ENNS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Qui Fev 16, 2012 11:14 pm

Enns são a denominação concedida a determinadas frases ou expressões transformados em mantras por demonólatras e utilizados em evocações e invocações. Há muito sendo dito por aí a respeito deles,seus diversos usos e resultados espetaculares,quando na verdade sabemos muito pouco sobre eles.
Eu mesmo já tive algumas aventuras com enns no passado,mas não foram de todo resultado nem nada exagerado como dizem por aí.

A verdade é que os Enns só apareceram em um local, o "The Complete Book of Demonolatry" da autora S. Connolly, cabeça de uma ordem de satanistas demonólatras. Não há pesquisas sérias ou fontes confiáveis sobre eles com exceção deste livro e de seus usos na goétia demonolatra (da mesma autora).
Os mantras serviriam para invocar ou evocar aspectos do Demonio,conforme a intenção. Atrairia para si,como se clamasse pelo nome do mesmo em sua língua nativa,honrando-o com uma frase em seu idioma natural demoníaco (isso claro,em teoria. Há o risco de ser tudo invenção da autora e nada dar certo - testem por si mesmos).

Tais mantras seriam o resultado de uma combinação de línguas arcaicas como Aramaico,grego,Latim misturado com Enochiano. E seriam algo bem próximo as chaves enochianas (pra qual não existem gramática ou fonética fixa,muito menos um livro ensinando como são as pronuncias corretas,ou seja,quase que uma furada total).

Mas eles existem e são adptáveis a rituais caso sejam comprovados úteis pelo magista em questão,aplicáveis a vários rituais ou como mantras de meditação (claro,para demonólatras e com suas entidades de trabalho).

Não coloquei este post na goétia obviamente,porque ele trata de demonolatria. Os Enns apesar de serem constantemente relacionados ao sistema goético NÂO são parte do mesmo,nem possuem sequer relação. Foram meramente adaptados para a ritualística do mesmo e o trabalho com as entidades listadas na chave menor de salomão. Algumas pessoas pensaram em substituir ritos inteiros por meras recitações destes mantras ao invés de utiliza-los como ferramentas... obviamente não obtiveram sucesso devido em suas intenções.

Tradução de alguns ENNS
Astr - Ashtaroth
Et - e
Fubin - A chama
Ganic - O fogo
Geana - Misterio
Jadan - Agua
Hesta - Maldição
Hoet - Nosso
Lanire - Lar
Lirach -Terra
Naca - Circulo/Anel
Par - a ti
Renich - Ar
Roroth - Traga a mim
Tasa - Proteja
Uberaca Biasa Icar - O céu que nos cerca
Vefa - este
Wellc - Solo
Withar - Descoberta




_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Qui Fev 16, 2012 11:15 pm

ENNS da Goétia

Bael –
Ayer Secore On Ca Ba'al
[Ah-yer she-core on ka Bah-al]

Agares –
Rean ganen ayar da Agares
[Ree-an gah-nen a-ya da Ah-gay-res]

Vassago –
Keyan vefa jedan tasa Vassago
[Keh-yan veh-fa yay-den Vass-ah-go]

Samigina (also Gamigin) –
Esta ta et tasa Gamigin
[Es-tah tah et tah-sa Gam-eh-geh-in]

Marbas –
Renich tasa uberace biasa icar Marbas
[Ren-ich tah-sa ubur-ak-a buy-ass-a ick-r Mar-bas]

Valefor –
Keyman vefa tasa Valefor
[Key-man veh-fa tah-sa Val-ef-r]

Amon –
Avage Secore Amon ninan
[Ah-vah-jay she-core Ah-mun neh-nah-en]

Barbatos –
Eveta fubin Barbatos
[Ev-ee-tah fu-bin Bar-bah-tos]

Paimon –
Linan tasa jedan Paimon
[Lin-an tah-sa yay-den Pay-eh-mon]

Buer –
Erato on ca Buer anon
[Eh-rat-oh on ka Bu-er ah-non]

Gusion –
Secore vesa anet Gusion
[Seh-core veh-sa ah-net Goo-ci-on

Sitri –
Lirach Alora vefa Sitri
{lir-atch all-o-rah veh-fa Sit-ree]

Beleth –
Lirach tasa vefa wehl Beleth
[Lir-atch tah-sa veh-fa Bel-eth]

Leraje (also Leraikha) –
Caymen vefa Leraje
[Kay-men veh-fa Ler-ah-jay]

Eligos –
Jedan on ca Eligos inan
[Yay-den on ka Ee-lig-os eh-nan]

Zepar –
Lyan Ramec catya Zepar
[Lie-an rah-mek kat-yah Zeh-par]

Botis –
Jedan hoesta noc ra Botis
[Yay-den hoe-stah nok ra Boat-is]

Bathin –
Dyen Pretore on ca Bathin
[Deh-yen pree-tor on ka Bath-in]

Sallos (also Saleos) –
Serena Alora Sallos Aken
[Sir-ee-nah all-o-rah Sah-el-os ack-en]

Purson –
Ana jecore on ca Purson
[Ah-na ya-core on ka Pur-son]

Marax (also Narax) –
Kaymen Vefa Marax
[Kay-men veh-fa Mar-ex]

Ipos –
Desa an Ipos Ayer
[Dey-sa an Ip-os ah-yer]

Aim –
Ayer avage secore Aim
[Ah-yer ah-vah-jay seh-core A-im]

Naberius –
Eyan tasa volocur Naberius
[Eh-yan tah-sa vol-o-cur Nah-ber-us]

Glasya-Labolas –
Elan tepar secore on ca Glasya-Lobolas
[E-lan the-par seh-core on ka Glass-ya-Lobo-las]

Bune (also Bime) –
Wehl melan avage Bune Tasa
[Weh-el meh-lan ah-vah-jay Bue-en tah-sa]

Ronove –
Kaymen vefa Ronove
[Kay-men veh-fa Row-no-vee]

Berith –
Hoath redar ganabal Berith
[Hoe-ath re-dar gah-nah-bell Ber-ith]

Astaroth –
Tasa Alora Foren Astaroth
[Tah-sa All-o-rah four-en Ass-tar-oth]

Forneus –
Senan okat ena Forneus ayer
[Sen-an oh-kat eh-na Four-nee-us ah-yer]

Foras –
Kaymen vefa Foras
[Kay-men veh-fa Four-as]

Asmoday –
Ayer avage Aloren Asmoday aken
[Ah-yer ah-vah-jay As-mo-day ack-en]

Gaap –
Deyan Anay Tasa Gaap
[Dey-ahn ah-nay tah-sa Gah-ap]

Furfur –
Ganen menach tasa Furfur
[Gah-nen men-ack tah-sa Four-four]

Marchosias –
Es na ayer Marchosias Secore
[Es na ah-yer Mar-chi-os-ee-as seh-core]

Stolas (also Stolos) –
Stolos Ramec viasa on ca
[Stow-los rah-mek vie-ass-a on ka]

Phenex (also Pheynix) –
Ef enay Phenex ayer
[Ef eh-nay Fen-ex ah-yer]

Halphas –
Erato Halphas on ca secore
[Eh-rat-oh Hal-fas on ka seh-core]

Malphas–
Lirach tasa Malphas ayer
[Lir-atch tah-sa Mal-fas ah-yer]

Raum –
Furca na alle laris Raum
[Fur-ka na ah-lee lah-ris Rah-oom]

Focalor –
En Jedan on ca Focalor
[En Yey-dan on ka Fo-kah-lor]

Vepar –
On ca Vepar Ag Na
[On ka Veh-par ag na]

Sabnock –
Tasa Sabnock on ca Lirach
[Tah-sa Sab-nok on ka lir-atch]

Shax –
Ayer Avage Shax aken
[Ah-yer ah-vah-jay Sha-ex ack-en]

Vine –
Eyesta nas Vine ca laris
[I-es-tah nah-es Vie-en ka lah-ris]

Bifrons –
Avage secore Bifrons remie tasa
[Ah-vah-jay seh-core Bif-rons ray-me tah-sa]

Uvall (also Vual or Voval) –
As ana nany on ca Uvall
[Ass an-ah nah-nee on ka Uh-val]

Haagenti –
Haaventi on ca Lirach
[Hah-ven-tee on ka lir-atch]

Crocell –
Jedan tasa Crocell on ca
[Yey-dan tah-sa Kro-kell on ka]

Furcas –
Secore on ca Furcas remie
[Seh-core on ka Fur-kas ray-me]

Balam –
Lirach tasa vefa wehl Balam
[Lir-atch tah-sa veh-fa weh-el Bah-lam]

Alloces –
Typan efna Alloces met tasa
[Tye-pan ef-nah Al-oh-sees meh-t tah-sa]

Camio (also Caim) –
Tasa on ca Caim renich
[Tah-sa on ka Kay-em ren-ich]

Murmur (also Murmus)-
Vefa mena Murmur ayer
[Veh-fa men-ah Mer-mer ah-yer]

Orobas –
Jedan tasa hoet naca Orobas
[Yey-dan tah-sa hoe-t nah-ka Oh-ro-bas

Gremory (also Gemory or Gamori) –
An tasa shi Gremory on ca
[An tah-sa she Gra-more-ee on ka]

Ose (also Voso or Oso) –
Ayer serpente Ose
[Ah-yer ser-pent-eh Oh-see]

Amy (also Avnas) –
Tu Fubin Amy secore
[Too fu-bin Aim-ee seh-core]

Oriax (also Orias) –
Lirach mena Orias Anay na
[Lir-atch men-ah Or-ee-ass ah-nay na]

Vapula (also Naphula) –
Renich secore Vapula typan
[Ren-ich seh-core Vap-uh-lah tye-pan]

Zagan –
Anay on ca secore Zagan tasa
[Ah-nay on ka seh-core Zah-gan tah-sa]

Volac (also Valak, Valac, or Valu)–
Avage Secore on ca Volac
[Ah-vah-jay seh-core on ka Vol-ak]

Andras –
Entey ama Andras anay
[En-tee ah-ma And-ras ah-nay]

Haures (also Flauros, Haurus, or Havres) –
Ganic tasa fubin Flauros
[Gahn-ich tah-sa fu-bin Fla-ree-os]

Andrealphus –
Mena Andrealphus tasa ramec ayer
[Men-ah And-reel-fus tah-sa rah-mek ah-yer]

Cimejes (also Cimeies or Kimaris) –
Ayer avage secore Cimejes
[Ah-yer ah-vah-jay seh-core Ki-meh-jes]

Amdusias (also Amdukias)–
Denyen valocur avage secore Amdusias
[Den-yen val-o-cur ah-vah-jay seh-core Am-dus-eh-ass]

Belial –
Lirach Tasa Vefa Wehl Belial
[Lir-atch tah-sa veh-fa weh-el Bee-lee-el]

Decarabia –
Hoesta noc ra Decarabia secore
[Hoe-strah nok rah Dee-kara-bee-ah seh-core]

Seere (also Sear or Seir) –
Jeden et Renich Seere tu tasa
[Yey-den et ren-ich See-er too tah-sa]

Dantalion –
Avage ayer Dantalion on ca
[Ah-vah-jay ah-yer Dan-tah-lee-on on ka]

Andromalius –
Tasa fubin Andromalius on ca
[Tah-sa fu-bin And-ro-mal-ee-us on ka]

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Qui Fev 16, 2012 11:15 pm

ENNS das 9 divindades

Satan -
Tasa reme laris Satan - Ave Satanis
[Tah-sa ray-me lah-ris Seyt-n - Ah-vay Sey-tan-is]

Lucifer -
Renich Tasa Uberaca Biasa Icar Lucifer
[Ren-ich tah-sa ubur-ak-a buy-ass-a ick-r Loo-sif-er]

Flereous -
Ganic Tasa Fubin Flereous
[Gahn-ich tah-sa fu-bin Flare-e-us]

Leviathan -
Jaden Tasa Hoet Naca Leviathan
[Yay-den tah-sa hoe-t nah-ka Li-via-thon]

Belial -
Lirach Tasa Vefa Wehlc Belial
[Lir-atch tah-sa veh-fa weh-lik Bee-lee-L]

Verrine -
Elan Typan Verrine
[E-lan tye-pan Veh-rin]

Amducious -
Denyen valocur avage secore Amducious
[Den-yen val-o-cur a-vah-jay se-core Am-duce-e-us]

Unsere -
Unsere tasa lirach on ca ayar
[Un-zer tah-sa lir-atch on ka a-yar]

Eurynomous -
Ayar Secore on ca Eurynomous
[A-yar se-core on ka U-re-no-mus].

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Qui Fev 16, 2012 11:17 pm

ENNS das Hierarquias Demoníacas:
Family 1

Satan –
Tasa reme laris Satan - Ave Satanis
[Tah-sa ray-me lah-ris Satan - Ah-vay Sey-tan-is]

Unsere –
Unsere tasa lirach on ca ayar
[Un-zer tah-sa lir-atch on ka a-yar]

Satanchia –
Furca na alle laris Satanchia
[Fur-ka na ah-lee lah-ris Seyt-n-chi-ah]

Agaliarept –
On ca Agaliarept agna
[On ka Ag-a-lee-a-rep-t ag-nah]

Lucifage –
Eyen tasa valocur Lucifuge Rofocale
[Eh-yen tah-sa val-o-cur Loo-sif-uge Row-fo-kal]

Flereous –
Ganic Tasa Fubin Flereous
[Gahn-ich tah-sa fu-bin Flare-e-us]

Lucifer –
Renich Tasa Uberaca Biasa Icar Lucifer
[Ren-ich tah-sa ubur-ak-a buy-ass-a ick-r Loo-sif-er]

Beelzebuth –
Adey vocar avage Beelzebuth
[A-day vo-kar ah-vah-jay Bee-L-zee-buth]

Belphegore –
Lyan Ramec Catya Ganen Belphegore
[Lie-an Rah-mek Kat-yah Gah-nen Bel-fah-gor]

Mesphito –
Mesphito ramec viasa on ca
[Mess-fee-toe rah-mek vie-ass-a on ka]

Delepitore -
Deyen pretore ramec Delepitore on ca
[Deh-yen pree-tor rah-mek Del-ep-eh-tor on ka]

Belial –
Lirach Tasa Vefa Wehlc Belial
[Lir-atch tah-sa veh-fa weh-lik Bee-lee-L]

Family 2

Luithian –
Deyan anay tasa Luithian
[Dey-ahn ah-nay tah-sa Loo-thi-en]

Leviathan –
Jaden Tasa Hoet Naca Leviathan
[Yay-den tah-sa hoe-t nah-ka Li-via-thon]

Sonnelion –
Ayer Serpente Sonnillion
[Ah-yer Ser-pent-eh Sun-ill-eye-on]

Family 3

Abbadon –
Es na ayer Abbadon avage
[Es na ah-yer Ab-ah-don ah-vah-jay]

Ammon –
Avage Secore Ammon ninan
[Ah-vah-jay Seh-core Ah-mun neh-nah-en]

Mammon –
Tasa Mammon on ca lirach
[Tah-sa Mah-mun on ka lir-atch]

Family 4

Rosier –
Serena Alora Rosier Aken
[Sir-ee-nah All-o-rah Row-zee-er Ack-en]

Astarte –
Serena Alora Astarte Aken
[Sir-ee-nah All-o-rah Ass-tar-teh Ack-en]

Ashtaroth –
Tasa Alora foren Ashtaroth
[Tah-sa All-o-rah four-en Ash-tar-oth]

Astarot –
Serena Alora Astartot Aken
[Sir-ee-nah All-o-rah Ass-tar-ot Ack-en]

Amducious –
Denyen valocur avage secore Amducious
[Den-yen val-o-cur a-vah-jay seh-core Am-duce-e-us]

Asmodeus –
Ayer avage Aloren Asmodeus aken
[Ah-yer ah-vah-jay All-or-en Ass-mode-ee-us ack-en]

Family 5

Eurynomous –
Ayar Secore on ca Eurynomous
[A-yar se-core on ka U-re-no-mus]

Balberith –
Avage Secore on ca Baalberith
[Ah-vah-jay Se-core on ka Baa-el-bear-ith]

Babeal –
Alan Secore on ca Babeal
[Ah-lan Seh-core on ka Ba-bee-al]

Family 6

Verrine –
Elan Typan Verrine
[E-lan tye-pan Veh-rin]

Verrier –
Elit Rayesta Verrier
[Eh-lit Ray-es-tah Veh-ree-er]

Ronwe –
Kaymen Vefa Ronwe
[Kay-men Veh-fa Ron-weh]

Family 7

Svengali –
Desa on Svengali ayer
[Dey-sa on Sfen-gah-lee ah-yer]

Tezrian –
Ezyr ramec ganen Tezrian
[Ez-yer rah-mek gah-nen Tez-ree-en]

Family 8

Asafoetida –
Asana nanay on ca Asafoetida
[Ass-an-ah nah-nay on ka Ass-ah-foe-tee-dah]

Rashoon –
Taran Rashoon nanay
[Tah-rah-en Rah-shoo-en nah-nay]

Taroon –
Taroon an ca nanay
[Tah-roo-en an ka nah-nay]

Family 9

Berith –
Hoath redar ganabal Berith
[Hoe-ath re-dar gah-nah-bell Bear-ith]

Agares –
Rean ganen ayar da Agares
[Ree-an gah-nen a-yar da Ag-ah-res]

Abigor –
Aylan Abigor tasa uan on ca
[Aye-lan Ab-eh-gor tah-sa uh-an on ka]

Lillith –
Renich viasa avage Lillith lirach
[Ren-ich vie-ass-a ah-vah-jay Lill-ith lir-atch].

(Créditos:http://magikana.blogspot.com/2008/09/family-1-satan-tasa-reme-laris-satan.html)

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrécia em Qui Fev 16, 2012 11:58 pm

Só para cargo de curiosidade. Apesar de algumas mínimas palavrinhas parecidas, isso NÃO É ENOCHIANO.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Andarilho do Horizonte em Sex Fev 17, 2012 12:36 am

Se eu bem entendi, a tia autora do livro disse que esse é o idioma infernal ( altamente suspeito).

Bem, de qualquer forma, acho que quando se trata de espíritos, a lingua é um fator menor, e sim a intenção e seu grau energético.Falar em Marciano pode ser tão útil quanto falar a língua de Adão, se vc não tiver os fatores mencionados anteriormente não adiantará nada!
avatar
Andarilho do Horizonte
Magus

Mensagens : 217
Data de inscrição : 07/12/2011

http://www.reflexosdohorizonte.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Sex Abr 20, 2012 3:21 pm

Ainda assim eu fico meio pé atrás com aquilo que não sei exatamente o que é...

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  MAGGOBRANCO em Sab Abr 21, 2012 10:26 pm

Diabinhos não são o meu tema principal, mas está fantástico esse tópico, Cherto!!! Muito interessante mesmo!!!

_________________
"As plantas que mais dão flores são as que mais tem os galhos arrancados..."


Maggobranco
avatar
MAGGOBRANCO
Moderador

Dragão Mensagens : 323
Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 76
Localização : Dream's Valley

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Seg Abr 23, 2012 5:29 pm

Recentemente andei lendo algumas "formulas mágikas" utilizadas por ordens satanistas atuais que me passaram mais confiança por terem suas origens explicadas e racionalizadas em cima de expressões e frases em Hebraico.

Achei bem mais confiáveis que os "enns" sem explicação.

Mas confiaveis ou não, muita gente diz te-los utilizados em meditações e com diversos usos "invocatorios". Seria quase como um numero de "celular". Vc fica chamando até que a energia envolvida atenda o chamado.

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Richard Wizard em Qua Ago 01, 2012 1:14 am

Chertograd Daemon escreveu:Recentemente andei lendo algumas "formulas mágikas" utilizadas por ordens satanistas atuais que me passaram mais confiança por terem suas origens explicadas e racionalizadas em cima de expressões e frases em Hebraico.

Achei bem mais confiáveis que os "enns" sem explicação.

Mas confiaveis ou não, muita gente diz te-los utilizados em meditações e com diversos usos "invocatorios". Seria quase como um numero de "celular". Vc fica chamando até que a energia envolvida atenda o chamado.



Pois é, pelo que eu entendo acerca do Enn, seriam apenas palavras, que formam algo com o intuito de vibrar ou entrar em algum tipo de frequência. Voltando para outro ramo filosófico do hinduísmo, existe a questão do OM, como mantra principal, que signfica o aspecto universal e o aspecto sonoro do absoluto. Biblicamente, eu poderia dizer sobre, o verbo, que se fez carne, no caso, palavras proferidas por deus. Em meditações, seria uma boa escolha saber usar o enn, e também, onde usar, com qual finalidade e intuito. O post ta ótimo e bem claro, essas minhas poucas palavras não definirão o que seria o enn, porém, cada um use conforme sua convicção. De um modo geral, o enn seria uma forma de unir-se com o invisível, por meio do som que tem o potencial de criar e vibrar. Abraços! Twisted Evil
avatar
Richard Wizard
Moderador

Mensagens : 127
Data de inscrição : 16/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Andarilho do Horizonte em Dom Out 21, 2012 1:33 am

Richard Wizard escreveu:
Chertograd Daemon escreveu:Recentemente andei lendo algumas "formulas mágikas" utilizadas por ordens satanistas atuais que me passaram mais confiança por terem suas origens explicadas e racionalizadas em cima de expressões e frases em Hebraico.

Achei bem mais confiáveis que os "enns" sem explicação.

Mas confiaveis ou não, muita gente diz te-los utilizados em meditações e com diversos usos "invocatorios". Seria quase como um numero de "celular". Vc fica chamando até que a energia envolvida atenda o chamado.



Pois é, pelo que eu entendo acerca do Enn, seriam apenas palavras, que formam algo com o intuito de vibrar ou entrar em algum tipo de frequência. Voltando para outro ramo filosófico do hinduísmo, existe a questão do OM, como mantra principal, que signfica o aspecto universal e o aspecto sonoro do absoluto. Biblicamente, eu poderia dizer sobre, o verbo, que se fez carne, no caso, palavras proferidas por deus. Em meditações, seria uma boa escolha saber usar o enn, e também, onde usar, com qual finalidade e intuito. O post ta ótimo e bem claro, essas minhas poucas palavras não definirão o que seria o enn, porém, cada um use conforme sua convicção. De um modo geral, o enn seria uma forma de unir-se com o invisível, por meio do som que tem o potencial de criar e vibrar. Abraços! Twisted Evil

Richard, pelo pouco que entendo de idiomas, usá-lo vai te aproximar, histórica e culturalmente aos cultos originais das entidades trabalhadas, reafirmando sua dedicação e empenho em relação a entidade e invocando na sua mente a atmosfera dos tempos áureos do sacerdócio ou culto do ser em si. Podemos usar como exemplo os egípcios farao

Porém, vamos concordar, ninguém tem tempo livre e nem verba pra aprender uma língua diferente a cada tipo de entidade que for trabalhar, especialmente pesquisadores dedicados a uma grande gama de entidades, ao invés do culto de um panteão específico. logo, usar outros elementos, como as ferramentas mágicas e toda uma evocação da atmosfera (ambiente, músicas, vestimentas) será a muleta que cobrirá a lacuna que a língua deixa, e a entidade corresponderá da mesma forma.

Já o caso dos mantras é completamente diferente, mantras são vocalizações usadas pra vibrar seu próprio ser para o rompimento de barreiras energéticas interiores e não apenas para evocar uma força externa, não consegue-se a mesma coisa q citei acima colocando um mantra pra tocar no seu pc, vc PRECISA vocalizá-lo, ou estará perdendo tempo. Diferente tb das taras do budismo, que são mantras mas podem ser interiorizados quando vocalizados por um monge.
avatar
Andarilho do Horizonte
Magus

Mensagens : 217
Data de inscrição : 07/12/2011

http://www.reflexosdohorizonte.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Richard Wizard em Dom Out 21, 2012 10:01 pm

O mantra em si, Andarilho, não está apenas relacionado, a forma íntima do seu deus interior, e o encontro com o indivíduo em si. Claro, que um dos princípios seria este. No intuito de quebrar, unir, absorver, e extrair do corpo energias, e vibrar, entoar palavras, e sons, para se encontrar com a energia, tanto interna, como externa. O que eu quis dizer foi que, através dos mantras, o ser se encontra, com uma energia externa, seja ela universal, ou particular. E não necessariamente o mantra, mas a união, e a meditação nas próprias palavras, que em si, já tem um enorme poder, cantada ou proferida. E vale salientar, que qualquer tipo de palavra vocalizada, seja entoada, ou até mesmo da forma mais simples, você termina vibrando.
avatar
Richard Wizard
Moderador

Mensagens : 127
Data de inscrição : 16/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Enns e linguística,

Mensagem  deletado em Sex Nov 02, 2012 3:05 pm

Basicamente, os Enn's são alguma criação moderna, ou um pequeno "vocabulário" para invocações, baseados em fragmentos de outros idiomas.
Já fiz e continuo usando os Enn's. Inicialmente eu apenas os imbuí nos meus rituais, assim como fiz com INÚMEROS outros fatores e, muitos deles, fui retirando por não ter visto nenhuma alteração significativa nos Ritos.

Posso dizer que os Enn's funcionaram pra mim e continuam funcionando.

Porém, se fosse algo realmente mais "velhinho", teríamos algum Grimorio pelo menos medieval falando sobre o assunto.
Alguns Demonólotras (de um site em inglês bem interessante onde também têm a lista passada pelo Cherto), afirma em um de seus arquivos em PDF que os Enn's foram encontrados pela primeira vez em um Grimório no ano de "mil seiscentos e alguma coisa"(eu não lembro a data e nem o nome do grimório), porém, depois de procurar muito sobre tal grimório tanto em português quanto em inglês, nada fora achado, nem mesmo alguma citação sobre o tal grimório (sem dizer que o satanismo e a demonolatria são bem mais recentes, mesmo que muitos Demonólotras afirmem que os Demônios são na verdade Deuses antigos). Portanto, eu os uso, mas tenho plena consciência que é um advento recente, o que não me incomoda, pois além de ser simples, os Enn's se mostraram muito úteis nos meus rituais.

Se isso se deve ao fato de me permitir acessar algum poder por conter um forte simbolismo para minha mente ou se de fato essas frases invocatórias possuem algumas chaves de poderes antigos, como vibrações específicas, o que importa é que me agradam e funcionam.

Mas não acredito que qualquer um possa usar e se beneficiar, como se realmente fosse um "numero de celular", pois muita gente pode apontar a faquinha de rocambole pro alto e gritar os Enn's e chamar o quanto quiser: nada vai ocorrer, sem dizer que em muitos casos, esses coitados conseguem com que outras entidades ou espíritos atendam seu chamado e fiquem drenando ou perturbando sua vida, bem como atrair um círculo negativo feito pelo próprio medo do coitado que acaba por atrair energias negativas para a sua própria.

A mesma idéia é sobre o Enochiano, embora quem tenha alegado tê-lo recebido foi o mago John Dee, mesmo que linguisiticamente seja inviável por ter semelhanças demais com o próprio inglês, mas até aí é passível de debate. No caso, prefiro ver o uso prático da coisa, pois mesmo criações ritualísticas novas podem possuir grande poder, assim como inspirações dadas em rituais que se pode alegar tanto um acesso á sensibilidade do espírito, da mente ou ainda um contato com seu Daemon pessoal, anjo da guarda, variadas entidades ou dos próprios Deuses (o que normalmente ocorre quando se escreve algo para a prórpia divindade ou como se a prórpia divindade falasse).

No final, acho que é um pouco de cada coisa.
Contestar faz parte daqueles que possuem um espírito incandescente, mas querer colocar tudo num "prato científico" é demais pra mim, pois mesmo sendo interessante alguns debates do gênero, resumir tudo como a um tipo de ciência tira a essência da magia em si.

Não que todos devam ser puramente pragmáticos, mas como sou adepto do "caminho do meio", teoria e prática andam juntos e muitas vezes a intuição e o instinto podem passar idéias e práticas que não se encontram em livros (ou até se encontram, mas com dificuldades ou sob óticas diferentes).


Sobre linguística:

Acredito que além do que escrevi, como disseram os colegas acima, a "língua nativa" em um ritual possui chaves e conexões com o poder de origem.
Nada impede de se fazer uma invocação na sua lingua, mas ter algumas conexões com a língua nativa, ou com nome de lugares, poderes e faces, costuma ter grande eficiência.

Palavras possuem poder, principalmente quando é imbuído de poder durante séculos e/ou quando é usado e acreditado por muitas pessoas. E isso pode ser claro como você dizer a palavra SATÃ na frente de pessoas comuns, pois mesmo ateus irão sentir algo negativo se forem pegos de surpresa. E sabemos que Shaitan não era o vilão historicamente, mas veio a se tornar, configurando na mente e espírito das pessoas ignorantes MEDO. Se esse medo é por medo de si mesmo ou de seus desejos, por causa de suas dificuldades ou pelo poder de mostrar quem você realmente é (afinal, ele é o Opositor de todas as coisas, principalmente de você mesmo), não importa na realidade, pois o efeito comum é conhecido.

Mas quando seu símbolo é compreendido e não causa medo em que está trabalhando com tal energia, ela é acessada num outro nível, acima do nível comum e, portanto, não estaria mais causando tal impacto á nível ritualístico (não sei se fui claro nessa parte).

O idioma é MUITO importante, não apenas como uma ferramenta mundana e substituível pelo nosso próprio poder, mas uma ferramenta primordial ao meu ver, pois isso permite uma conexão com o poder em si, além de demonstrar respeito e dedicação para com a história daquele poder podendo garantir uma conexão superior.
Esse tipo de atitude nos deixa mais próximo da fonte daquele poder, seja de entidades menores a Deuses.

Mas essa é minha visão e experiência, sintam-se livres para discordar ou para somar.

No mais, bom tópico Cherto, pois é um assunto muito interessante, principalmente contendo algo sobre linguística.

Abs

deletado
Magus

Mensagens : 201
Data de inscrição : 25/10/2012
Localização : nao interessa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Lucrezia Rottenstern em Sex Nov 02, 2012 4:21 pm

Shamash

Eu respeito quem utiliza os ENNS, mas o que me incmodou e me fez ficar com o pé atrás doi o fato deles terem sido criados e divulgados pela Joy of Satan, um grupo de conhecidos charlatões dos EUA. Essa historia de "achamos em um grimoire" foi apenas conversa daMadame Maxine para conseguir divulgar sua obra. E deu certo.

Eu desaconselho, mas não é algo tão absurdo. Quem sabe nisso eles não tenham acertado?Nas descrições dos demônios eles detonaram. Colocaram todos se manifestando com formas angelicais, algo meio "pop". Sò pra dar fama mesmo.

_________________
Diabo velho vou arrancar seu chifre, vou cortar teu rabo e dar para Exú comer. Da sua língua vou fazer um chicote, para dar nas costas de quem fala mal de mim. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Fala mal de mim, mas não fala por detrás. Ô pega ela Exú, pela ela Satanás.
avatar
Lucrezia Rottenstern
Administrador
Administrador

Macaco Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/03/2010
Idade : 96
Localização : Iceland

Voltar ao Topo Ir em baixo

ahhahahah

Mensagem  deletado em Sex Nov 02, 2012 4:31 pm

Eu vi as descrições dos Demônios e todas são ridicularmente horríveis.

Não num sentido estético apenas, mas absurdas e improváveis.
Sendo que a Maxine descreve todos como se ela fosse o próprio Salomão, sob a mesma perspectiva de poder (mesmo que salomão seja fantasioso rs).

Sendo que ela altera toas as correspondências do original.

Sei que os Enn's são algo moderno, mas ao menos gosto de usá-los, pois me têm dado resultados.

Enfim, os Enn's não são nada de mais e duvido que sejam uma língua infernal e muito menos um "número de celular".
Só acho que sejam boas palavras para se vibrar ante cada invocação e tem dado certo.

deletado
Magus

Mensagens : 201
Data de inscrição : 25/10/2012
Localização : nao interessa

Voltar ao Topo Ir em baixo

fazendo um teste,

Mensagem  deletado em Qui Nov 15, 2012 6:05 pm

retirei os Enn's dos meus ritos e estou vendo se é apenas o ato de "vibrar" que torna o ato mais poderoso ao invés da palavra em si.
Já coletei e continuo coletando materiais para o próximo rito.
Quando tiver resultados venho aqui Wink
abs

deletado
Magus

Mensagens : 201
Data de inscrição : 25/10/2012
Localização : nao interessa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  L.M em Qua Fev 20, 2013 2:27 am

Talvez o poder desses ENNS residem apenas no impacto psicológico que eles podem causar ao Magista.
É lógico que esses ENNS não constituem uma língua infernal. Mas por que não ultilizar essa crença em nossos rituais? Que mal isso pode fazer?
Para mim o mais importante são os resultados. A autora pode ter inventado toda essa história de que os ENNS são um idioma demoniaco e que um grimório antiguissimo já mencionava tal língua, provavelmente para dar mais credibilidade ao seu invento (ou descoberta). Mas embora isso não seja real, os resultados obtidos através desses mantras podem ser reais e factuais.
Os ENNS são uma ótima ferramenta de apelo emocional e psicológico que podem trazer resultados favoráveis para aqueles que souberem usar.
Só não podemos esqueçer de que a magia não vem de "palavras mágicas" mas sim do Mago. Somos nós que fazemos a mágika funcionar.

L.M
Novato
Novato

Mensagens : 4
Data de inscrição : 15/02/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

bem,

Mensagem  deletado em Qua Fev 20, 2013 7:53 am

Os Enns se originaram na JoS (Joy of Satan), cuja organização é muito comercial e pra lá de suspeita.

Se vc conseguiu "carregar" os Enns e os colocou como chave para acessar certos poderes, claro que funcionará, assim como qualquer outras palavras que você use.

Mas acredito que não é só o "estado psicológico" de quem esteja praticando, acredito que seja muito além disso e que palavras sim, contenham poder.

abs

deletado
Magus

Mensagens : 201
Data de inscrição : 25/10/2012
Localização : nao interessa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Ruishalm Calamar Matzukan em Ter Mar 18, 2014 7:32 pm

magus sendo hater...pra variar xD
avatar
Ruishalm Calamar Matzukan
Sábio

Cobra Mensagens : 93
Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : Sorocaba - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ENNS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum