmente.
Agora um vídeo explicando como ser líder de uma seita:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens: 212
Data de inscrição: 08/11/2011
Idade: 24
Localização: João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum