Wicca

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:18 pm

Origens

Falar em origem da bruxaria é o mesmo que retornar aos primórdios da Humanidade, quando os seres humanos começaram a despertar sua percepção para os mistérios da vida e da natureza.

Explicar a Wicca é ter que entender várias religiões diferentes que foram mescladas, subtraídos os elementos de violência e morte e por fim colocar tudo num compêndio com uma ideologia totalmente feminista. A wicca foi compilada nos anos 50, época inclusive que começaram a surgir as primeiras células do movimento feminista pelo mundo e também as primeiras "aparições" de publicações da Rosacruz para pessoas de fora da ordem. Com acesso a bibliotecas de história da época e agora de material explicando sobre alta magia, Gerald Brosseau Gardner começou seus estudos sobre magia e mitologia dos povos da época das invasões bárbaras até finalmente criar a wicca, que primeiramente era simplesmente uma filosofia até se tornar uma religião com vários adeptos no mundo todo.
Além de vários ritos e conceitos mais leves das culturas pré Idade Média, Gardner também incluiu em seu compêndio vários elementos da Stregheria italiana e até mesmo da própria Inquisição para sustentar a sua base de que as mulheres seriam "bruxas naturais" e que teriam muito mais habilidade com magia do que os homens, quase divinizando-as. A filosofia de Gardner prega basicamente que você deve estar sempre bem com você e com o mundo, sendo assim temos as treze metas da wicca.

As Treze Metas da Wicca

- Conhecer a si mesmo
- Saber sua arte
- Aprender
- Usar o que você aprendeu
- Manter o balanço de todas as coisas
- Manter suas palavras verdadeiras
- Manter seus pensamentos verdadeiros
- Celebrar a vida
- Alinhar você mesmo com os ciclos da Terra
- Manter seu corpo correto
- Exercitar seu corpo e sua mente
- Amar ao próximo como a ti mesmo
- Honrar a Deusa e o Deus

Essas metas devem ser seguidas pelos praticantes da Wicca. Há também algumas leis da Wicca, que assim como as metas devem ser seguidas e respeitadas.

Deusa-Mãe

O sagrado feminino em foco. A divinização da mulher como criadora do universo. A deusa multifacetada da wicca é atribuida a várias outras deidadas de panteões estrangeiros, todas com o mesmo emblema, o amor materno incondicional e a arte da magia nas veias. Ísis geralmente é a primeira a ser sincretizada, deusa da magia, mulher de Osíris e mãe de Hórus. Amou o marido mesmo esse morto (arquétipo da fidelidade conjugal e do amor eterno), ajudou seu filho Hórus a se tornar o mais poderoso Deus do panteão derrotando seu tio Set (arquétipo da devoção materna e da perseverança) e descobriu o nome secreto do Deus mais poderoso do panteão egípcio (arquétipo da inteligência e da magia).
A Deusa-Mãe foi rejeitada por várias outras crenças por não aceitarem seu sincretismo com deusas pertencentes a panteões absolutamente patriarcais, sendo ela uma deusa matriarcal e totalmente rebelde ao controle masculino. Um equívoco comum entre vários wiccanos hoje em dia é o sincretismo da Deusa-Mãe com Lilith. Lilith é uma Deusa Suméria da luxúria e do aborto, logo seu arquétipo não tem nada de maternal e procriador, assim como Athenas que nunca teve filhos e era a deusa da estratégia militar.

Deus Cornífero

Símbolo da caça e da força bruta. Marido, filho e escudeiro leal da Deusa mãe. O Deus Cornífero já foi várias vezes visto como o demônio pelos cristãos mais fanáticos, tudo por causa dos chifres que nada mais são do que o símbolo de poder desse Deus meio homem meio cervo. Ele também representa a juventude, a tenacidade e a roda das encarnações. Seu ciclo é natural como o de toda a natureza, ao contrário da Deusa-Mãe o Deus Cornífero nasce, cresce, se reproduz, morre e nasce novamente. É geralmente associado a Deuses de nascimento "estranhos" como Dionísio que foi gerado duas vezes, morreu uma vez e logo depois conseguiu reviver. Não é visto muito como um símbolo de poder mágico, mas sim de força braçal e de coragem. Esse Deus também é multifacetado, porém é necessário ter muito cuidado com os sincretismos uma vez que o Deus Cornífero é totalmente submisso a Deusa-Mãe.


Última edição por Lucrécia em Sab Jan 21, 2012 1:33 am, editado 3 vez(es)

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:18 pm

Os Rituais

O bruxo tem algumas obrigações, entre elas, comemorar as estações do ano, e os ciclos da Lua. As comemorações dos ciclos lunares, são chamadas Esbats, e as celebrações do movimento da terra em volta do Sol - as estações - são chamados sabbaths. Os esbats são festejados a cada primeira noite de Lua cheia e os Sabbaths são comemorados seguindo a Roda do Ano, que é marcada por oito datas:

Yule ou Solstício de Inverno - Representa o nascimento do Deus. É a noite mais escura do ano, e marca o apogeu da escuridão na Terra. Por outro lado, é o primeiro dia de sua decadência, pois a Criança Sagrada, o Menino Sol nasce trazendo a Luz ao Planeta.
Assim, também marca o retorno da força solar. Em Yule é tempo de celebrar o início de todas as coisas e devemos meditar sobre novos projetos, novos amores, nova vida. É celebrado a 21 de junho no Sul e 21 de Dezembro no Norte. É desta data antiga que se originou o Natal Cristão. Nesta época, a Deusa dá à Luz o deus, que é reverenciado como Criança Prometida.

Em Yule é tempo de reencontrarmos nossas esperanças, pedindo para que os Deuses rejuvenesçam nossos corações e nos dêem forças para nos libertarmos das coisas antigas e desgastadas. É hora de descobrirmos a criança dentro de nós e renascermos com sua pureza e alegria. Coloque flores e frutos da época do altar. Se quiser, pode fazer uma árvore enfeitada, pois está é a antiga tradição "pagã", onde a árvore era sagrada e os meses do ano tinham nomes de árvores.

Esta é a noite mais longa do ano, onde a Deusa é reverenciada como a Mãe da
Criança Prometida ou do Deus Sol, que nasceu para trazer Luz ao mundo. Da mesma forma, apesar de todas as dificuldades, devemos sempre confiar em nossa própria luz interior.

Alimentos e bebidas: Gemada, chá com especiarias, pão com gengibre, bolo de frutas, biscoitos doces, uvas, frutas secas e nozes.

Ervas e flores: Folhas de pinheiro, pinhas, azevinho, visgo, junípero, hera, cedro, louro, cravo-da-índia, alecrim, noz-moscada, canela, gengibre, valeriana, mirra.

Cores: Vermelho, verde e branco.

Ornamentos para o altar: Uma flor de bico-de-papagaio, visgo, azevinho, pinhas, sinos, doces natalinos e imagens solares.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:19 pm

Imbolc ou Candlemas - Imbolc vem para confirmar Yule. A Deusa retorna ao seu povo em Imbolc, novamente virgem, trazendo com ela novas esperanças, nova promessa de vida. O Deus agora já não é mais uma criança, e agora se apresenta como um belo jovem, que com o passar dos dias se fortifica. Em Imbolc devemos nos livrar de tudo o que é velho e desgastado para darmos lugar ao novo. É comemorado a 1 de agosto no Sul e 02 de Fevereiro no Norte.

Este Sabá é dedicado à Deusa Brigite, Senhora da Poesia, da Inspiração, da Cura, da Escrita, da Metalurgia e do Fogo. Nesta noite, as Bruxas colocam velas cor de laranja ao redor do círculo, e uma vela acesa dentro do Caldeirão. Se o ritual é feito ao ar livre, pode-se fazer tochas e girar ao redor do círculo com elas. A Bruxa mais jovem da Assembléia pode representar Brigite, entrando por último no círculo para acender, com sua tocha, a vela do caldeirão, ou a fogueira, se o ritual for ao ar livre, o que representaria a Inspiração sendo trazida para o círculo pela Deusa.

Os membros do Coven devem fazer poesias, ou cantar em homenagem a Brigite. Pedidos, agradecimentos ou poesias devem ser queimados na fogueira ou no caldeirão em oferenda, no fim do ritual. O Deus está crescendo e se tornando mais forte, para trazer a Luz de volta ao mundo. É hora de pedirmos proteção para todos os jovens, em especial da nossa família do Coven. Devemos mentalizar que o Deus está conservando sempre viva dentro de nós a chama da Saúde, da coragem, da ousadia e da juventude. O altar deve ser enfeitado com flores amarelas, alaranjadas ou vermelhas. A consagração deve ser feita pelos membros mais jovens do Coven.

Alimentos e bebidas: Mel, passas, sopas quentes, leite e derivados.

Ervas e flores: Folhas de pinheiro, salgueiro, sorveira-brava, menta, alecrim e endro.

Cores: Prata, branco, verde-escuro.

Ornamentos para o altar: Sempre-vivas, jaspe verde ou quartzo branco leitoso, flores brancas, bonecas de palha de milho, velas brancas e verdes, flocos de neve simbólicos e uma jarra de leite.

Ostara ou Equinócio de Primavera - Em Ostara, comemoramos o primeiro dia de Primavera. Na natureza tudo desabrocha: a Deusa cobre a terra com um manto de fertilidade e, juntamente ao Deus, estimula todos os seres vivos a reprodução. O Deus, agora mais maduro está cada vez mais forte.
É tempo de enfeitar o altar com flores e frutos da época. É comemorada a 21 de setembro no Sul ou 21 de Março no Norte.
Ostara é o Festival em homenagem à Deusa Oster, senhora da Fertilidade, cujo símbolo é o coelho. Foi desse antigo festival que teve origem a Páscoa. Os membros do Coven usam grinaldas, e o Altar deve ser enfeitado com flores da época. É um costume muito antigo colocar ovos pintados no Altar.
Eles simbolizam a fecundidade e a renovação. Os ovos podem ser pintados crus e depois enterrados, ou cozidos e comidos enquanto mentalizamos nossos desejos.
Nesse caso, não utilize tintas tóxicas, pois podem provocar problemas se ingeridas. Use anilinas para bolo, ou cozinhe os ovos com
cascas de cebola na água, o que dará uma bela cor dourada. Antes de comê-los, os membros do Coven devem girar de mãos dadas em volta do Altar para energizar os pedidos. Os ovos devem ser decorados com símbolos mágicos, ou de acordo com a sua criatividade. Os pedidos devem ser
voltados à "fertilidade" em todas as áreas.

Alimentos e bebidas: Ovos, biscoitos, pães doces, bolinhos recheados com geléia, sementes de girassol e salada.

Ervas e flores: Corniso, narciso, madressilva, aspérula, violeta, peônia, íris, jasmim, prímula e gengibre.

Cores: Tons pastéis de rosa, amarelo, verde e azul.

Ornamentos para o altar: Representações de filhotes, flores de cor pastel (hortênsia por exemplo), penas brancas, feixes de grama recém cortada e sementes.

Beltane - É o período de em que o Deus torna-se sexualmente maduro. Agora, ele é um Homem que apaixona-se pela Deusa, que juntos fazem Amor pelos campos - A Sagrada União, que tudo fecunda. O Caldeirão deverá estar cheio d'água em Beltane, com flores boiando dentro.
Também deve-se erguer um pau, tronco ou bambu e amarrar em sua extremidade mais alta fitas de várias cores. Cada um deve pegar uma ponta da fita, e todos devem girar enrolando-a. O bambu representa o fallus do Deus - seu órgão genital. Beltane é comemorado a 31 de Outubro no Sul ou 01 de Maio no Norte.

Beltane é o mais alegre e festivo de todos os Sabás. O Deus, que agora é um jovem no auge da sua fertilidade, se apaixona pela Deusa, que em Beltane se apresenta como a Virgem e é chamada "Rainha de Maio". Em Beltane se comemora esse Amor que deu origem a todas as coisas do Universo. Beleno é a face radiante do Sol, que voltou ao mundo na Primavera. Em Beltane se
acendem duas fogueiras, pois é costume passar entre elas para se livrar de todas as doenças e energias negativas. Nos tempos antigos, costumava-se passar o gado e os animais domésticos entre as fogueiras com a mesma finalidade. Daí veio o costume de "pular a fogueira" nas festas juninas.

Se não houver espaço, duas tochas ou mesmo duas velas podem ter a mesma função. Deve-se ter o maior cuidado para evitar acidentes.
Uma das mais belas tradições de Beltane é o Maypole, ou Mastro de Fitas. Trata-se de um mastro enfeitado com fitas coloridas. Durante um ritual, cada membro escolhe uma fita de sua cor preferida ou ligada a um desejo. Todos devem girar trançando as fitas, como se estivessem tecendo seu próprio destino, colocando-nos sob a proteção dos Deuses. É costume em Wicca jamais se casar em Maio, pois esse mês é dedicado ao casamento do Deus e da Deusa.

Alimentos e bebidas: Cerejas, morangos, baunilha, maçãs e biscoitos de aveia.

Ervas e flores: Pilriteiro, madressilva, flor de maio, prímula, rosa, bétula, alecrim e lilás.

Cores: Verde, azul, rosa velho, violeta.

Ornamentos para o altar: Imagens de borboletas, flores frescas perfumadas, fitas coloridas, o cálice e o athame.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:20 pm

Litha ou Solstício de Verão - É comemorado a 21 de dezembro no Sul ou 21 de Junho no Norte. Agora, toda a Terra encontra-se banhada pela Fertilidade da Deusa e do Deus. Este está no auge de sua força, fazendo com que os dias sejam maiores do que as noites. Devemos nos lembrar porém,que se aproxima o momento dele começar a definhar. Em seu altar, coloque ervas solares e
Girassóis, para representar a potência do Deus. Em Beltane, louvamos a Deusa em seu aspecto de Gaia, a Mãe Terra, e o Deus em seu aspecto de Deus Sol.

Nesse dia o Sol atingiu a sua plenitude. É o dia mais longo do ano. O deus chega ao ponto máximo de seu poder. Este é o único Sabá em que às vezes se fazem feitiços, pois o seu poder mágico é muito grande. É hora de pedirmos coragem, energia e Saúde. Mas não devemos nos esquecer que,
embora o Deus esteja em sua plenitude, é nessa hora que ele começa a declinar. Logo Ele dará o último beijo em sua amada, a Deusa, e partirá no Barco da Morte, em busca da Terra do Verão.
Da mesma forma, devemos ser humildes para não ficarmos cegos com o brilho do sucesso e do poder. Tudo no Universo é cíclico, devemos não só nos ligarmos à plenitude, mas também aceitar o declínio e a Morte. Nesse dia, costuma-se fazer um círculo de pedras ou de velas vermelhas.
Queimam-se flores vermelhas ou ervas solares (como a Camomila) juntamente com os pedidos no caldeirão.

Alimentos e bebidas: Limonada, pêssegos, damascos, laranjas, frutas silvestres, melões, pratos quentes e condimentados.

Ervas e flores: Camomila, margaridas, cravos, olíbano, sândalo, Artemísia, milefólio, verbena, erva-doce e tomilho.

Cores: Dourado, amarelo - vivo, laranja - vivo, rosa - vivo.

Ornamentos para o altar: Oferendas para as fadas, amuletos ou talismãs, espelhos, fitas ou contas douradas e flores de cor laranja.

Lammas ou Lughnasad - Celebrado a 2 de fevereiro no Sul ou 01 de Agosto no Norte. É o período da colheita, quando a Natureza mostra seus frutos. O Deus gradativamente enfraquece, e a Deusa observa a queda de seu amante, sabendo que, dentro dela, ele vive como semente. Aos poucos as noites começam a ficar mais longas, devido ao enfraquecimento do Sol.
No altar, devemos depositar ramos de trigo e espigas de milho. Na noite de Lammas, deve ser servido pães e bolos. É tempo de colher o resultado de nossas ações e de agradecer por dádivas alcançadas. Lughnasad era tipicamente uma festa agrícola, onde se agradecia pela primeira colheita do ano.
Lugh é o Deus Sol. Na Mitologia Celta, ele é o maior dos guerreiros, que derrotou os Gigantes, que exigiam sacrifícios humanos do povo. A tradição pede que sejam feitos bonecos com espigas de milho ou ramos de trigo representando os Deuses, que nesse festival são chamados Senhor e
Senhora do Milho. Nessa data deve-se agradecer a tudo o que colhemos durante o ano, sejam coisas boas ou más, pois até mesmo os problemas são veículos para a nossa evolução.
O outro nome do Sabá é Lammas, que significa "A Massa de Lugh". Isso se deve ao costume de se colher os primeiros grãos e fazer um pão que era dividido entre todos. Os membros do Coven devem fazer um pão comunitário, que deverá ser consagrado junto com o vinho e repartido dentro do círculo. O primeiro gole de vinho e o primeiro pedaço de pão devem ser jogados dentro do caldeirão, para serem queimados juntamente com papéis, onde serão escritos os agradecimentos, e grãos de cereais.
O boneco representando o Deus do milho também é queimado, para nos lembrar de que devemos nos livrar de tudo o que é antigo e desgastado para que possamos colher uma nova vida. O Altar é enfeitado com sementes, ramos de trigo, espigas de milho e frutas da época.

Alimentos e bebidas: Pão de milho e/ou centeio, cerveja, pasta de grão de bico, torradinhas, bolacha integral e sucos de frutas vermelhas.

Ervas e flores: Grãos, urze, acácia, sálvia e papoulas.

Cores: Amarelo – milho, dourado, laranja e vermelho.

Ornamentos para o altar: Aveia, pão fresco feito por você, girassóis, milho, grãos, pipoca, sachês de ervas aromáticas e velas laranja.

Mabon ou Equinócio de Outono - Acontece a 21 de março no Sul ou 21 de Setembro no Norte. A colheita iniciada em Lammas agora atinge seu ponto máximo. Os dias e as noites são de igual duração, e o Deus prepara-se para partir à Terra da Juventude Eterna, onde irá descansar e recobrar suas forças. Esse fenecimento pode ser visto também na Natureza, que prepara-se para a chegada do Inverno. Nesse período, o altar deve conter folhas de plantas da estação, e alguns frutos. O Deus agora é louvado em seu aspecto de semente e a Grande Mãe em seu aspecto de Provedora.

No Panteão Celta, Mabon, também conhecido como Angus, era o Deus do Amor. Nessa noite devemos pedir harmonia no Amor e proteção para as pessoas que amamos. Está é a segunda colheita do ano. O Altar deve ser enfeitado com as sementes que renascerão na primavera. O chão deve ser forrado com folhas secas. O deus está agonizando e logo morrerá. Este é o Festival em que devemos pedir pelos que estão doentes e pelas pessoas mais velhas, que precisam de nossa ajuda e conforto. Também é nesse festival que homenageamos as nossas Antepassadas Femininas, queimando papéis com seus nomes no Caldeirão e lhes dirigindo palavras de gratidão e bênçãos.

Alimentos e bebidas: Framboesas, vegetais, torta de maçã, cidra, pão de frutas e peras.

Ervas e flores: Canela, patchouli, avelã, cedro e anis.

Cores: Marrom, laranja-queimado e castanho.

Ornamentos para o altar: Bolotas de carvalho, cascas de nozes, folhas secas ou douradas, velas marrons e uma cornucópia cheia de maçãs, peras, nozes e uvas.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:20 pm

Samhain, Dia das Bruxas ou Halloween - Comemorado a 1 de maio no Sul ou 31 de Outubro no Norte, marca a ida do Deus ao Reino dos Mortos. É o ponto auge da Roda do Ano e é considerado o Ano Novo pagão. Nessa data a barreira entre os mundos está mais fraca, facilitando assim, o contato com entes queridos que já se foram. Métodos Divinatórios devem ser praticados nessa noite e o altar deve conter folhas de cipreste, abóboras, velas negras e laranjas. Em Samhain é tempo de reflexão: de olharmos para nossos atos e compreendermos o significado de nossas experiências.

Apesar de ser a noite da partida do Deus, não deve ser encarado com tristeza - Ele ainda vive dentro da Deusa como seu filho: É a esperança, a promessa de luz, que se concretizará em Yule. Este é o mais importante de todos os Festivais, pois, dentro do círculo, marca tanto o fim quanto o início de um novo ano. Nessa noite, o véu entre o nosso mundo e o mundo dos mortos se torna mais tênue, sendo o tempo ideal para nos comunicarmos com os que já partiram.

As bruxas não fazem rituais para receber mensagens dos mortos e muito menos para incorporar espíritos. O sentido do Halloween é nos sintonizarmos com os que já partiram para lhes enviar mensagens de Amor e harmonia. A noite do Samhain é uma noite de alegria e festa, pois marca o início de um novo período em nossas vidas, sendo comemorado com muito ponche, bolos e doces. A cor do sabá é o negro, sendo o Altar adornado com maçã, o símbolo da Vida Eterna. O vinho é substituído pela cidra ou pelo suco de maçã. Deve-se fazer muita brincadeira com dança e música. Os nomes das pessoas que já se foram são queimados no caldeirão, mas nunca com uma conotação de tristeza.
No Altar e nos Quadrantes não devem faltar as tradicionais Máscaras de Abóbora com velas dentro. Antigamente, as pessoas colocavam essas abóboras na janela para espantar os maus espíritos e os duendes que vagavam pelas noites do Samhain. Essa palavra significa "Sem Luz", pois, nessa noite, o Deus morreu e mundo mergulha na escuridão. A Deusa vai ao Mundo das Sombras em busca do seu amado, que está esperando para nascer. Eles se amam, e, desse Amor, a semente da luz espera
no Útero da Mãe, para renascer no próximo Solstício de Inverno como a Criança da Promessa.
A Roda continua a girar para sempre. Assim, não há motivo para tristezas, pois aqueles que perdemos nessa vida irão renascer, e, um dia, nos encontraremos novamente, nessa jornada infinita de evolução.
Há muita divergência quanto à pronúncia da palavra, mas acredito que seja Sal-Uin (Sow-ween). Essa é a noite em que a barreira entre nosso mundo e o mundo dos espíritos fica mais fina. É quando o Deus Cornudo se sacrifica para se tornar a semente de seu próprio renascimento em Yule. É quando os pastores recolhem o gado e o povo esconde-se em casa, fugindo da época mais escura do inverno. A data marca o fim (e o início) do calendário Celta.

É celebrada pelos Cristãos como o Dia das Bruxas, o famoso Halloween (All hails eve). A noite de Samhain ou Halloween se encontra
no meio exato entre o Ano que se vai e o que vem pela frente, e é, portanto, uma data atemporal. Um antigo costume de Samhain na Bélgica era o preparo de “Bolos para os Mortos” especiais (bolos ou bolinhos brancos e pequenos). Comia-se um bolo para cada espírito de acordo com a
crença de que quanto mais bolos alguém comesse, mais os mortos o abençoariam. Outro costume de Samhain era acender um fogo no forno de casa, que deveria queimar continuamente, até o primeiro dia da Primavera seguinte. Eram também acesas, ao pôr-do-sol,grandes fogueiras no cume dos morros em honra aos antigos deuses e deusas, e para guiar as almas
dos mortos aos seus parentes.

As Artes Divinatórias, como observação da bola de cristal e o jogo de runas, na noite mágica de Samhain, são tradições Wiccans, assim como ficar diante de um espelho e fazer um pedido secreto.

Alimentos e bebidas: Suco de maça ou cidra, torta de abóbora, pão de cenoura, moranga, abóbora, romã, grãos e açúcar mascavo.

Ervas e flores:Pimenta, cravos de defunto, crisântemo, avelã e gataria.

Cores: Laranja e roxo (NÃO, CELTAS NÃO CULTUAVAM PRETO, PRA ELES PRETO ERA COR DE LUTO MINHA GENTE, NÃO VAMOS VIAJAR! ESSE NEGÓCIO DE PRETO É COISA DE AMERICANO AMIGUINHOS...).

Ornamentos para o altar: Abóboras, morangas, maças, talismãs de proteção e presentes para que os mortos NÃO APAREÇAM NA SUA CASA. (Lamento, essa turma de hoje em dia que acha que Samhain é pra ficar feliz e lembrar dos mortos é tudo mentira da braba. Para os celtas, era nesse dia que os espíritos dos mortos saiam do túmulo para visitarem seus parentes... logo, você deveria deixar a oferenda para eles na PORTA DE CASA e abóboras bem feiosas atrás deles, justamente para o fantasma não se aproximar de você).

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:22 pm

Lua


A Lua para os Wiccans é muito mais que um corpo celeste, e sim uma personificação da Deusa.
A lua crescente representa a virgem, a cheia a mãe e a minguante a anciã. É importante que você
realize esses feitiços e rituais na fase certa. Realizar feitiços na fase de lua errada pode não dar certo, ou trazer resultados errados.
O ciclo da Lua é de 28 dias e meio, da Lua Cheia até a Lua Nova.
As fases da Lua são de máxima importância. Elas situam os momentos ideais para determinadas atividades mágicas:

Lua Crescente: É a fase ideal para realizar rituais e sortilégios com o intuito de aumentar e fazer crescer algo seja amor, dinheiro, amizade, intelecto, etc... É a melhor época para iniciar todo tipo de negócio e esclarecer os maus entendidos. A lua crescente atrai, expande, fortalece e aumenta as grandes possibilidades, é uma das fases mais positivas, pois todos os rituais realizados nesta fase lunar tendem a apresentar resultados satisfatórios e imediatos.

O aspecto da Deusa a ser invocado na
fase crescente é a da Virgem cujo nome é Rhianon. Ideal para magias de prosperidade e crescimento espiritual. Propícia para iniciar projetos e abrir novos negócios. Indicada para feitiços de atração, para trazer mudanças positivas, feitiços de amor, boa sorte, crescimento, desejo sexual. É o tempo
de novos começos, concretizar idéias, invocações. Nesse momento a Lua representa a Deusa em seu aspecto de Virgem, como: Ártemis e outras deusas virgens.

Lua Cheia: É a fase ideal para realizar rituais e sortilégios com o intuito de aguçar a intuição aumentar a percepção extra-sensorial e favorecer as relações sociais. É a melhor fase para consagrar os instrumentos 1mágicos, pois a medida que a lua enche o instrumento consagrado se enche de força e poder.

É a fase mais importante para os ritos da bruxaria, mas tome cuidado ao agir nesta fase porque ela estimula as brigas e confusões, portanto se estiver indeciso não haja na lua cheia, acalme-se e espere o melhor momento de decidir. O aspecto da Deusa a ser invocado na fase cheia é a da Mãe cujo nome é Brigite. Perfeita para qualquer atividade mágica, sobretudo para magias de amor, paixão e poder. Época propícia para feitiços de transformações, aumento da habilidade psíquica, feitiços de fertilidade e invocação a Deusas Lunares. É o tempo de força, amor e poder. Neste momento a lua representa o aspecto da Deusa Mãe, como Cerridwen, Ísis, ou outras deusas
com o aspecto de mãe.

Lua Minguante: Esta fase é dedicada aos trabalhos de Magia Negra e invocações maléficas, na lua nova todos os bruxos que usam necessariamente a magia positiva não trabalham ritualisticamente já que a Wicca é uma filosofia mágico-espiritual que não invoca nem trabalha com as energias involutivas. Por isso aguarde o período crescente da lua para dar continuidade aos seus ritos de magia.
A Deusa a ser invocada nesta fase é Morgana a Rainha das Bruxas. É a fase ideal para se realizar rituais e sortilégios com o intuito de afastar os feitiços, maldições e doenças, esta fase evoca os poderes negativos, a magia que destrói as chances e possibilidades, portanto realize ritos na lua
minguante que tenham a finalidade de expulsar doenças e a magia negativa que por ventura tenham sido enviadas contra você.

O aspecto da Deusa a ser invocado na fase minguante é o da Anciã cujo
nome é Cerridwen. Ideal para meditação e magia contemplativa. Época propícia para ritualizar os términos, expulsar energias negativas e encerrar etapas. Época para acabar com maus hábitos e vícios ruins, e terminar relacionamentos ruins. É o tempo de profunda intuição e adivinhação. Neste
momento lua representa a Deusa em seu aspecto de anciã, como Ceridwen.

Lua Nova: Tempo de reflexão, conhecida como Lilith, a Lua Negra. Nesta fase não deve ser feito nenhum tipo de magia. Ligada á magias maléficas. Os bruxos não costumam fazer trabalhos mágicos nesse período, pois não trabalhamos com energias que não sejam evolutivas. Espere a próxima fase para realizar seu trabalho mágico. A lua neste momento representa a Deusa Morgana e outras deusas com esse aspecto.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:26 pm

Calendário Lunar

Esse calendário lunar que está abaixo são datas comemorativas de vários Países e Culturas. Como alguma desses Festivais são baseados em estações do ano e claro pela fase lunar, essas datas podem mudar dependendo do Hemisfério que você se encontra.
Todas as vezes que a Lua mudar de fase a Deusa estará nos abençoando e por isso devemos reverenciá-la com ritos mágicos para que assim nos tornemos pontos magnéticos de suas vibrações e para que o ciclo de mudanças seja contínuo.
Em todas as épocas a fantasia humana foi arrebatada pela Lua, elemento constante nas religiões e na literatura. Depois do Sol, é o astro que mais influência exerceu sobre a organização da sociedade.Relacionadas a seus movimentos, surgiram duas importantes medidas de tempo: a semana e o mês.


A Lua do Lobo (Janeiro)


A Lua dos Antepassados - O contato com os antepassados é parte essencial na vida de um bruxo. Amorosos e sempre prontos a nos ajudar, nossos ancestrais mortos se dispõe a atender a nossos pedidos e nos dão força nos momentos difíceis.
O primeiro passo para você assegurar a comunicação com seus antepassados que habitam outros planos é lembra-se deles - mesmo daqueles que nunca conheceu. Assim, dedique o mês de janeiro às recordações. Pense nas crianças que morreram antes de se tornar adultas ou menos antes de nascer. Folheie antigos álbuns de família, olhe os retratos dos parentes que já fizeram a viagem para os planos espirituais. Relembre também os amigos que se perderam nessa caminhada.

Para homenagear esses mortos queridos, coloque lugares extras à mesa, como se eles fossem seus convidados. Prepare e coma deliciosos doces e chocolates em memória das crianças e faça alguns dos pratos favoritos dessas pessoas falecidas. E nunca pense nos seus mortos com tristeza, pois se
eles perceberem que você está triste também ficarão infelizes. Numa noite de Lua Cheia desse mês, encha uma vasilha de vidro com água e jogue uma pequena pedra dentro dela.

Observe atentamente a água e concentre-se. Depois de algum tempo de meditação, você receberá uma mensagem, que
poderá vir na forma de um pensamento ou mesmo pelo som de uma voz distante, não tenha medo:é um antepassado se comunicando com você.

1° de Janeiro - Celebração das Sete Divindades da Sorte na Japão e da Deusa Fortuna em Roma

2 de janeiro - Nascimento da Deusa Inanna na Antiga Suméria

5-6 de janeiro - Ritual Noturno em honra de Kore; celebrado no Koreion, Alexandria. O quinto dia
do primeiro mês marcava o nascimento do deus chinês da riqueza, Tsai Shen ou Tsai-Shen

6 de janeiro - Dia Celta da Deusa Tríplice: Donzela, Mãe, Anciã.

10 de Janeiro - Dia de Freya, a Deusa Mãe Nórdica.

12 de janeiro - Besant Pachami, ou Dawat Puja, o Festival de Sarasvati na Índia; ou na Lua
Crescente mais próxima. Em Roma, a Compitália, para celebrar os lares, ou deuses dos lares.

18 de janeiro - Teogamia de Hera, festival feminino celebrado todos os aspectos da Deusa

20 de janeiro - Na Bulgária, Baba De, ou Dia da Avó, em honra da deusa Baba Den, ou Bada Yaga,
Na China, dia do Deus da Cozinha.

24 de janeiro - Na Hungria, a Bênção da Vela das Mulheres Alegres, cerimônia de purificação
honrando a deusa do fogo

27 de janeiro - Paganalia, dia da Mãe Terra em Roma A Lua Cheia de Janeiro honrava Ch'ang-O, a
deusa chinesa dos quartos de dormir e protetora das crianças.O Ano na China começa no primeiro
dia de Lua Crescente com o Sol em Aquário. Isto ocorre no período que vai de
21 de Janeiro a no
máximo 19 de fevereiro.


Última edição por Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:32 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:32 pm

Lua de Gelo (Fevereiro)


A Lua da Busca do Conhecimento - Em sua grande maioria, os bruxos do passado foram pessoas do povo, que não tiveram acesso a uma educação formal, mas contaram com os benefícios de uma sabedoria ancestral e uma intuição aguçadíssima. Hoje, que podemos nos aventurar pelas sendas
dos conhecimentos antes reservados aos homens ou à elite, temos o dever de aproveitar essa oportunidade para aprimorar nossa cultura.

Em fevereiro, a Lua da Busca do Conhecimento favorece o estudo. É o momento de você ler e adquirir novas informações, ampliando seus
horizontes. É assim que você vai cumprir um dever para com seus antepassados bruxos, que sofreram por não poderem penetrar num mundo praticamente exclusivo dos homens ou da elite da
época. Em todas as noites de fevereiro, prepare um chá com folhas frescas de Artemísia (de preferência, plantadas e colhidas por você mesmo), erva que estimula o intelecto e favorece o aprendizado.

Enquanto saboreia o chá, dedique-se à leitura ou ao estudo. Dê preferência às obras de filosofia, aos poemas e aos clássicos da literatura. Mesmo que, no começo, o desafio pareça grande demais, insista. Invoque a poderosa deusa Atena, senhora do conhecimento, para que ela ajude você nesse
aprendizado. Aos poucos, sua mente se tornará mais ágil e você começará a aprender com muito mais facilidade. Se você necessita de um estudo mais específico, orientado para um objetivo determinado - algo ligado ao seu trabalho, por exemplo , aproveite o mês de fevereiro para colocar
esse projeto em prática e mergulhar nos livros.

1-3 de fevereiro - Os Mistérios Elusianos Menores na Grécia Antiga; uma celebração da Filha que
Retorna: Deméter e Perséfone, Ceres e Prosérpina.

7 de fevereiro - Dia de Selene e outras deusas da Lua.

9 de fevereiro - A Procissão de Chingay, o Ano Novo de Singapura, o qual é uma celebração a Kuan
Yin e a promessa de primavera vindoura.

12 de fevereiro - Festival de Diana, Divina Caçadora (a grega Ártemis) em Roma

13-18 de fevereiro - Em Roma, a Parentália e a Ferália, um festival de purificação em honra às
Deusas Mania e Vesta; devotas aos ancestrais, à paz e ao amor.

14-15 de fevereiro - Em Roma, a Lupercia, quando as mulheres pediam a Juno-Lúpia por filhos.
Também honravam o deus Fauno, um aspecto de Pã.

14-21 de fevereiro - Festival do Amor de Afrodite, em Roma.

17 de fevereiro - Fornacália, ou festa dos Fornos, em Roma

20 de fevereiro - em Roma, o dia de Tácita (a deusa silenciosa), que protege contra calúnias.

21 de fevereiro - Festival das Lanternas na China e em Taiwan. Também é uma celebração a Kuan
Yin; Lua Cheia.

22 de fevereiro - em Roma, a Carista, um dia de paz e harmonias em família.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:37 pm

Lua de Tempestade (Março)


A Lua do Olho Interior - O dom de enxergar além das aparências é inerente a todos os bruxos. Em março, na Lua do Olho Interior, você poderá trabalhar sua capacidade de enxergar as verdades que estão ocultas. Para que essa sensibilidade se manifeste, porém, você precisará aperfeiçoar sua relação com o mundo.

Diariamente, exercite esse dom de "observar" o universo:

1. Ao acordar, dirija-se à janela e olhe o dia. Perceba como está o tempo. Chove? Faz Sol? Olhe bem para o céu.

2. Ao tomar o café da manhã, "sinta" o sabor dos alimentos. Comente com os outros, o que você está sentindo.

3. Ao sair de casa, observe atentamente o caminho, parando sempre que alguma coisa chamar sua atenção.

4. Cumprimente gentilmente todas as pessoas que passarem por você, mesmo aquelas a quem não conhece.

5. Ao encontrar um amigo, converse com ele e diga o quanto está feliz por vê-lo.

6. Dê atenção a todos os animais que encontrar.

7. Ao entardecer, suspenda suas atividades e observe o dia que termina. Perceba as cores, os sons, os cheiros, os movimentos da natureza.

8. Ao jantar, converse com os outros sobre os acontecimentos do dia e agradeça pelo alimento que agora você come.

9. Antes de dormir, "converse" com a noite e diga-lhe que você deseja ampliar sua visão interior.


1° de março - Matronália em Roma e na Grécia; um festival de Hera e Juno Lucina. Entre os Celtas, o Festival de Rhinnon.

4 de março - Na Grécia, Antestéria, o festival das flores; dedicado a Flora e Hécade.

5 de março - Celebração de Ísis como a protetora dos navegantes, barcos, pesca e da jornada final da vida.

14 de março - Diásia, para proteger-se da pobreza, na Grécia.

17 de março - Festival de Astarde em Canaã. Em Roma, a Liberália, o festival feminino da liberdade.

18 de março - Dia de Sheelah a Irlanda, em honra a Sheelah-na-Gig, a deusa de fertilidade.

19-23 de março - O panateneu Menor na Grécia, em honra a Atena.

20 março - No Egito, o festival da colheita de Primavera, honrando a Ísis.

21 de março - Equinócio de Primavera. Festival de Kore e Deméter na Grécia. Durante quatro dias, após o equinócio, Minerva era homenageada em Roma.

22-27 de março - Hilária, festivais em honra a Cibele, na Grécia.

23 de março - Quinquátria, o nascimento de Atena/Minerva em Roma.

29 de março - Delfínia, ou Ártemis Soteira, festival de Ártemis na Grécia Expulsão dos maus demônios no Tibete.

30 de março - Festival de Eostre, a deusa germânica da Primavera, renascimento, fertilidade, e da Lua.

31 de março - Festival romano de Luna, a deusa da Lua.
Na Lua Cheia temos o festival do Barco Dragão na China.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:39 pm

Lua do Crescimento (Abril)


A Lua das Vozes do Mundo - Agora que você já começou a desenvolver a sua sensibilidade e o dom de enxergar além das aparências, chegou o momento de aprender a lidar com as informações recebidas por meio da intuição.
É a hora de ouvir as "vozes do mundo". Esse processo pode ser um pouco doloroso, pois nem sempre ouvimos aquilo que nos agrada. Mas a verdadeira sabedoria está em lidar serenamente com as adversidades que se apresentam, com plena consciência de que elas vão ser superadas no momento certo.

Para entrar em sintonia com essa Lua, trabalhe sua tranqüilidade interior. Ao longo de todo mês consuma chás, verduras e temperos calmantes, à base de melissa, erva-cidreira, camomila, manjericão, alface ou folhas de maracujá. E abra seu coração para este momento, sem qualquer temor: aprendemos com as dificuldades, quando se manifestam coisas boas, sentimos uma deliciosa felicidade.
1° de abril - Festival de Kali na Índia, Fortuna Virilis de Vênus em Roma, Dia de Hathor no Egito.

4 de abril - A Megalésia de Cibele, ou Magna Mater, na Frígia e em Roma, celebrando a chegada de
deusa seu templo romano. Festival de sete dias.

5 de abril - Festival da Boa Sorte em Roma; a deusa Fortuna.

8 de abril - Hana Matsuri, ou Festival das Flores, no Japão; honra aos ancestrais e decoração dos
santuários. A Mounichia de Ártemis na Grécia; um dia para os bolos da Lua.

11 de abril - Na Armênia, dia de Anahit, deusa do amor e da Lua.

12-19 de abril - Cereália, ou retorno de Perséfone, em Roma, honrando a Ceres e a sua filha.

15 de abril - Festival de Bast no Egito

22 de abril - Festival de Ishtar na Babilônia.

28 de abril-3 de maio - O festival de três dias de Flora e Vênus, ou a Florália, em Roma; deusa de sexualidade e das flores de Primavera.
O quinto dia da Lua Crescente é o festival da Artemísia na China. Na China, a Lua Cheia é também conhecida como Lua Pestilenta; Chung K'uei, o grande caçador espiritual de demônios, é homenageado.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:41 pm

Lua da Lebre (Maio)



A Lua de Contar Histórias - O conhecimento dos bruxos é transmitido oralmente. Um bruxo passa para o outro aquilo que ele sabe, sem necessidade de "aulas" ou qualquer sistema formal de ensino. A arte de contar histórias é um dom que deve ser exercitado durante a Lua de maio.
Nessa época, escolha uma pessoa de quem você gosta para ensinar a ela tudo o que você sabe. Mesmo que ainda esteja dando seus primeiros passos na feitiçaria, você perceberá que tem muito
conhecimentos valiosos.

Não se trata de ensinar simpatias ou encantamentos. Vale passar as receitas
dos pratos que você sabe preparar melhor, ensinar a fazer um bordado, dar uma explicação sobre matemática. Mas o mais importante, nessa Lua, é passar adiante as histórias de família. Sabe aquelas coisas que ouvimos sobre nossos ancestrais, os casos de avós e tios? Tudo isso tem um poder muito grande. Conte essas histórias para as crianças da sua família, para que elas também
conheçam o passado que pertence a todos. Ler as histórias de bruxos antigos e contá-las aos outros é uma boa opção, pois a tradição diz que, enquanto os bruxos forem lembrados, eles serão imortais.
Durante esse mês, peça para a Mãe Lua brindar você com o dom da palavra e da sabedoria. E não esqueça de ouvir as valiosas lições que as pessoas mais velhas têm para ensinar.

1° de maio - Dia bruxo da Sorveira para a deusa finlandesa Rauni.

4 de maio - Dia do Pilriteiro Sagrado na Irlanda; início do mês do Estrepeiro

5 de maio - Festa do Dragão na China

9 de maio - Festa de Ártemis na Grécia.

9,11 e 13 de maio - Lemúria em Roma, quando os espíritos errantes de familiares eram homenageados.

12 de maio - Festival de Shashti na Índia; Aranya Shashti é um deus da floresta semelhante a Pã.

15 de maio - Da de Maya, uma deusa da Lua Cheia, na Grécia.

16 de maio - Savitu-Vrata na Índia, em honra a Saravasti, Rainha do Paraíso.

19-28 de maio - Kallyntaria e Plynteria; um festival de limpeza e purificação da Primavera, em Roma e na Grécia.

23 de maio - Rosália em Roma, o festival das rosas de Flora e Vênus.

24 de maio - Nascimento de Ártemis/Diana, chamado de a Thargelia; normalmente na Lua Crescente. Uma antiga celebração grega nesse dia era a de honrar os Horae. É também a celebração das três Mães nas regiões celtas, as quais traziam prosperidade e boas colheitas.

26 de maio - Dia de Chin-hua-fu-jen na China, uma deusa amazona semelhante a Diana.

26-31 de maio - Festival de Diana como deusa dos bosque silvestres em Roma

30-31 de maio - Festa da Rainha do Submundo em Roma.
Na Lua Cheia acontecia o Festival de Edfu para Hathor no Egito; na Lua Crescente sua imagem iniciava sua jornada por barcos até Edfu.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:47 pm

Lua dos Prados (Junho)



A Lua dos Labirintos - Chegou o momento de você lidar com tosas as suas facetas. Em vez de ficar cobrando de si mesmo "coerência" ou "lógica", aceite que você é um ser humano de múltiplos aspectos, alguns contraditórios. Dentro de você moram todas as deusas e os deuses. Procure harmonizar-se com a vaidosa Afrodite, a maternal Deméter e a ousada Ártemis. Experimente com o
máximo de intensidade cada uma dessas qualidades que habitam seu ser.
Para se integrar com Afrodite, aguarde a fase cheia da Lua e prepare uma infusão com pétalas de rosa cor-de-rosa. Tome esse banho mágico ao anoitecer e mire-se nu no espelho. Admire cada curva do seu corpo e faça uma massagem, sentindo a suavidade da sua pele. Passe seu perfume favorito e
vista-se com uma roupa bem bonita, acompanhada de adornos delicados. A maternal Deméter pode ser invocada por meio de fazeres domésticos. Prepare um bolo de chocolate bem gostoso e bonito, enquanto "conversa" com a deusa, que lhe trará harmonia familiar e paz doméstica.

A ousadia de Ártemis pode se obtida por meio da integração com a natureza. Busque um contato maior com as plantas e os animais. Afinal, ela é a deusa da caça, e sabe que a natureza só dá aquilo que merecemos - se você respeitá-la, a deusa certamente saberá retribuir.

1-2 de junho - Em Roma, Dia de Carna, deusa da sobrevivência física, das portas e fechaduras. Syn,
a deusa nórdica da inclusão e exclusão, é semelhante

2 de junho - O Shapatu, ou Sabbat, de Ishtar na Babilônia.

6 de junho - Bendídia de Bendis, deusa lunar da Trácia. Na Grécia, bolos eram deixados em
encruzilhadas como oferenda a Ártemis.

14 de junho - Aniversário das Musas

16 de junho - Noite d Lágrima, Festa das Águas do Nilo, no Egito, celebrando a deusa Ísis e seus
lamentos.

17 de junho - Em Roma, Ludi Piscatari, ou festival dos pescadores.

21 de junho - Solstício de Verão. Na Inglaterra, Dia de Cerridwen e seu caldeirão. Na Irlanda, dia
dedicado à deusa fada Aine de Knockaine. Dia de Todas as Heras, ou mulheres Sábias. Dia do
Homem Verde na Europa.

24 de junho - Dia das Lanternas em Sais, no Egito, uma celebração a Ísis e Neith.

25 de junho - Na Índia, Teej, um festival para mulheres e garotas em honra a Parvati.

27 de junho - Na Grécia, a Arretophorria, um festival de ninfas em honra à Donzela e às deusas
Amazonas.

Fim de julho na Grécia: Panathenaea, em honra a Pallas Atena.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:49 pm

Lua do Feno (Julho)



A Lua das Sereias - A Lua de julho nos convida a despertar para a beleza e a sensualidade. Ouça o canto da sereia que a convida a penetrar nos mistérios de Afrodite, a deusa da arte, do amor e da manifestação da beleza em todas as suas formas. Para entrar em contato com a deusa, recolha na praia um punhado de conchas do mar e água de rosas.

Consiga um espelho de tamanho regular, oval e com cabo. Lave-o co água de rosas e deixe-o secar naturalmente. Quando o espelho estiver seco, comece a colar as conchas em volta dele, até preencher todo o seu contorno. À noite, coloque-o para tomar o sereno da Lua e só o retire ao amanhecer.

Sempre que quiser entrar em contato com a deusa, recite o seguinte encantamento: Carne, mármore, flor, Vênus, em ti eu creio. Essas palavras
mágicas foram retiradas de um dos poemas do francês Arthur Rimbauld. Ao recitá-las, você estará brindando a deusa com aquilo de que ela mais gosta - beleza e arte.

4 de julho - Dia de Pax, deusa da Paz, e Concórdia, em Roma.

7-8 de julho - em Roma, o festival da mais velha entre as mulheres, Nonae Caprotinae, dedicado a
Juno, a Grande Mãe.

10 de julho - Dia de Hel, ou Holde (deusa anglo-saxã e nórtica), e de Cerridwen (deusa celta)

14 de julho - O-Bon, ou festival das Lanternas no Japão; dedicado aos espíritos ancestrais.

15 de julho - Chung Yuan, ou festival dos Mortos (China)

17 de julho - Nascimento de Ísis, no Egito.

18 de julho - Nascimento de Néftis, no Egito

19 de julho - Ano Novo egípcio. Festival de Opet, ou o Casamento e Ísise Osíris no Egito. É
também a celebração de Vênus e Adônis em Roma.

23 de julho - Em Roma, a Neptunália, em homenagem a Netuno, deus dos terremotos.

27 de julho - Procissão das Bruxas na Bélgica
Mês do Festival Hindu de Ganesha; conhecido como Ganesha Chaturthi, ou Chauti.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:52 pm

Lua do Milho (Agosto)


A Lua da Loba - A mulher que é bruxa ou o homem que é bruxo tem que saber lidar com o amadurecimento e com a velhice. Mesmo você que seja um adolescente, pensar na maturidade é um desafio importante, que precisa ser encarado na Lua da Loba, você vai aprender a reconhecer a força da maturidade. Procure passar mais tempo na companhia de pessoas que você admira. Pode ser na companhia de sua mãe, pai, uma amiga ou um amigo, uma professora, uma tia ou de seus avós.

Não importa. Basta que seja uma pessoa forte, de personalidade marcante, mas ao mesmo tempo bondosa, e que tenha mais de 50 anos. Olhe bem para essa pessoa e reconheça nela as qualidades da Lua. A intuição, o amor, a inteligência que reluz nos olhos de todos os filhos da Deusa e do Deus. Pense em Diana, a senhora da caça que supera todos os obstáculos com firmeza.
Banhar-se com uma infusão de alfazema e mil-folhas, ervas que trazem força, vai ajudá-lo a entrar em sintonia com a energia sutil da Lua da Loba.

1° de agosto - Festival do Pão Novo nas Regiões celtas. Entre os astecas, o festival de Xiuhtecuhtli,
deus do calendário e do fogo espiritual.

1-3 de agosto - Festival das Dríades na Macedônia, um honra aos espíritos femininos da água e dos
bosques.

6 de agosto - Festival de Thoth no Egito. Início do Mês dos Espíritos na China e em Singapura.

7 de agosto - No Egito, a Quebra do Nilo, dedicado a Hathor.

12 de agosto - Bênção egípcia dos barcos.

13 e 15 de agosto - Diana dos Bosques e Hécate, a Mãe Escura da Lua nos primórdios de Roma e da
Grécia; Lua Cheia.

17 de agosto - Festa de Lua Cheia para Diana em Roma.

23 de agosto - Nemesea, o festival de Nêmesis (deusa do Destino) na Grécia. Em Roma, a
Volcanália, festival para o deus Vulcano para proteção contra incêndios acidentais. Em Roma, a
Vertumnália, em honra a Vertúmnus, deus das mudanças sasonais.

25 de agosto - Em Roma, Opseconsiva, festival da colheita em honra à deusa Ops.

26 de agosto - Dia de Festa de Ilmatar ou Luonnotar, uma deusa finlandesa.

29 de agosto - Nascimento de Hathor e Dia do Ano Novo egípcio.

30 de agosto - Festival romano de Ação de Graça, conhecido como Charisteria.

31 de agosto - Festival hindu de Anant Chaturdasi, purificação das mulheres, em honra à deusa
Ananta.
A Lua Crescente marca o festival de Gauri na Índia.A Lua Crescente mais próxima do Equinócio de Outono marcava a Citua, ou Festa da Lua, entre os incas.A Lua Cheia marcava o Festival do Porco,
o qual honrava a grega Deméter e a nórdica Freya.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:54 pm

Lua da Colheita (Setembro)



A Lua da Risada de Afrodite - A poderosa Afrodite vem nos cobrar quando fazemos mau uso do nosso corpo. Temperamental, ela afasta das pessoas que se prendem a relacionamentos insatisfatórios, baseados na hipocrisia e na falsidade, ou que se tornam escravos dos padrões convencionais de beleza e amor exigidos pela sociedade.

8 de setembro - No Tibete, o Festival das Águas, honrando regato e duendes das águas.

10 de setembro - Twan Yuan Chieh, ou festival feminino da reunião, um festival lunar em honra a
Ch'ang-O, na China.

13-14 de setembro - Cerimônia de Acender o Fogo no Egito, em honra a Néftis e aos espíritos dos
mortos.

18 de setembro - O Chung-Chiu, ou festival chinês da Lua da Colheita, honrando a deusa lunar
Ch'ang-O; aniversário da Lua. Normalmente na Lua Cheia.

19 de setembro - Em Alexandria, no Egito, um jejum de um dia em homenagem a Thoth, deus
sabedoria e da magia.

21 de setembro - No Egito, Festa da Vida Divina, uma celebração em homenagem à tripla deusa
como Donzela, Mãe e Anciã.

22 de setembro - Equinócio de Outono, Morte de Tiamat na Sumária.

23 de setembro - Festival de Nêmesis, deusa do Destino, na Grécia.

23 de setembro - 1° de outubro Festival sagrado Grego de Nove Dias da Grande Elusínia
27 de setembro - Choosuk, ou Festival da Lua, na Coréia do Sul e em Taiwan, o qual honra os
espíritos dos mortos. Nascimento de Atena na Grécia.
30 de setembro - Festival de Têmis como governante de Delfos.
Lua Cheia: Festival de Ciuateotl, a deusa mulher serpente; astecas e toltecas. Lua Cheia: o Disirblot,
ou Disablot, de Freya, marcava o início do inverno para os nórdicos.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 9:59 pm

Lua de Sangue (Outubro)



A Lua da Cura - Curar-se não é apenas se livrar de uma doença. É também entrar em harmonia com seu corpo, com seus órgãos, com seu ritmo, e conservar seu organismo em equilíbrio.
O primeiro passo é o controle da respiração. Inspire e expire consciente dos seus movimentos, da entrada e saída de ar dos pulmões. Todas as noites, antes de dormir, procure visualizar seus órgãos internos. Imagine seu coração batendo, o estômago em movimentos suaves para realizar a digestão,o fígado filtrando o que é bom para seu organismo.
Evite comer coisas que fazem mal, abstenha-se das bebidas alcoólicas e modere qualquer tendências a exageros. Com o tempo você vai perceber
que é possível "ouvir "seu organismo, e dificilmente será vítima de uma doença inesperada. Comer uma folha fresca de sálvia todos os dias também vai ajudá-la a manter a saúde em ordem. E, para se prevenir contra contágios, faça um amuleto com um dente de alho, uma folha seca de sálvia, uma
pedrinha de cânfora e nove cravos-da-índia. Carregue-o preso a roupa com um alfinete, para tê-lo sempre junto com o corpo.

7 de outubro - Ano Novo na Suméria, em honra a deusas como Ishtar e Astarte.

11-13 de outubro - A Thesmophoria, festival exclusivamente feminino em honra a Deméter e a Kore
na Grécia.

12 de outubro - Fortuna Redux, uma celebração às jornadas Felizes, em Roma.

14 de outubro - Durga Puja, ou Dasain, no Nepal, Bangladesh e Índia, em honra à vitória de Grande
Mãe Durga sobre o mal.

15 de outubro - Em Roma, purificação da cidade.

16 de outubro - Lakshmi Puja, ou Diwalii, o Festival das luzes, na Índia; Lakshmi.

18 de outubro - A Grande Feira dos Cornos na Inglaterra, homenageando o Deus Cornudo.

21 de outubro - Dia de Orsel ou Ursala, deusa lunar eslava.

22 de outubro - Dia dos Salgueiros, festival mesopotâmico de Belili ou Astarte.

25 de outubro - Na China, Festival de Han Lu, deusa da Lua e das Colheitas.
26 de outubro - Festival da Lua Cheia de Hathor no Egito.
Festival inca dos mortos, Ayamarca, nesse período.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 10:01 pm

Lua Azul (27 de Outubro a 1° de Novembro)



A Lua dos Sonhos - Sonhar é receber mensagens. Sonhar é encontrar respostas. Sonhar é conversar com amigos de outros planos. Assim é o sonhar do bruxo: não um desligamento da realidade, mas uma entrada num plano superior. O verdadeiro bruxo aprende a controlar seus sonhos e a realizar
viagens astrais, sendo capaz de visitar, em espírito, lugares distantes e desconhecidos.

Para despertar esse dom de sonhar, durma com um caroço de ameixa na mão esquerda. Assim, você ativará sua intuição e se tornará mais consciente do real significado dos seus sonhos. Procure, ainda, ao acordar, anotar o que você sonhou na noite anterior. Desse modo, você vai aprender a dar
atenção aos seus sonhos e será capaz de interpretá-los corretamente. E a Lua dos Sonhos também ensina a não temer o contato com outras dimensões. É natural que você fique insegura e sinta-se impelido a fugir do desconhecido. Reaja e assuma a plenitude de seu poder!

28 de outubro - 2 de novembro Ísis, festival egípcio de seis dias de Ísis; celebra a busca e a recuperação de Osíris.

29 de outubro - Festa dos Mortos dos iroqueses, em honra aos mortos.

30 de outubro - Angelitos no México, lembrança das almas das crianças mortas.

31 de outubro - Festival celta dos Mortos, Festa de Sekhmet e Bast no Egito. Festival outonal de Dasehra na Índia, celebrado a batalha de Rama e Kali contra o demônio Ravana.

1° de novembro - Reino da Anciã Cailleach, ou festival dos Mortos, nas regiões celtas. Dia das Banshees na Irlanda. Rito de Hel nos países da Escandinávia. Festa dos Mortos no México. O quinto dia da Ísis, o encontro de Osíris, no Egito.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 10:03 pm

Lua de Neve (Novembro)



3 de novembro - Último dia da Ísias no Egito; renascimento de Osíris.

6 de novembro - Nascimento de Tiamat na Babilônia.

8 de novembro - Fuigo Matsuri, um festival Shinto em honra a Inari ou Hattsui No Kami, Deusa do
Fogão no Japão.

10 de novembro - Kali Puja na Índia, para Kali, a destruidora do mal.

9-10 de novembro - Noite de Nicnevin na Escócia.

11 de novembro - Festa dos Einheriar (Guerreiros Vencidos), nórtica.

15 de novembro - Shichigosan (Dia Sete - Cinco -Três) para a segurança das crianças como essas idades no Japão. Na Índia, Dia das Crianças. Em Roma, Ferônia para a deusa das florestas e da fertilidade.

16 de novembro - Noite de Hécate na Grécia; inicia no crepúsculo, Festival de Bast no Egito.

24 de novembro - Festa de Queima das Lanternas no Egito para Ísis e Osíris.

27 de novembro - Dia de Parvati-Devi, a Deusa Tríplice que se partia em Sarasvati, Lakshmi e Vishnu, ou as Três Mães.

30 de novembro - Dia de Hécate das Encruzilhadas na Grécia, na Lua Nova. Skadi entre os nórticos. Dia de Mawu, criadora africana do Universo e partir do caos.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Qua Nov 23, 2011 10:04 pm

Lua Fria (Dezembro)



A Lua de Contar as Bênçãos - Ao chegar na décima-segunda Lua. você vai enumerar todas as coisas boas que lhe aconteceram no decorrer do ano. Examine sua vida e verifique os efeitos de todos os rituais realizados. Veja se você alcançou seu objetivo de se tornar uma pessoa mais completa.

Lembre-se de que um bruxo está integrado à natureza, ama as plantas e os animais, respeita seus semelhantes e convive em harmonia com todos que o cercam. Se você estiver assim, feliz, bonito e satisfeito, é sinal de que seu trabalho foi bem-sucedido. Se ainda não chegou ao ponto desejado, insista, pois a magia requer paciência.
E, no último dia do ano, agradeça à Mãe Lua, olhando para ela e recitando palavras de gratidão e amor. Agora, você e a Lua são únicos: mãe e filho, irmãos, namorados, companheiros, cúmplices de feitiços e momentos de magia. Sinta essa força e nunca desista da sua caminhada.

1° de dezembro - Dia de Pallas Atena/Minerva na Grécia e em Roma.

3 de dezembro - Festa romana da Bona Dea (A Boa Deusa), deidade da justiça.

8 de dezembro - Festival de Ixchel entre os maias. Festival de Neith no Egito. Astraea entre os
Gregos, para a deusa Astraea, deidade da justiça.

10 de dezembro - Festival de Lux Mundi (Luz do Mundo), em honra à deusa romana Liberdade.

13 de dezembro - Dia de Sta. Lucia na Suécia.
17-23 de dezembro - Saturnália em Roma.

19 de dezembro - Opalia, para Ops, em Roma; sucesso e fertilidade. Pongol na Índia; festival hindu do Solstício para Sarasvati.

21 de dezembro - Solstício de Inverno. Festival celta das estrelas. Retorno de Osíris para Ísis no Egito.

23 de dezembro - Dia de Hathor no Egito. Noite das Lanternas, ou sepultamento final de Osíris, no Egito.

24 de dezembro - Modresnach, ou Noite da Mãe entre os anglo-saxões. Noite das Mães na Alemanha.

25 de dezembro - Fim da Saturnália em Roma. Dia das Geniae na Grécia; Atena também é honrada. Celebração de Artarte nos países semitas.

26 de dezembro - Nascimento de Hórus no Egito.

27 de dezembro - Nascimento de Freya nórdica.

31 de dezembro - Dia de Hécade em Roma. Dia da Sorte de Sekhmet no Egito. Norns na Escandinávia. Fadas de Van em Gales. Hogmanay na Escócia; expulsão de maus espíritos através do uso de adereços como peles e chifres. Na Sicília, festa de Strenia, deusa dos presentes. Na França, Dame Abonde, por presentes. Noite dos Desejos no México.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

OI Lucretia,

Mensagem  Convidad em Dom Dez 04, 2011 8:12 am

Não querendo desrespeitar o tempo que você perdeu juntando tudo isso, queria deixar algumas colocações, mas bem poucas.

"A Wicca surgiu no período Neolítico"

Só essa afirmação já deveria fazer o leitor desistir de todo o resto rs.

Estamos falando de 10 MIL ANOS AC ATÉ 3 MIL ANOS AC!!!E já vi textos de wiccanos que falavam em PALEOLÍTICO, ou seja, cerca de 2,5 milhões de anos a.C até 10 mil anos ac.
Qualquer pessoa na face da Terra que acredite nesse tipo de afirmação perde o meu respeito. Juro que não estou desmerecendo nada, mas estamos falando numa religião que foi CRIADA nos anos 50, e divulgada a todo e qualquer custo para que se tornasse algo popular até então.

A moda da wicca passou, como não somente eu, mas muitas pessoas já haviam previsto.

A Wicca foi criada por Gerald Gardner, que dizia ter sido iniciado num coven de bruxas em New Forest, mesmo que não exista nada comprovando q isso tenha existido.
Até os primeiros Wiccanos, que eram amigos de Gardner, diziam saber que Gardner não só compôs material, como também tenha COPIADO inúmeros elementos para criar o seu livro das sombras, incluindo material de Crowley, OTO, franco maçonaria e muitos outros. Além de introduzir poesia no ritual.

A própria wicca carece de material tanto ritualístico quanto liturgico, se entregando cegamente a qualquer generalização.
Enfiando qlqr divindade "dentro do saco" para satisfazer a vontade de seus membros.


É como eu inventar uma religião que veja o céu e a terra como sagrado, e use como "argumento" que desde os primórdios o céu e a terra eram símbolos de cultos, morada de deuses e etc.

Imagina só:
poderia colocar tudo quanto é Deus na minha religião, pois todos eles teriam algum lugar entre o céu (ou no céu) e na terra (seja sobre a face ou dentro dela, ou abaixo), e poderia dizer que sigo uma religião que teve origem no paleolítico, quando os homens tinham medo das tempestades, dos mares e etc.

A Wicca seria um religião com algum respeito, se seus membros não tentassem enfiar tantos absurdos e fantasias como o fazem. Que além de tudo, ao meu ver, é desrespeitar os outros Deuses, que possuem suas histórias e seus cultos. Tudo generalizado e reduzido a um casal divino que pode ser qualquer coisa. Tipo um "do it yourself", ou "do your own religion" e no final, dizer que elas são 'as bruxas das histórias', sendo que "bruxaria" é matéria de inúmeros acadêmicos e bruxos de verdade a ser vivenciado e desvendado entre religiões, cultos e tradições.

Só queria fazer essas colocações.

abs

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Wicca "tradicional"

Mensagem  Convidad em Dom Dez 04, 2011 8:26 am

Só um adendo.

Eu sei que existe uma "wicca tradicional", por meio dos Gardnerianos e Alexandrinos.

Ok.

As regras deles são próximas:

o máximo são 13 pessoas, e somente uma mulher inicia um homem e vice-versa.
Não existe auto-iniciação.
e eles tem documentos de linhagem que os liguem a Gardner.
ok.
Até aí, beleza.
sistema de graus (três), tirando a Alexandrina que ha um simbólico quarto grau, que é uma linhagem de outra tradição dada a algumas poucas pessoas.

os panteões não mudam dessa forma e cada coven possui Deuses próprios e nomes "secretos".
Iniciações que lembram muito as da maçonaria e um monte de elemento cerimonial, como espadas, bastões, cálices, sigilos, círculo mágico, guardiões elementais e etc. Mesmo que resumido a parte cerimonial e maquiada como algo mais "natural", mesmo que os alexandrinos usem nomes de anjos nos quadrantes, deixando menos maquiado.

Os alexandrinos reconhecem mais o sincretismo do que praticam, coisa que a maioria dos gardnerianos não fazem, dizendo que sua liturgia é extremamente antiga e sem data (rs).

Mas mesmo dentro da "wicca tradicional", as linhagens brigam por reconhecimento e sempre ha desdém e confusão, um dizendo que a linhagem do outro não é válida e um monte de gente se gabando de ter o "terceiro grau" numa religião que em 3 ou 4 anos te faz um "sumo-sacerdote" e te dá o direito de ter um coven só pra vc.
ok.

e mesmo dentre os "tradicionais" (está entre aspas porque não sei ao certo se posso chamar assim) ha discussão sobre o que é wicca e o que não é.

sem dizer na paranóia de que tudo no universo é resultado de mentalidade judaico-cristã, mas que seus ritos NÃO! Eles são antiquíssimos, e que foram os maçons que copiaram, foi crowley quem copiou, foram os demonólatras que copiaram...ou seja, todas as tradições, grupos, escritores e inclusive a própria igreja copiou os costumes wiccanos.
isso sim é incrível.
Pois a wicca era "secreta" para toda a humanidade, MENOS para todos os povos e religiões do mundo. (???).

Agora acabei rs
abs

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Dom Dez 04, 2011 7:04 pm

Duas coisas:

1ª - Obrigada, eu tinha tirado esse pedaço na primeira vez que editei mas devo ter apertado alguma tecla errada sem querer. Foi um erro de pura digitação, contudo toma cuidado que a wicca nada mais é que uma simplificação dos ritos e costumes de vários povos bárbaros incluindo os pobres nórdicos. Gerald Gardner só fez um compêndio simplicado, não inventou uma religião ele fez um livro e deu um título que muitos acabaram fazendo disso uma seita, mais ou menos como Kardec e o Espiritismo.

2ª - Não precisa ser tão incisivo ao fazer uma crítica. Lembre-se que se você começar a fazer comentários agressivos outros poderão te criticar do mesmo modo e eu não quero confusão por aqui. Agradeço novamente por ter mostrado esse erro e peço desculpas por não ter revisado o texto devidamente.

Obs.: Não sou wicca, escrevi sobre o assunto porque sei que ninguém vai escrever uma vez que a maioria dos ocultistas abomina essa seita. Eu até acho bem interessante, mas que tem nego que viaja feio isso tem.

Shamash Lykaion escreveu:Não querendo desrespeitar o tempo que você perdeu juntando tudo isso, queria deixar algumas colocações, mas bem poucas.

"A Wicca surgiu no período Neolítico"

Só essa afirmação já deveria fazer o leitor desistir de todo o resto rs.

Estamos falando de 10 MIL ANOS AC ATÉ 3 MIL ANOS AC!!!E já vi textos de wiccanos que falavam em PALEOLÍTICO, ou seja, cerca de 2,5 milhões de anos a.C até 10 mil anos ac.
Qualquer pessoa na face da Terra que acredite nesse tipo de afirmação perde o meu respeito. Juro que não estou desmerecendo nada, mas estamos falando numa religião que foi CRIADA nos anos 50, e divulgada a todo e qualquer custo para que se tornasse algo popular até então.

A moda da wicca passou, como não somente eu, mas muitas pessoas já haviam previsto.

A Wicca foi criada por Gerald Gardner, que dizia ter sido iniciado num coven de bruxas em New Forest, mesmo que não exista nada comprovando q isso tenha existido.
Até os primeiros Wiccanos, que eram amigos de Gardner, diziam saber que Gardner não só compôs material, como também tenha COPIADO inúmeros elementos para criar o seu livro das sombras, incluindo material de Crowley, OTO, franco maçonaria e muitos outros. Além de introduzir poesia no ritual.

A própria wicca carece de material tanto ritualístico quanto liturgico, se entregando cegamente a qualquer generalização.
Enfiando qlqr divindade "dentro do saco" para satisfazer a vontade de seus membros.


É como eu inventar uma religião que veja o céu e a terra como sagrado, e use como "argumento" que desde os primórdios o céu e a terra eram símbolos de cultos, morada de deuses e etc.

Imagina só:
poderia colocar tudo quanto é Deus na minha religião, pois todos eles teriam algum lugar entre o céu (ou no céu) e na terra (seja sobre a face ou dentro dela, ou abaixo), e poderia dizer que sigo uma religião que teve origem no paleolítico, quando os homens tinham medo das tempestades, dos mares e etc.

A Wicca seria um religião com algum respeito, se seus membros não tentassem enfiar tantos absurdos e fantasias como o fazem. Que além de tudo, ao meu ver, é desrespeitar os outros Deuses, que possuem suas histórias e seus cultos. Tudo generalizado e reduzido a um casal divino que pode ser qualquer coisa. Tipo um "do it yourself", ou "do your own religion" e no final, dizer que elas são 'as bruxas das histórias', sendo que "bruxaria" é matéria de inúmeros acadêmicos e bruxos de verdade a ser vivenciado e desvendado entre religiões, cultos e tradições.

Só queria fazer essas colocações.

abs


Última edição por Lucrécia em Dom Jan 22, 2012 7:07 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Oi Lucretia,

Mensagem  Convidad em Seg Dez 05, 2011 7:52 am

Desculpe se pareci agressivo, mas é que a Wicca "já passou", por assim dizer, e não deixou nenhuma boa marca em nenhum ocultista ou bruxo de verdade.

1ª - Obrigada, eu tinha tirado esse pedaço na primeira vez que editei mas devo ter apertado alguma tecla errada sem querer. Foi um erro de pura digitação,

De nada. Mas não se preocupe, que inclusive autores que se dizem wiccanos (os chamados "pink wicca" pelos gardnerianos e alexandrinos) já escreveram em livros que a wicca teve origem no paleolítico, o que não passa de uma piada de mau gosto e que foi duramente criticada por todos os ocultistas sérios e, inclusive, historiadores.

contudo toma cuidado que a wicca nada mais é que uma simplificação dos ritos e costumes celtas. Gerald Gardner só fez um compêndio simplicado, não inventou uma religião ele fez um livro e deu um título que muitos acabaram fazendo disso uma seita, mais ou menos como Kardec e o Espiritismo.

Bem, nessa parte, não sei aonde você leu sobre isso, pois até onde eu tenha visto/lido/conversado/pesquisado/etc.; Gardner, já pretendia "fazer" a wicca dele antes mesmo de ter compilado/modificado o material, aliás, ele já tinha o nome "wicca" preparado antes mesmo de ter finalizado ou revelado essa religião.
Segundo Gardner e seu círculo de amigos da época, ele tinha como objetivo, trazer a luz "a religião da Deusa"; e teria misturado inúmeros elementos de bruxaria tradicional, bem como sistemas de magia desde Golden Dawn, Crowley até a maçonaria, da qual ele fazia parte.

Se você quiser, posso listar inúmeros elementos, inclusive ritualístico, da Wicca de Gardner e mostrar que não ha quase nada de "celta" nos seus rituais, a não ser o que normalmente ha em quase todos os ritos do mundo, de todos os povos, como oferendas ou divindades.

Já vi os dois lados da moeda quando se trata de wicca, e tanto os "pinks" quanto os "tradicionais" não possuem realmente grande coisa para se mostrar, sendo notoriamente uma religião nova, com pouca liturgia e quase nenhuma tradição a ser passada.

Gardner, inclusive, já tinha como objetivo fazer uma "religião popular", para que todos que quisessem seguir sua Deusa, o fizessem, e ele parecia acreditar que assim traria um novo paganismo, algum tipo de resgate.

Aliás, não é segredo que Gardner copiou MUITO de outras tradições e ordens para compor o livro das sombras, pois até seu próprio coven sabia disso.
Gardner queria ser uma "estrela" em sua época, mas da mesma forma que a Wicca não é levada a sério hoje em dia, ela também não o era pela "elite" de ocultistas da época, que ficavam mais às sombras do que nos holofotes, com raras excessões.

Obs.: Não sou wicca, escrevi sobre o assunto porque sei que ninguém vai escrever uma vez que a maioria dos ocultistas abomina essa seita. Eu até acho bem interessante, mas que tem nego que viaja feio isso tem.

A Wicca é uma religião, com seus dogmas e regras que não são flexíveis, inclusive com discussões internas sobre homosexualismo e inúmeros acusações de abuso sexual.

Não peço para simplesmente acreditar em mim. Se interessar mesmo o assunto, indico não somente os livros de Gardner, mas outros que falam da época de Gardner, de outros ocultistas e outras linhas que acabam citando a wicca.

Ha um universo muito grande criado ao redor da wicca, quando na verdade, não ha muito a ser debatido sobre.

Para se ter uma idéia, os debates sobre wicca são somente sobre os "contras" e sobre suas "confusões". Ninguém pára para falar sobre alguma coisa eficiente ou original e, quando tentam dizer algo de "bom", normalmente é alguma coisa que nem é da wicca em si.

Não precisa ser tão incisivo ao fazer uma crítica. Lembre-se que se você começar a fazer comentários agressivos outros poderão te criticar do mesmo modo e eu não quero confusão por aqui. Agradeço novamente por ter mostrado esse erro e peço desculpas por não ter revisado o texto devidamente.

Não precisa se desculpar, quando se trata de wicca, é dificil ter a informação correta, ainda mais depois de anos tendo isso na mídia e infectando os círculos ocultistas.
Aliás, até mesmo a "informação correta" a respeito da wicca, não é grande coisa.

Nada contra wiccanos, pois cada um crê no que quiser.
Só não levo a sério essa religião e, especifico bem que, não é por ser nova, e sim, por além de não adimitir a própria origem recente, não adimite seu sincretismo forçado, e ainda, são tão incisivos como qualquer fundamentalista cristão, achando que são o centro do universo e que sua fé é a expressão original e predecessora de toda a bruxaria do mundo, o que é absurdo.

Mas mesmo assim, desculpe se fui agressivo, a intenção não foi ofender ninguém, mas expressar algumas verdades sobre essa religião que acabou se espalhando tanto entre os adolescentes, que sem ler e sem estudar e sem fazer nada da vida, virou uma cruzada em prol de uma bruxaria que mais parece uma desenho animado da Disney rs

Mais uma vez, o objetivo não é ofender.
Se algum wiccano quiser entrar no debate (isso se houver algum por aqui), fique a vontade, mas preferiria debater sobre assuntos mais construtivos, onde tiraríamos boas idéias em meio a conceitos diferentes um do outro, porque da wicca, sinceramente, não ha nada para ser tirado a não ser debate e confusão. Falo por experiência própria, e acredito que muitos também tenham essa idéia.

mesmo assim, obrigado e continue postando Smile
abs

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Lucrécia em Seg Dez 05, 2011 4:24 pm

Vamos por partes. Eu estudei um bocado sobre cultura celta e posso te afirmar que sim, o que o Gardner fez foi somente pegar os ritos mais leves da religião desse povo, florear alguns conceitos matriarcais e colocar tudo num livro. Nada além disso, a wicca nada tem de original menos ainda relevante. Quem estuda cultura celta aprende rapido que a sociedade da época não era bem "matriarcal", as mulheres só eram realmente voz ativa e quase nunca contestada se formos olhar a questão religiosa, SÓ. Gardner era adepto da corrente feminista, na época que a wicca foi criada obviamente ele puxou um bocado a sardinha pro lado dos ideais dele como qualquer pessoa acaba fazendo.
Ele tem muita mistura de Stregheria, magia celta, alguma coisa de elementalismo básico e olhe lá, o resto foi telefone sem fio, cada um aumenta uma parte.

Sobre ele ser da maçonaria, até hoje todo mundo tem provas boas para contestar isso. Primeiro que a ordem maçônica prega uma sociedade patriarcal que Gardner lutou um bocado para tornar extinta, segundo bom...existem MUITOS indícios de que ele levava uma vida dupla por assim dizer para esconder a homossexualidade ninguém nunca provou nada, mas também nunca desmentira, terceiro a "religião" não foi fundada por Gardner mas sim por um de seus colegas de estudo que usou (com aprovação dele) os escritos para fundar o que se iniciou como uma corrente filosófica e depois se tornou uma seita. Os sistemas magicos mais elaborados surgiram bem depois disso por adeptos da filosofia wiccana que queriam algo mais...elaborado e por último, ele não queria exatamente ser uma estrela, ele queria criar a sociedade ideal na cabeça dele, imitando a visão "celta" que ele mesmo deturpou.

Eu concordo contigo, wicca não tem muito a oferecer a magistas que já tenham certa experiência, mas para muitos iniciantes até que serve mais ou menos de base ao meu ver. Claro se o iniciante não for querer ler Eddie Van Feu nem Claudiney Pietro né? -.-" Um autor muito legal que eu costumo recomendar pro pessoal é o Scott Cunningham que ensina um bocado de coisas que todo ocultista deveria saber (um exemplo bobo é que ele praticamente ensina como organizar o grimório além do significado dos itens mágicos e etc) e ele é totalmente wiccano. Nem tudo é dispensável, o ocultismo é uma ciência inexata logo tudo pode ser aproveitado. ^^

Bem, nessa parte, não sei aonde você leu sobre isso, pois até onde eu tenha visto/lido/conversado/pesquisado/etc.; Gardner, já pretendia "fazer" a wicca dele antes mesmo de ter compilado/modificado o material, aliás, ele já tinha o nome "wicca" preparado antes mesmo de ter finalizado ou revelado essa religião.
Segundo Gardner e seu círculo de amigos da época, ele tinha como objetivo, trazer a luz "a religião da Deusa"; e teria misturado inúmeros elementos de bruxaria tradicional, bem como sistemas de magia desde Golden Dawn, Crowley até a maçonaria, da qual ele fazia parte.

Se você quiser, posso listar inúmeros elementos, inclusive ritualístico, da Wicca de Gardner e mostrar que não ha quase nada de "celta" nos seus rituais, a não ser o que normalmente ha em quase todos os ritos do mundo, de todos os povos, como oferendas ou divindades.

Já vi os dois lados da moeda quando se trata de wicca, e tanto os "pinks" quanto os "tradicionais" não possuem realmente grande coisa para se mostrar, sendo notoriamente uma religião nova, com pouca liturgia e quase nenhuma tradição a ser passada.

Gardner, inclusive, já tinha como objetivo fazer uma "religião popular", para que todos que quisessem seguir sua Deusa, o fizessem, e ele parecia acreditar que assim traria um novo paganismo, algum tipo de resgate.

Aliás, não é segredo que Gardner copiou MUITO de outras tradições e ordens para compor o livro das sombras, pois até seu próprio coven sabia disso.
Gardner queria ser uma "estrela" em sua época, mas da mesma forma que a Wicca não é levada a sério hoje em dia, ela também não o era pela "elite" de ocultistas da época, que ficavam mais às sombras do que nos holofotes, com raras excessões.


_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  MAGGOBRANCO em Seg Dez 05, 2011 8:58 pm

Caramba!!! Tu se superou com esse tópico, Lucrécia!!!

_________________
"As plantas que mais dão flores são as que mais tem os galhos arrancados..."


Maggobranco
avatar
MAGGOBRANCO
Moderador

Dragão Mensagens : 323
Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 77
Localização : Dream's Valley

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Wicca

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum