Compêndio de Entidades

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Compêndio de Entidades

Mensagem  Dirge em Sex Dez 09, 2011 3:57 pm

Bom, criei esse post para ajudar os iniciados e esclarecer algumas coisas. Tirei de alguns livros q tenho aqui.

AQUELES QUE PUDEREM ME AJUDAR CORRIJINDO OU ADD NOVAS ENTIDADES EU AGRADEÇO.


Deuses

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidades espirituais de grande poder;criadas através de séculos de adoração pela Vontade e Crença de uma cultura ou sociedade.


Anjo

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual dedicada ao serviço da ordem, á obra cósmica; é uma ‘’inteligência original’’. São dogmáticos.São organizados em 9 categorias, Serafins, Querubins, Tronos, Dominações, Virtudes, Poderes, Principados, Arcanjos e Anjos, sendo a última a mais numerosa. Conhecidos por aconselhar da maneira certa através de atos. Cada categoria é regida por um único príncipe.


Demônio

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual dedicada ao serviço do caos e das trevas; é uma inteligência original oposta. São pragmáticos.São divididos, no sistema goétio, em 7 categorias, Presidente, Cavaleiros, Prelados, Condes Duques, Marqueses e Reis, mais a adicional "Legionário". Podem ser vistos como "sombras", quando estão presentes.


OBS: NÃO LEVEM TOTALMENTE AO PÉ DA LETRA. NEM SEMPRE ANJOS SÃO BONZINHOS E DEMÔNIOS MAUS.


Elemental

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual formada de um único elemento da natureza, e a este atada.


Espírito Planetário

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual formada das qualidades de um único astro celeste, e a este atada.


Elemental Artificial: O mesmo que Elemental, mas criado pela mente humana, muitas vezes inconscientemente. Pode ser benéfico ou maléfico.


Familiar; Familiá

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual que pode ser de grande variedade, desde ‘’espírito’’ de um antepassado, aprisionado por meios mágickos, até seu ‘’cascarão’’ avivado magicamente, com uso de uma entidade criada para esse fim. Geralmente serve a uma pessoa, ou a um grupo restrito de pessoas.


Homúnculo

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual criada por um indivíduo, na forma de ser humano, que tem em si colocadas algumas substâncias materiais num ‘’corpo físico’’ sem funções mágicas. Seu corpo físico pode, porém, ser magicamente animado mediante práticas específicas. Muitas vezes chamado de ‘’Golem’’, que geralmente, utiliza materiais orgânicos em sua execução, até mesmo de origem humana.tendo como abrigo um talismã ou jarro. É criado em um ritual onde o magista despeja algumas gotas de sangue em água consagrada,então sorve a mesma e regurgita em um recipiente previamente preparado. Difere dos golens em diversos aspectos,inclusive o de não possuir corpo físico tangível. São bons serviçais,normalmente sem vontade própria e auxiliam em ritos. São destruídos quando o magista "chama a energia" de volta para si mesmo.
Complemento by: Chertograd


Golem:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Servo astral criado a partir de uma representação física de seu corpo,que é fiel a forma astral. Se a forma física for quebrada,o Golem é automaticamente destruído.
by: Chertograd


Imagem Talismânica

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O mesmo que Homúnculo (quando em forma humanóide) ou Assentamento (quando for de qualquer outro formato).


Assentamento/Igbá/Ibá

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Pote ou receptáculo semelhante, que serve de corpo físico para a entidade criada artificialmente.


Psichogone

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Elementar ou Elemental-artificial criado por meio da Magia Sexual. Não confundir com Íncubos e Súcubos.


Vampiro

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual que suga vitalidades, á força, de seres vivos. Muitas seitas de Magia Negra fazem uso deste tipo de entidade, embora não exclusivamante delas (Kahunas, Quimbanda, etc.).Antigamente, eram conhecidos por serem pessoas que atacavam outros indivíduos, sempre causando um dano a artérias. Quando vistos depois internamente, possuiam os orgãos em perfeito estado e com sangue fresco, mesmo após meses de suas "mortes", vide casos Peter Plogojowitz e Medvegia. Atualmente, podem ser considerados entidades "sugadoras" de energia vital, sendo esta humana ou animal.


Súcubos:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual – vampiro sexual em forma feminina.

Íncubo:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual – vampiro sexual em forma masculina.

OBS: As entidades espirituais vampiros, súcubos e íncubos podem ser criadas conscientemente ou inconscientemente, sendo sempre criações individuais ou grupais que podem agir contra o criador ou terceiros. Mas sempre agem contra alguém. Nunca são benéficos mas prejudiciais, são essas entidades que abitem as Qliphots.


Guardião: Entidade espiritual criada conscientemente por alguém para dar-lhe proteção(ou a terceiros).


Mensageiro: Entidade espiritual que é objetiva dos defeitos, imperfeições, vícios e paixões individuais – é um ‘’demônio espiritual’’ individual. Diferente de Choronzon, que mantem-se incógnito, invisível e caracteriza-se por ser um ''mau-conselheiro’’ ou ‘’Mau Anjo da Guarda’’ (daí vem auqla alegoria ao indivíduo com um anjo pousado em seu ombro direito e um demônio encarapitado em seu ombro esquerdo). A linha que separa Mensageiro de Choronzon é estreita e, muitas vezes, pouco perceptível.


Gênio Protetor (Sagrado Anjo Guardião) : Pode ser um espírito desencarnado, ou mesmo uma inteligência ainda incorpórea, que recebe a missão de aconselhamento e guarda de alguém a partir do nascimento da pessoa. Está próximo durante a infância , distanciando-se conforme a pessoa vai ficando mais velha; em geral, afasta-se durante a adolescência, mas sempre retorna quando a pessoa busca por ele.


Espírito Zodiacal: Entidade espiritual formada de qualidades intrínsecas de um único signo ou grau do zodíaco celeste e a ele atada.


Larva

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual criada por fortes emoções de uma pessoa, ou como seu servidor pessoal mágico (quando criado de forma consciente).


Elementar: Entidade espiritual criada pro um indivíduo, como seu serviçal mágico(de forma consciente). Pode ter várias formas e funções, até mesmo ser simbolizado como um desenho ou letras agrupadas (Sigilo). Podem ser Artificiais (criados inconscientemente) ou Fabricados (criados conscientemente)


Sombra

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual que é um tipo complexo de larva.Um ser dominado pelas sombras vai sendo envolvido por elas geralmente até ficar bestializado e completamente submisso. E poucos são os que tem poder para libertar alguém delas. Pois uma sombra não age sozinha, elas são ligadas umas às outras, cada uma representando um sentido da vida, porém atuando de forma negativa.Alguns consideram a possibilidade de serem "fantasmas", com laços de ódio a certos locais ou pessoas, demônios de baixo nível, lide "legionário" este último, etc.



Fantasma

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade espiritual que consiste num cascarão (cadáveres de corpo astral) habitado por um tipo de larva – o que pode ocorrer de forma consciente ou inconsciente, isto é, essa criação pode ser voluntária ou involuntária.Tomam dois modus operandi, podem ser "inteligentes", ou seja, responder com certas respostas a certos estimulos, ou podem ser "residuais", independente de estimulos, sempre fazem os mesmos atos, repetidas vezes, incessavelmente.



Arquétipo

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Os primeiros modelos do Universo são os Arquétipos; são as estruturas psíquicas individuais, capazes de produzir símbolos, imagens e fantasias inerentes ás experiências fundamentais da humanidade. É através dos Arquétipos que é possível, ao individuo, remontar ás fontes do conhecimento.


Poltergeist

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Atos Poltergeist são quando entidades, sendo esta fantasmas, demonios, anjos, elementares, elementais, etc.', afetam o físico, movendo objetos, entre outras, quando há atividade Poltergeist é frequente ocorrer também o EVP, Eletronic Voice Phenomena, ou seja, "vozes desencarnadas".


Domovoi

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Espírito de Casa, Egrégora das moradias, a parte Astral e Mental das residências. Na Polônia costuma-se removê-lo quando se muda.


Santo Católico

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade Egregórica, Imagem Telesmática, criada pelos seus crentes. Aliás, o memso pode ocorrer com as Entidades da Umbanda e Quimbanda, ao ‘’divinizarem’’ alguém; por exemplo, Zé Pelintra.


Kitsune:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Segundo os japoneses são espíritos sábios que assumem a forma de uma raposa, geralmente de 5 ou 9 caudas.São de fato muito sábios, mas potencialmente perigosos. O Kitsune é mestre na arte da troca de favores geralmente favorecendo o seu lado. Existem casos de aprendizes de monges que passam a vida "se ferrando" por conta de acordos com Kitsunes. Quem conseguir adquirir a hoshi no tama de uma pode convercer-la a fazer o que quiser. São divididas em duas categorias, as zenko, que seriam as raposas benevolentes associadas a deusa Inari, e as yako, responsáveis por causar o desentendimento e geralmente possuem objetivos maliciosos. As kitsunes podem ser "tricksters", ou seja, usam-se de truques para convençer algo/alguém, como samurais muito orgulhosos. Algumas vezes, nas lendas, se transformam na forma humana e casam-se com humanos, o relacionamento acaba quando estes descobrem a cauda. Podem causar o efeito fogo-fátuo/will-o'-the-wisp/kistsune-bi.
by: Lucrécia


Tulpa

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidade que, segundo o budismo, é criada através da força do pensamento individual ou coletiva que envolve basicamente meditação e visualização.Assim que formada tem a tendência de matar o(s) criador(es).


Acheri:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Na mitologia hindu, é o espírito de uma menina que, à noite, desce as montanhas e colinas, trazendo doença ao povo, principalmente para as crianças.
by: Neo

Shikigamis

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Segundo a tradição shinto seriam monges de elevado grau espiritual na passagem (quando morrem) tornam-se entidades auxiliadoras de rituais de outros monges.
by: Lucrécia

Oni:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Entidades geralmente "brincalhonas", comparadas aos espíritos brincalhões do kardecismo, que as vezes assumem o papel de "gênios da lâmpada orientais"... o pagamento por esses favores geralmente são desastrosos. Existem sim os Onis agressivos mas geralmente habitam o interior de florestas fechadas e raramente são vistos por magista, uma vez que só os monges possuem o conhecimento de como evoca-los.
Algumas vezes pessoas mortas violentamente durante o percurso no caminho dos mortos recebem "propostas" de onis para se vingarem de seus assassinos, se aceitam se tornam "legiões" do Oni.
by: Lucrécia

Nezumi:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Um espírito em forma de rato que acompanha os ladrões de boa índole para que não fossem pegos.
by: Lucrécia


Ghouls:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Corpos animados, conhecidos por comer cadáveres, comumente classificado como morto-vivo. Na mitologia árabe (na língua árabe, literalmente, significa demônio), sua origem, é um monstro canibal que habita debaixo da terra e outros lugares desabitados. O nome de origem da criatura é الغول (ghūl), significando demônio. O ghoul é uma espécie de gênio diabólico árabe que muda de forma. Geralmente é traduzido para o português brasileiro como carniçal. Resumindo para forma coloquial brasileira seria algo para Zumbi.
Da língua árabe, o termo الغول, "al-ghūl", significa "o ghoul" e seu nome feminino é "ghouleh", enquanto o plural é "ghilan". Ghoul então é o nome de um demônio habitante de desertos que assalta túmulos, bebe sangue, rouba moedas, come cadáveres e que assume a forma de sua última presa. A literatura popular mais antiga que faz referência ao ghoul é As Mil e Uma Noites.
A estrela Algol tem seu nome originário da criatura.


Nefilim

[/color][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Hibrido entre anjos e humanos, no livro de Enoch consta a informação de que houve uma segunda rebelião de anjos, onde 200 anjos liderados por Samyaza desceram no monte armon para tomar as filhas dos homens como esposas, desta união nasceram 3 raças: os gigantes, os nefilins e os Eliouds.

Os gigantes eram seres grandes que sempre nasciam com uma especie de defeito de nascença, uma especie de bulbo que quando pressionado gerava a morte da criatura(o que explica porque Davi mata Golias com uma pedrada na testa) são seres muito grandes e de força fisica descomunal, e segundo o texto eram canibais.

Os nefilins eram os homens de poder, tinham o dom da palavra, quando davam ordens dominavam qualquer ser humano, acredita-se que após o diluvio foi descoberto que eram imortais de espirito, pois Deus disse: "Teus filhos não herdarão nem o Eden e tampouco o Sheol, eles perecerão pela espada." onde acredita-se que ao morrer automaticamente renasciam em outro feto que acabava de ser gerado. O nefilin sempre guarda as lembranças de sua vida passada.


Eliouds

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Os Eliouds eram uma raça parecida com os nefilins, porem tinham uma diferença, quando algum deles morria os outros herdavam suas habilidades, os mesmos entraram em conflito uns contra os outros até existir apenas um(como no filme Highlander e O Confronto). Porém descobriu-se que ao morrer e renascer não guardava as habilidades adquiridas o que demonstrou-se uma enorme chacina de seres semelhantes por nada.
Estipula-se que só exista um hoje em dia no mundo.


Changeling:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Também conhecido como o fenomeno "criança trocada" faz parte do folclore europeu.
Trata-se de uma entidade q assumiria a forma de uma criança, para receber o amor de seus pais.
by: Neo

Servidor:Na magia do caos é uma entidade criada para servir ao magista em determinados assuntos.
by: Neo

Cão Negro

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Os chamados cães negros,são seres espirituais que aparecem em forma semi física sempre perto de algum limite como uma ponte, uma encruzilhada, uma cerca ou cruzamento de trem.
Seus olhos são vermelhos como carvão em brasa, mas apesar de assustadores, não são vistos como maléficos, pois ja ouve casos de pessoas q estavam perdidas, e foram salvas pelos cães q logo depois de ajudarem desaparecem sem nenhuma explicação.
by: Neo

Zumbis:Criaturas sem mente criadas por sacerdotes vodus com má índole. Servem cegamente ao seu "mestre",e são criados a partir de um rito envolvendo ingestão de uma infusão de ervas. Foram popularizados e tiveram seus aspectos aumentados por hollywood.
by: Chertograd

Loas: Entidades do Vodu. Constituem-se de espíritos de falecidos,comparaveis aos "exus" e outras entidades dos cultos afro. Existem várias familias de Loas,cada um com suas características,são governados por Baron e Mama Brigitte.
by: Chertograd


Exus:Entidades presentes na maioria dos cultos afro. Diferem do Exu orixá apresentado no Candomblé. São leais com quem é leal a eles e muito vingativos. Servem de mensageiros entre os orixás e os humanos. Possuem como símbolo um garfo com as laterais quadradas.
by: Chertograd


Cão do inferno

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sempre aparecem ao crepúsculo, eles não necessariamente precisam ser pretos, em alguns relatos eles aparecem em uma forma normal de um cão, em outros sem cabeça, em outros com cabeças humanas.
Eles parecem estar caçando algo, mas o objeto de sua atenção nunca é visto.
Os cães movem-se rapidamente sempre a uma certa distancia dos observadores q frequentemente relatam q sentiram um medo inexplicável e em nenhum momento puderam desviar o olhar da cena.
Em alguns casos nem mesmo os cães são visiveis, só se pode ouvir o q está ocorrendo.
a existencia da caçada é indicada por latidos e ganidos selvagens q se tornam menos altos à medida q a matilha se aproxima, até q apenas um unico cachorro pode ser ouvido.
Conforme a matilha se afasta o volume aumenta até q subitamente cessa.
by: Neo



Jack-in-Irons: Na mitologia inglesa, é um gigante de Yorkshire que assombra estradas isoladas demais ou abandonadas. Ele usa correntes penduradas pelo corpo inteiro, nas quais prende as cabeças de suas vitimas. possui um bastão coberto de cravos, com o qual mata quem transita a região por ele espreitada.



Red Cap, ou Iron Boots: No folclore britanico, trata-se de um tipo maligno de anão, duende ou fada, um assassino que costuma habitar ruinas de castelos ao longo da fronteira entre a Inglaterra e a Escócia, de preferencia lugares que tenham sediado batalhas sangrentas ao longo da historia. Boinas vermelhas são muito perigosos e matam viajantesdesavisados que se aproximam de seus refugios. Precisam matar com frequencia para molhar suas boinas com o sangue de suas vitimas(dai o nome), caso o Red Cap tenha o sangue de sua boina seca, é ele quem morre. São muito rápidos embora carreguem um pesado bastão e ainda botas de ferro. A única maneira de escapar deles é recitar passagens da bíblia, o que os fazem gritar em agonia e desaparecer no ar, deixando pra traz um unico dente.


Gogol: entidade russa, muitas vezes chamadas de demonios do medo, o gogol as vezes é associado ao demônio milenar Gogue, o que é um grande erro, dizem que os Gogols são criaturas diminutas e peludas com presas grandes, que se alimentam do medo das pessoas proximas a ele, diz-se que quem esta no mesmo ambiente que o Gogol ao inspirar sua aura do medo começa a ter alucinações com seus piores medos, como se fossem reais, a mente perde totalmente o controle, e o medo e desespero de suas vitimas alimenta o Gogol e o faz crescer, antigamente estes demonios eram presos em "bonecas russas", aquelas onde tem uma dentro da outra o que negativava seus poderes e os impedia de se alimentar e espalhar sua aura, mais tarde foi descoberto que o Gogol teria uma especie de fraqueza por madeira e cerâmica material o qual as bonecas eram feitas, a unica forma de derrotar um Gogol é vencer o próprio medo e vencer a insanidade, a criatura se enfraquece e volta ao diminuto tamanho por 6 dias, periodo o qual é possivel sela-lo em algum compartimento de madeira ou de cerâmica e dar fim as suas influencias.


Boginki: (do polonês "Deusas pequenas"; singular: boginka) são espíritos na mitologia polonesa. Traditionalmente, reuniões de bruxa de mulheres idosas executariam sacrifícios e rituais para as ninfas das margens de rio. De Boginki foi dito roubar bebês de seus pais humanos que foram substituídos por Odmience – Os Modificados. Destes espíritos é dito ser as deidades originais da vida e preceder os deuses celestes. Também parecem ser os precursores dos Rusalki.


Cikavac: é uma criatura mítica na mitologia sérvia, imaginada como um animal alado (um pássaro) com um bico e um saco longos.

Um cikavac poderia ser adquirido ao se tomar um ovo de uma galinha preta, que seria então carregada por uma mulher debaixo da sua axila por 40 dias, e durante este tempo não confessaria, cortaria unhas, lavaria o rosto ou oraria. O cikavac então sugaria o mel das outras colméias e o leite do gado dos outros, e o traria ao proprietário; cumpriria qualquer desejo do proprietário e também habilitaria seu proprietário a entender a língua animal. Alguns magos o retrataram de formas e maneiras de serem evocados um pouco diferentes, um bom exemplo encontra-se no livro de São Cipriano.


Karzełek: (diminutivo de karzeł – um pequeno, usado para descrever um anão não-fantástico) ou Skarbnik (o Tesoureiro) na mitologia polonesa vive em minas e no funcionamento do subterrâneo. São os guardiães das gemas, cristais e metais preciosos. Protegerão mineradores do perigo e os conduzirão de volta quando estiverem perdidos. Também conduzem os mineradores aos veios de minério. Às pessoas que são más ou os insultam são mortíferos; os empurrando para abismos escuros ou os enviando por túneis, que desabam sobre elas. Arremessar rochas, assobiar ou cobrir a cabeça de alguém são ações que são ofensivas ao Skarbnik que avisará o ofensor com um punhado de solo bombardeado em sua direção, antes de tomar uma atitude séria. A palavra tesoureiros ainda é um mistério, o nome polonês continua sendo o nome de mais próxima semelhança. Os anões da fabula branca de neve seriam inspirados nessas criaturas.


Ovinnik: é um espírito malévolo da casa de debulha no folclore eslavo. É propenso a queimar as casas de debulha ao pôr fogo nos grãos. Para aplacá-lo, camponeses ofereciam a ele galos e panqueca. Na véspera do Ano Novo, o toque de um Ovinnik determinaria suas fortunas para o Novo Ano. Um toque morno significava boa sorte e fortuna, enquanto um toque frio significava infelicidade. O costume de desejar boas festas provém do fato de tentar fugir do destino do toque do Ovinnik


Topielec: (no plural Topielce), Vodník ou Utopiec é um nome aplicado à espíritos eslavos da água. O topielce são espíritos de almas humanas que morreram se afogando, residindo no elemento de seu próprio falecimento. São responsáveis por sugar pessoas para dentro de pântanos e lagos tão bem quanto matar os animais de pé próximos a águas paradas.


Bannik: (bania: banho) é o espírito dos banhos na mitologia eslava. Ele elegia como domicílio a pequena casinhola adjacente à isba onde os habitantes vinham tomar seu banho. O cômodo que lhe servia de domicílio era destituído de imagens cristãs. Era de bom tom deixar um pouco d´água para o Bannik depois de seu banho. Depois de 3 séries de banhistas, reservava o cômodo para ele mesmo e atacava qualquer um que viesse lhe incomodar.


Uguvú- Kuengo: Urubu de duas cabeças que segundo os Kanassa seria o senhor do fogo. Homenageia-se essa entidade ao pôr do sol quando as primeiras fogueiras começam a ser acessas.
by: Lucrécia

Kanassa: O pajé e agora espírito ascestral que seria o "fundador" da tribo. Seu espírito é chamado sempre que há um nascimento difícil na aldeia ou que a tribo entra em guerra.
by: Lucrécia


Taina-Can: Para os Carajás seria a manifestação da estrela Vésper que em certo momento da história da tribo desceu a terra como homem, casou-se com uma índia e ensinou os índios a fazerem a roça.
by: Lucrécia

Doppelganger:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

''Doppelganger" é um termo alemão para algo que dificilmente teríamos uma boa tradução para o português; uma sombra/espírito que se pensa poder acompanhar cada pessoa e que têm sua aparência exata, embora sua imagem não tenha reflexos. Tradicionalmente, diz-se que só o dono do doppelganger pode ver este auto-fantasma, e que ele pode ser um prenúncio de morte. Ocasionalmente, no entanto, um doppelganger pode ser visto por uma pessoa da família ou amigos, resultando em casos muito confusos.

Orixá: Entidade dôo grupo de Deuses Internos do Homem, formadores, em conjunto, da Egrégora do Panteão Afro, da Nação Alaketu do Candomblé.

Vodun/ Inkice/ Loa: Cabe aqui o que foi dite sibre Orixás, no item anterior, só que dizendo a respeito ao Candomblé da Nação Gege-Mahim (Vodun);Nação Angola-Congo (Inkice); Vudú, Voudon, Hoodoo (Loa).

Exu/ Eshú: Entidade intermediária entre seres humanos e Orixás.

Exu de Quimbanda: Demônio masculino autêntico.

Pomba-Gira: Demônio feminino autêntico.

Bombom-Gira: Entidade intermediária entre homens e Inkices.

Legbá/Bara/Elegbara: Idem Exu, mas com relação aos Voduns
Ajé: Entidade malévola, Entidade máxima dos feiticeiros e feiticeiras malfazejos da cultura Nagô.

Egum: Cascarão de pessoas mortas, magicamente avivado, e então habitado por uma entidade criada artificialmente; Manifesta-se no Candomblé.

Preto Velho: Mesmo que Egum, mas manifesta-se na Umbanda e na Quimbanda. Representa um espírito sábio e idoso.

Caboclo: O mesmo q Preto Velho , mas representa um espírito valente e guerreiro; é tido por muitos como “encantado”.

Caboclo Boiadeiro: Como Caboclo, com suas peculiaridades de “aculturado”

Quiumba/Kiumba: Entidades trevosas, sendo basicamente larvas ou coisas semelhantes q habitam cascarões abandonados de pessoas malfazejas.

Igbá/Ibá/Assentamento/Ndoki/Nkisi/Nganga/Prenda: Pote ou receptáculo semelhante, que serve de corpo físico para uma Entidade criada artificialmente, com qualquer finalidade.

[color=red]OBS: É importante saber que a ''Hierarquia dos Deuses Internos do Homens'' é mais umas das hierarquias que governam o nosso Universo, nosso Sistema Solar; portanto, não é apenas uma Egrégora, mas também umas hierarquia, da qual existem muitas.
Em sua evocação, portanto, ocorre o mesmo que em qualquer Evocação Mágica, de Entidades de qualquer hierarquia. Isso é, a operação mágica em questão atua tanto na psique do Mago, como no mundo exterior.

Aos praticantes da Evocação Mágica, fica a sugestão de que trabalhem com essa poderosa hierarquia da mesma forma que trabalham com qualquer outra. Tdos os riscos que se aplicam ás outras Hierarquias, nesse tocante, valem aqui.

_________________
''Aquele que é corajoso e paciente o suficiente para exergar, na escuridão, toda a sua vida, será o primeiro a encontrar um raio de Luz.'' Metrô 2033 (livro)

''As respostas para os maiores misterios da humanidade estão dentro de cada ser vivente.''
avatar
Dirge
Moderador

Rato Mensagens : 358
Data de inscrição : 03/11/2011
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Jun 18, 2012 8:04 pm

Scylla

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Glauco era um humano que as divindades aquáticas resolveram transformar em uma criatura do mar, com uma barba verde-acinzentada, largos ombros, braços azulados, pernas curvadas com nadadeiras na extremidade. Ele se apaixonou pela ninfa Cila, que apavorada com sua aparição, põe-se a fugir, pelas águas, pelas rochas, pelas cavernas submarinas. Mas o amor do pobre Glauco era imenso e, desesperado, e ele se lança em perseguição da bela ninfa, implorando, aos prantos, que lhe conceda um pouco de atenção. Impassível às suas súplicas, Cila continua sua fuga, escondendo-se num lugar tão inacessível que jamais Glauco conseguiria encontrá-la. Depois de inúteis buscas, Glauco é obrigado a reconhecer sua derrota. Apenas algum poder superior lhe facultaria conquistar o afeto da formosa ninfa. Abatido, torturado, Glauco dirige-se à ilha de Ea, onde morava Circe, a feiticeira, e roga-lhe que o ajude a conquistar sua amada. Circe promete atendê-lo, mas acaba enamorando-se pelo deus marinho. Como Glauco a rejeita, agora é Circe quem põe-se a percorrer os mares, sem descanso atrás de seu amado. Como encantos de mulher revelam-se insuficientes, ela recorre a seus poderes de feiticeira, e decide transformar Cila em uma criatura tão horrenda e repulsiva que todo o amor de Glauco haveria de transformar-se em aversão. Sem ser vista, Circe derrama veneno nas águas de uma fonte onde a ninfa costumava banhar-se e retorna para a ilha de Ea onde aguarda pelos resultados. Quando Cila mergulha na água enfeitiçada seu belo corpo começa lentamente a transformar-se. Monstros horrendos surgem à sua volta, com ensurdecedor alarido. Aterrorizada, a ninfa procura afastá-los e fugir. Então descobre que os monstros são parte de si mesma, nascem de seu corpo. Desesperada corre ao encontro de Glauco e em seus braços chora longamente. Ele também lamenta a beleza perdida, mas recusa-se a permanecer com a antiga ninfa, pois o grande amor não existe mais.
Cila retira-se para longe e vai viver no estreito de Messina, entre a Sicília e a Itália, aterrorizando os mortais que antes a cortejavam, deslumbrados com sua extraordinária beleza. Na ilha de Ea, Circe inutilmente espera o retorno de Glauco. Revoltado com sua traição e crueldade, Glauco jamais quis visitá-la, passando toda a existência cultivando a lembrança de uma ninfa bela e doce, que um dia se perdeu nos feitiços do ciúme.
O aterrorizante monstro marinho em que Cila se transformou tinha o torso de uma bela mulher mas, em volta da cintura, possuía seis cabeças de serpente com três fileiras de dentes e um círculo de doze cães ladradores. Os cães a alertavam quando um navio estava passando, de forma que ela pudesse capturar os navegantes.
avatar
Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens : 212
Data de inscrição : 08/11/2011
Idade : 27
Localização : João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  Nimrod Alexander em Seg Jun 18, 2012 8:21 pm

Pesadelo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Era um cavalo em chamas que quando assustado botava fogo na floresta, só podia ser domesticado por um deus ou deusa,Seus poderes sobrenaturais apavoravam todos os outros seres mitologicos.Esse cavalo vive em cavernas subterâneas. É uma égua negra com olhos, crina, rabo e cascos flamejantes. Ela é quem leva as pessoas que estão dormindo para cavalgar nela e ir para os mais terríveis pesadelos.

avatar
Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens : 212
Data de inscrição : 08/11/2011
Idade : 27
Localização : João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  Rupeck em Dom Nov 25, 2012 2:52 pm

Lol man vc joga world of warcraft? colocou a foto do illidan como um demônio, só acho que deveria trocar a foto

Rupeck
Novato
Novato

Mensagens : 6
Data de inscrição : 10/11/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  Nimrod Alexander em Dom Nov 25, 2012 7:49 pm

Até que o ilidan parece um demônio msm '-'
avatar
Nimrod Alexander
Moderador

Cavalo Mensagens : 212
Data de inscrição : 08/11/2011
Idade : 27
Localização : João Pessoa - Pb

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  rayan alexssander em Qui Out 10, 2013 6:40 pm

Apenas corrigindo
Deuses
Entidades astrais de alta hierarquia que comandam um ou mais aspectos da natureza
Santo católico(funcional não aqueles arrombado que só porque é padre era rotulado santo)
Iniciado que devido as aplicações de leis universais produziram milagres

rayan alexssander
Theoricus

Mensagens : 78
Data de inscrição : 18/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  J13K$#N em Dom Nov 17, 2013 7:27 pm

depende do ponto de vista, se for do satânico, as entidades negativas virão seus protetores.(com goétia a msm coisa). "o lado negro não tem rival teste sua fé em sangue - slayer"
avatar
J13K$#N
Seguidor da Via

Mensagens : 316
Data de inscrição : 09/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  Lightning em Seg Dez 30, 2013 9:48 am

Algumas interessantes dentre os elementais:
Silfos:
São seres que controlam os poderes do ar, de grande intelecto, até confundidos com fadas e até anjos. Existem declarações de que vivem nos topos das montanhas.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Salamandras:
São criaturas mitológicas associadas ao fogo,  seus movimentos serpenteantes no interior das labaredas de fogo, semelhantes aos movimentos sinuosos das caudas dos lagartos e lagartixas, proporcionaram a esse elemental este nome.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ondinas:
Elementais da água, são reconhecidos por terem o poder de retirar das águas a energia suficiente para obter a sua luminosidade, o que permite ao homem algumas vezes, percebê-los em forma de um leve "feixe de luz"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Gnomos:
Um gnomo é uma criatura tida como mitológica, incluída entre os seres elementais da terra. São geralmente representados como pequenos humanoides que vivem sob a terra, em minas ou em ocos de troncos de árvores. Alguns podem ter aparencia esverdeada.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

*Imagens apenas Ilustrativas;
*Nota-se que tais não são os únicos elementais, mas sim, os mais conhecidos.
avatar
Lightning
Novato
Novato

Mensagens : 5
Data de inscrição : 09/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Compêndio de Entidades

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum