Cartomancia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cartomancia

Mensagem  Lucrécia em Qui Nov 10, 2011 4:35 pm


A história da Cartomancia


A origem exata da cartomancia - arte divinatória que se utiliza das cartas - é até hoje desconhecida, e sobre ela apenas um detalhe é aceito por consenso entre os estudiosos do assunto:
As civilizações mais antigas da humanidade já usavam as cartas ou seus equivalentes da época tanto como uma diversão lúdica quanto para vislumbrar o passado, o presente e o futuro dos consulentes. Indícios da existência de jogos de carta são encontrados nos cantos mais variados do mundo: no Egito, no extremo Oriente, na Índia, no continente Americano, e até mesmo na Oceania.

A referência documental mais antiga, porém, já menciona uma data posterior a passagem do primeiro milênio: Um dicionário chinês publicado no ano de 1678 cita, numa de suas passagens, que em 1120 um oficial do imperador Huei-Song ofereceu-lhe um jogo de sua própria invenção, constituído por 32 tabletes de marfim relacionados com vários temas, como o céu, a terra, o homem, e - inclusive - a sorte. Versões posteriores desse jogo foram confeccionadas em osso e papel e, embora se essemelhassem ao que hoje conhecemos como dominó recebiam a denominação de Phai, ou 'carta'.

Ainda na China, encontram-se relatos informando sobre placas de cobre e prata gravadas com desenhos e números, numa referência primitiva aos naipes.Transpostas para o papel, essas placas teriam originado o mais antigo baralho de cartas conhecido. Mas é difícil encontrar correlações entre essas cartas e as que usamos hoje. As cartas ocidentais podem ter nascido das páginas do Livro de Thot egípcio - uma obra que, segundo o estudioso Court de Gebelin frisou no séc. XVIII, "contém as doutrinas mais puras sobre os temas mais profundos e interessantes". Conta-se que tal livro possui as respostas para todos os problemas da humanidade e foi concebido por sacerdotes após consultas com o deus da magia, THOT. Sua linguagem hermética contém conhecimentos secretos imemoriais, acessíveis a pessoas de qualquer época que se dispusessem a decifrá-la.


O Tarot


Acredita-se que os baralhos nasceram de lâminas sol­tas de um livro sagrado, egípcio. Os hierofantes (sacer­dotes) a fim de preservar seus conhecimentos através dos tempos, sem que os mesmos caíssem em mãos pro­fanas, anotaram . Anotaram seus mistérios nessas lâminas, ocultando sua significação sob uma simbologia hierática, es­pécie de código religioso,, só conhecido deles.

As lâminas foram copiadas e correram mundo. Os iniciados usavam-nas em manipulações que, aos leigos, pareciam ser jogos. Os soldados imitaram os iniciados, passando a usar lâminas iguais em jogos diversos, e o jogo do baralho se universalizou, percorrendo os povos conhecidos de então. Como a maioria dos países eram governados por reis e sua côrte o símbolos representantes sacerdote, da sacerdotiza, etc. passaram a ser representados por reis, rainhas e duques que, como pas­sar dos tempos, ficaram conhecidos como rei, dama, va­lete etc.

Mas o sentido mágico, místico, religioso das lâminas não se perdeu, passando a ser usados inclusive pelos ciganos, a fim de consultar o futuro, ver os acontecimen­tos e, daí o "ver a sorte", “la buena dicha" e, como o mundo está cheio de ingênuos, desesperados, apaixona­dos e tudo o mais, o campo da cartomancia começou a ser invadido por espertalhões, que de nada entendiam, e exploravam a fé dos incautos, provocando reações, às vezes violentas, das autoridades civis, militares e religio­sas. E o baralho passou a ser apenas peças de jogos.

Os tempos passam, livros são consultados, mistérios de ontem se tornam do conhecimento popular. Assim também a significação das famosas lâminas egípcias pode, hoje em dia, ser levada a público sem quaisquer proibi­ções. Mas, como dizia Jesus Cristo, muitos serão os cha­mados, poucos os escolhidos, também na cartomancia acontece isso.

De todas as cabalcas e ciências antigas, aquela que obteve maior popularidade e crédito através dos tempos mais remotos foi, sem dúvida, a arte de conhecer o desti­no, passado, presente e futuro, pelo jogo de cartas.

Os egípcios e os romanos já a usavam, se bem que com figuras e marcas diferentes. Assim também os chi­neses, japoneses, hindus e outros povos. Naturalmente todos eles usavam simbologia diferente dos baralhos mo­dernos.

Na França, na Inglaterra e na Alemanha, durante os quase lendários domínios feudais, a cartomancia era o modo mais rápido e seguro de se conhecer o destino, e muitos senhores de feudos, barões, duques, príncipes e outros, usavam-na até mesmo para antever o resultado de uma batalha.

Na Espanha, a super-católica Espanha, desafiando o terrível poder do Santo Ofício, a famosa Santa Inquisição que vivia fazendo churrasco de gente, a arte de lançar as cartas vicejou enormemente, com incrível difusão que che­gava ao fanatismo.

O sistema de deitar cartas não é exatamente igual, variando de país a país e, até mesmo, de cartomante a cartomante. Mas isso é próprio, pois também a música, apesar de ter somente 7 notas: do, ré, mi, fá, sol, lá, si os ritmos variam de país a país, tornando-se samba, valsa, tango, bolero. Com 7 notas se vai ao infinito. Assim também as cartas.

Já em 1.299 dC, no livro "Tratado do Governo e da Família", escrito por Sandro di Pipozza, se lê referências à cartomancia, exposta como um meio de se conseguir des­cobrir o destino das pessoas.

Antigamente dividiam-se os valores das cartas em duas grandes categorias:

1 — Na França, Bélgica, parte da Inglaterra, Suíça, Ale­manha e parte da Itália, os valores eram representa­dos por: a flor (paus), o punho de uma espada, cor respondendo cavalaria; espadas, pela ponta de uma alabarda, representando os alabardeiros; ouros, pela ponta de uma flecha, representando os arqueiros e - copas (ou coração), pela ponta de seta de uma besta (balestra) representando os besteiros. Outras difa­renças nos desenhos, que eram sempre militares, a flor (paus) nos baralhos franceses, o trifólio ou tre­vo representavam o abastecimento de víveres, co­mida; espadas representavam as armas; ouros repre­sentavam as insígnias, bandeiras, brasões etc.; copas (coração) a coragem.

Outro significado era:
*flor (paus) o camponês, o aldeão, o agricultor enfim, o homem do campo;
*es­padas, o militar, o soldado;
*ouros, o burguês, o ci­dadão rico ou de classe acima da média;
*copas (ou coração) o pároco, padre, bispo etc.
Assim repre­sentavam as 4 classes sociais da época.

2 — Na outra parte da Inglaterra, na Espanha, em Portugal e na maior parte da Itália essa simbologia era bem diferente, sendo os 4 naipes representados
pelos seguintes símbolos:

ouros, uma ou mais moedas; espadas, pelo desenho das próprias armas, mais semelhantes a punhais ou adagss que espadas; copas pelo desenho de uma taça, mais correspondente à palavra copa e paus por bastões ou cacetes.

Em 1932, conforme uma pintura de Giacomino Gringonneur, representando a donzela Odete divertindo Carlos VI, filho de Carlos V, imperador do Sacro Império Romano, as figuras eram as seguintes: os 4 Reis representavam o rei David, figurando o povo hebreu; Alexandre Magno, re­presentando o povo grego; Cesar, representando os roma­nos e Carlos Magno, o povo francês.
As 4 rainhas (ou damas) eram: Rachel ou Agnese So­rei, representando a beleza; Palade ou Joana D'Arc, a sa­bedoria; Judite ou Isabel da Baciera, a religião e Argine ou Maria D'Angio, mulher de Carlos VII, a hereditariedade (ou herança).

Os 4 valetes eram as 4 idades da cavalaria: Etore, o valor toriano; Orlando, o paladino de Carlos Magno; Lan­ciotto, o campeão da Távola Redonda, do rei Artur e La Hire, ardoroso capitão de Carlos VII.
O ás acredita-se, ou, segundo um conceito celta, re­presenta o princípio, o início, pois o Um é o começo de tudo.

Geralmente as cartas são fabricadas de cartão, carto­lina, etc. principalmente depois da invenção da imprensa. Na China eram lâminas de marfim, e no antigo Egito eram lâminas de ouro.


Última edição por Lucrécia em Sex Nov 11, 2011 4:54 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  Lucrécia em Qui Nov 10, 2011 6:25 pm

Os tipos mais famosos de Tarot são o Tarot de Marselha, Tarot Cigano e o Tarot de Thot. Falaremos de cada um deles.

Tarot de Marselha

História


O tarot des Marselha (Marseille) é um dos mais tradicionais da história desse oráculo. Tem esse nome porque teve origem na cidade de Marseille, na França, provavelmente no século XVI trazido por ciganos da Ásia Central.

Esse tarot se caracteriza pelos desenhos simples de seus arcanos, e é o mais conhecido e famoso tarot de todos os tempos. Atualmente existem várias versões suas e todas são derivadas do original que se popularizou na França a partir do final do século XV. Suas figuras são muito simples, mas também eficazes e apelativas, sendo capazes de mostrar profundos segredos. Além da simplicidade, esse baralho trazia a numeração das cartas em algarismos romanos e os títulos em francês. Segundo o tarólogo, pesquisador e escritor Carlos Godo, "o tarot foi muito divulgado entre os árabes na época das Cruzadas, tendo sido trazido para a Europa pelos cavaleiros europeus que retornavam dos combates aos Mouros. Claro que, explica Carlos Godo, em pleno fugor religioso não se aceitariam cartas com motivos evidentemente orientais, por isso as cartas receberam uma "roupagem" condizente com os costumes da época. Datariam desse período as primeiras edições do tarot, de apresentação rústica e medieval, das quais conhecemos principalmente o tarot des Marselha, o qual é considerado pelos estudiosos como o mais primitivo tarot ocidental. Seria, portanto, o mais próximo de suas origens.", finaliza Carlos Godo.

No início do século XVIII, as figuras do tarot des Marselha foram entalhadas em madeira por Claude Burdel e a partir de então divulgada pelos impressores da época. No início suas lâminas eram coloridas à mão, sobre a impressão inicial dos riscos das figuras. Marselha foi o maior centro de produção de baralhos de tarot da Europa nos séculos XVII e XVIII, e seu estilo foi copiado por fabricantes até de outros países. O tarot des Marselha teve grande influência sobre os jogos que surgiram nos séculos XVIII e XIX. Seu manuseio se tornou mais fácil quando B. P. Grimaud lhe fez algumas alterações, arrendondando-lhe os cantos e usando cores mais vivas, com predominância do vermelho e do azul. Em 1930 Paul Marteau, grande mestre das cartas na França, traduziu toda a simbologia do tarot des Marselha, redesenhando-o e fixando suas tonalidades definitivas.

Significado das cartas:



0 – O louco:
Desorientação, loucura e extravagância.
Caminha em frente, olha para a frente, para o futuro assim como olha para o ar, sem ver o chão não tendo consciência sobre o terreno em que pisa.
Abandono de algo e começo de uma nova jornada, decisão.
Liberdade, consciência do superloto do necessário, possíveis novos conhecimentos.

I – O Mago:
Iniciativa, de criação e de vitalidade.
Simboliza a energia vital, início de novos empreendimentos.
O Chapéu que tem na sua cabeça recolhe as energias cósmicas.
Maneja os arcanos menores Ouro (ouros), copo (copas), faca (espadas).
Estabilidade, reflexão antes de ação, varias possibilidades que a vida propõe.

II – A Papisa:
Emotividade, compreensão e bom senso.
A Papisa é dotada de sabedoria e força interior.
As suas roupas demonstram energia e a sua capa a espiritualidade.
A sua tiara simboliza os 3 mundos, a sua posição recostada indica a reflexão e a meditação, representa o feminino e a receptividade.

III – A Imperatriz:
.Sabedoria, inteligência e proteção por parte de uma mulher.
Mostra inteligência e poder, aguarda o momento oportuno para agir.

IV – O imperador:
Poder, Força, Riqueza
Representa o domínio terreno no sentido de base ou pedra cúbica, ação.
Auto controle, tem consciência dos seus limites.
Paternidade, autoridade, proteção e apoio.

V – O Papa:
Bons concelhos, compaixão e espiritualidade.
É o poder espiritual e religioso, representa os 3 mundos pelo seu ceptro.
Proteção e compreensão.
Pontífice entre o espiritual e o terreno interage entre estes dois planos.

VI – Os Amantes:
Amor, felicidade, afeto humano, duvidas, duas possibilidades, escolher o que o coração ditar.

VII- O Carro:
Êxito, triunfo e viagens, Avanço, evolução, rapidez, avançar para a evolução tendo em conta experiências do passado.
As coisas andam sem o controlo do consultante.
Vitória.

VIII- A Justiça:
Julgamentos, assuntos legais e disciplina, a ausência de sentimentos, a objetividade absoluta.
O físico submetido ao espiritual, atitude neutra não avalia, só julga.
Equilíbrio, reflete a harmonia entre duas ordens, material e espiritual, consciente e inconsciente.

IX- O Eremita:
Solidão, concentração e introversão.
Homem solitário que possui a sabedoria, recolhimento, peregrinação.

X- A Roda da Fortuna:
Mudanças, sorte e oportunidades, realização, o auge e a plenitude.
Evolução dada ao conhecimento que adquiriu pelo passado.
Ação concretizada.

XI- A Força:
Energia determinação e audácia.
Ação, a força em todos os sentidos: físico mental afetivo e espiritual.
O poder da força consegue dominar o problema.
O chapéu indica a captação de energia cósmica, energia espiritual encarnada no físico (capa vermelha sobre vestido vermelho).

XII- O Enforcado:
Mudanças, renuncia, apatia, um fim, inteligência as avessas por erro.
Evolução estagnada.

XIII – Morte
Mudança forçada, fim de uma situação e regeneração.
Ação física consciente, riqueza partida, dificuldades financeiras.
Consciencialização espiritual mais profunda, Renovação espiritual.

XIV- A Temperança:
Moderação, harmonia e esperança. Uma pessoa bondosa e repleta de poder espiritual, espiritual age com energia, equilíbrio e conciliação.

XV- O Diabo:
Violência, fracasso e auto destruição, Inteligência fora do comum, instinto, poder, malefícios e feitiços maléficos.

XVI-A Torre:
Mudanças, becos sem saída e acidentes.
Castigo pelo Karma, agitação, uma mudança brutal e inesperada.

XVII- A Estrela:
Optimismo, sorte e ocasiões inesperadas, pureza e simplicidade, renascimento positivo, fertilidade.

XVIII- A lua:
Enganos, decepções e melancolia, meditação, força do subconsciente, escuridão, indecisões.

XIX- O Sol:
Triunfos, êxitos e conquistas.
Evolução, bons fluidos, recepção de energia cósmica, fertilidade terrena.

XX – O Julgamento:
Entusiasmo, fim de um conflito, cura, uma revelação, descoberta de uma verdade.

XXI – O Mundo:
Êxito final e plenitude, equilíbrio absoluto.
A personagem é rodeada por uma grinalda amarela (plano celeste), vermelha (plano físico), e azul (plano espiritual).


Como jogar


Existem dois métodos, ambos em forma de cruz mas cada um com significado diferente. No momento vou apresentar o que eu jogo:

Primeiro você forma a cruz do mesmo jeito que se benze.

Pai
Espírito amém Santo
Filho

A carta do meio, representa a consulente enquanto as outras quatro representam em ordem: O problema, a Causa, o Impecílho e a Solução.



Última edição por Lucrécia em Qui Nov 10, 2011 7:57 pm, editado 2 vez(es)

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  MAGGOBRANCO em Qui Nov 10, 2011 6:31 pm

Ôba!!! Vamos aprender a ler as cartas então!!! Manda brasa Lucrécia, que isso muito me interessa!!! What a Face

_________________
"As plantas que mais dão flores são as que mais tem os galhos arrancados..."


Maggobranco
avatar
MAGGOBRANCO
Moderador

Dragão Mensagens : 323
Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 76
Localização : Dream's Valley

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  Lucrécia em Qui Nov 10, 2011 7:54 pm

Tarot Egípcio

História


O Tarot Egípcio fornece informações importantes ao consulente em vários setores de sua vida. Os aspectos sagrado e terapêutico se unem para dar ao consulente respostas concretas para a tomada de decisões.

A leitura de Tarot Egípcio tem como objetivo promover uma reflexão e um “encontro consigo mesmo” para o consulente, pois suas cartas tem caráter iniciático. Portanto, o Tarot Egípcio pode ser um importante instrumento para o aconselhamento terapêutico, pois ajuda o consulente a encontrar suas próprias respostas através do contato com sua sabedoria interior, pois sua leitura tem abordagem arquetípica. Esse aconselhamento ajuda o consulente a compreender a lei de causa e efeito, a qual rege todos os acontecimentos passados, presentes e futuros, trazendo então a compreensão de si mesmo e a consciência de seu poder pessoal.

O Tarot Egípcio mostra possibilidades, tendências e opções de caminhos para que o consulente possa, através de seu livre-arbítrio, sintonizar-se com o Universo e agir de forma positiva em suas decisões, redefinindo os rumos de sua vida. Seu aconselhamento é uma rota para a revelação interior, um farol que ilumina os pontos obscuros da alma, permitindo que o consulente faça suas próprias escolhas na vida.

Segundo Sérgio Geraldo Linke, presidente e professor da Associação Gnóstica de Brasília, “ o Tarot Egípcio é a fonte original de onde foram adaptados todos os outros tarots. Ele é o mais completo e o mais complexo de todos, o que exige maior preparo do tarólogo. Ele é um instrumento psicológico e intuitivo capaz de desvendar com clareza o que está oculto por trás de uma situação. É um instrumento preciso, que traz uma série de símbolos, alfabetos e cenas mitológicas que formam os arquétipos dos caminhos pelos quais o consulente pode direcionar sua vida, seja por seu livre-arbítrio ou pela lei do Karma. Ele pode ser usado de forma iniciática ou oracular. O modo oracular é aquele que mostra a tendência de cada situação, indicando quais os elementos invisíveis estão agindo para o desfecho de uma determinada situação, sejam eles de origem externa (circunstâncias) ou interna (atitudes e emoções do consulente ou das pessoas envolvidas). Dessa forma pode-se ter uma idéia aproximada do que o Destino reserva para uma determinada situação”, finaliza Sérgio.

As cartas do Tarot Egípcio são riquíssimas em detalhes e simbologia e se expressam através de 3 planos, representando a ação no mundo físico, emocional e espiritual do consulente. Cada plano oferece diversos recursos para a leitura através dos significados astrológicos, numerológicos, das letras hebraicas, do significado das cores e de outros símbolos nele contidos, que associados às várias combinações das cartas ampliam a eficácia do aconselhamento.

O Tarot Egípcio é um tarot transcultural, ou seja, baseado na mitologia egípcia. O seu diferencial está nos arcanos menores, em não existem os naipes explícitos, mas sim a simbologia da hierarquia da sociedade egípcia.

Os arcanos menores começam com os reis, indo em ordem decrescente até os ases. O naipe de paus representa o povo, o comércio, os artesãos e a navegação. O naipe de copas representa as emoções, os artistas, pintores, escultores, músicos e dançarinas. O naipe de espadas representa os guerreiros, soldados e a casta militar. E o naipe de ouros representa a vida material e financeira em geral, a especulação financeira e a vida do faraó.


Significados:


0 - O Louco
O crocodilo – Sebech. A criança tola recém chegada caminha em direção ao abismo, não sabe do futuro, nem vê o passado, sem visão. Um pedaço de papel em branco, o não conhecimento das implicações do processo, a vontade de seguir, sem medo.

Na mitologia egípcia, Nun é a divindade cósmica primordial, o caos aquático que deu início ao Universo. O início, o fim e o início infinitamente.

- Nesta postura, a confiança e a inocência são os guias. O cuidado é com a irresponsabilidade. O tolo caminha para a boca do crocodilo, aqui não se teme a morte, não existe apego nem comprometimento.


I – O Mago
As ciências mágicas, os elementos. Um pilar ou ponte entre o céu e a terra. O próprio Thoth, o princípio. A comunicação, o verbo da criação, o masculino. O processo consciente, sabedoria.

Na mitologia egípcia, Ptar é a divindade, nele estão contidos todos os deuses. É o patrono das Artes, deus da Verdade e da Virtude.

- Faça uma pausa, contemple as estrelas. Tenha cuidado com a palavra. Sinta a qualidade da sabedoria, a humildade e a capacidade de conduzir os acontecimentos de sua vida.


II – A Sacerdotisa
Lua, O portal do santuário. Um aspecto velado de Isis, o poder do princípio feminino, coroada pela lua crescente ela é o símbolo do amor místico. A sabedoria ancestral da Alma. A intuição. A natureza da dualidade.

Na mitologia egípcia, Isida é a deusa da fertilidade, da água e do vento.

- Em certos momentos temos que deixar os ruídos exteriores e buscar silêncio para que possamos escutar a Verdade do coração, a Sabedoria oculta, o conhecimento do princípio da vida.


III – A Imperatriz
Isis, Urânia, Vênus, fertilidade criativa, Amor, maternidade. Outro aspecto de Isis, a Mãe Natureza. Que dá nascimento a todas as formas. Afrodite dourada. É carregada pela Lua crescente nas águas da matéria.

Na mitologia egípcia Tiefnut é a deusa da umidade, da qual veio a vida.

- A criatividade verdadeira nasce da união com o divino, com o místico e com o incognoscível. Trazendo alegria para quem cria e benção para os demais. O cuidado é com o controle, nada nos pertence por princípio, somos a possibilidade da manifestação, da ânsia da vida pela vida.


IV – O Imperador
A pedra cúbica, Júpiter. A completa autoridade do espírito sobre a matéria. Pai dos deuses. A habilidade de enxergar tão bem de dia quanto de noite. O domínio. Determinação.

Na mitologia egípcia, Chu é o deus do Ar, o divisor do céu e da terra.

- Assumir a responsabilidade por quem somos e viver nossa verdade. Controlar a Mente para que não se subordine a matéria – a obra.


V – O Hierofante
O mestre dos Arcanos, Marte em Áries, o mestre do ensinamento. O bem e o mal são reverentes a este mestre conhecedor. Desperto nos três mundos, no céu, na terra e no subterrâneo. Estar consciente, acordado.

Na mitologia egípcia Thoth é o deus da sabedoria.

- Se você está acordado, presente e não apegado, algo sagrado está nascendo. Ter cuidado para não manipular os que estão desacordados é a garantia de Paz. Encaminhar a sabedoria para o conhecimento de Deus.


VI – Os Amantes
Os dois caminhos, Lua em Touro, o teste, a escolha. Um momento de escolher, duas possibilidades. O que está visível é carnal e o que está oculto é espiritual.

Apop Cebeck é o deus que personifica as trevas para onde a dúvida nos encaminha. As trevas da ilusão.

- Vivenciar tudo como uma coisa só. Elevação. Optar pelo caminho espiritual é a abertura para a grande sabedoria da vida.


VII – O Carro
A carruagem de Osíris, Sol em Gêmeos, o guerreiro vitorioso. Todos os acontecimentos trouxeram até aqui, agora é só seguir com determinação, força de caráter e integridade. É preciso deixar morrer o que passou e olhar para a frente. Fazer algo que já foi planejado. O caminho é o que se apresenta a frente.

Na mitologia egípcia, Osíris é o deus da Natureza, rei amoroso do mundo dos mortos.

- Ele o ajudará a atingir o desapego e uma nova consciência removerá o véu dos seus olhos. Este é um momento guiado e protegido pelo disco solar, Amom-Ra, dando vida a tudo. É preciso ir em frente.


VIII – A Justiça
A balança e a espada, Vênus em Câncer, o ajustamento, causa e efeito. Ma’at, a deusa cósmica da ordem, Harmonia e justiça está por trás deste momento. Nada escapa a estes olhos. A natureza de seus atos está sujeita a lei do karma.

Na mitologia egípcia, Anúbis é o protetor dos mortos. A natureza não é justa para o homem e sim para si própria, é bom que o homem esteja em conexão com a natureza.

- Os desafios da vida estão aí, e se toda a semente vai se transformar em flor, precisamos passar por este processo. Seja corajoso e transforme-se.


IX – O Eremita
A luz velada, Júpiter em Leão, o discípulo. Um homem maduro e que tem sabedoria carrega a luz. Neste Arcano, sabedoria não é informação, é formação. Todas as vivências do mundo exterior devem ser trazidas para dentro. O retiro é necessário para que se compreenda e proteja a possibilidade da iluminação através da experiência. Só o recolhimento é companheiro da voz do silêncio.

Na mitologia egípcia, Gor é a divindade que assume a forma de uma coruja, um sol alado. Seus olhos são a Lua e o Sol.

- Não confundir a introspecção e isolamento com solidão, inatividade ou escuridão sem fim. A chama da vela só pode ser percebida no escuro. Para a chama, de nada adianta um dia de Sol.


X – A Roda da Fortuna
A esfinge, Mercúrio em Virgem, a lei dos ciclos. Em um momento a luz brilha e em outro as trevas. Um movimento constante nos ensina a impermanência e mortalidade do mundo físico. A esfinge detém o mistério que perpetua os ciclos da roda do Karma. Morte e renascimento. O ponto de equilíbrio é o conhecimento dos opostos, o lugar do poder e sabedoria, o centro, a coluna, o eixo.

Na mitologia egípcia, Iaru é o mundo do além túmulo, onde ficam os campos do paraíso.

- O movimento é rápido, o jogo não está ganho, também não está perdido, o gol é a equanimidade. Cuidar com comparações. Em um momento estamos por cima, em outro, por baixo.


XI – A Força
O leão domado, Marte, espírito reto, a força da vida. O domínio dos instintos animais da natureza corpórea do homem. A força aqui não é física, mas espiritual, o controle dos desejos. Masculino e feminino em um.

Na mitologia egípcia Hator é uma deusa mãe que dá fertilidade, amor e alegria aos que cruzam as areias quentes do deserto.

- Cuidar para não ceder aos instintos primitivos, elevar esta força primordial, sexual, para a manifestação da criatividade.


XII – O Pendurado
A vítima, Lua em Áries, auto-sacrifício, dever. No processo de entrega, tudo o que antes era valorizado, agora não mais importa, um longo processo que não pode ser freado, há que entregar-se, render-se. A personalidade mudando. Dores necessárias.

Na mitologia egípcia, Ka é a força vital, o duplo, o segundo eu. Nasce junto com a pessoa e guarda a idéia original.

- Somos vítimas de nossas paixões e apegos até o momento em que nos damos em oferenda ao altíssimo.


XIII – A Morte
A foice, morte e renascimento. O final de todas as coisas, nada nem ninguém escapam dela. O velho deve morrer para que o novo possa nascer. Uma vida inerte em que nada muda é uma morte em vida. Um arco-íris que reconecta o céu e a terra.

Na mitologia egípcia, Neftida é a senhora da casa, participa de todos os rituais mágicos fúnebres de passagem para o outro mundo.

- Deixe a carga, sinta o peso saindo de você e sinta a morte do que é velho, tenha coragem e habilidade para se transformar. Evoluir.


XIV – A Temperança
Os dois potes, Sol em Escorpião, a ciência alquímica, a arte. Um momento onde os opostos se unem em Harmonia, uma purificação, grande encontro do passado e futuro no presente. Se você sente que algo não está lhe servindo, talvez este divino alquimista esteja se manifestando para conduzi-lo a um encontro perfeito.

Na mitologia egípcia, Hapi é um deus do Nilo, trazendo com a mistura das águas e da terra da margem, um elemento fértil que dá abundância e alimento para o povo.

- Sinta a unidade do passado e do futuro se manifestando no presente, abra-se para receber a unidade da vida. Buscar a integração, não o perfeccionismo.


XV – O diabo
Set, Saturno em Sagitário, escuridão. Este é um apecto da natureza divina. Todas as paixões, prazeres, apegos, ciúmes, inveja, preguiça, maldade e rancor, são frutos do nosso ego, o mesmo que pode contemplar a encarnação. O mesmo fogo que aquece, queima. Todos os condicionamentos tiram nossa liberdade. O sofrimento começa com o nascimento.

Na mitologia egípcia, Set é o deus dos países estrangeiros, a origem do mal.

- Sinta a necessidade de se posicionar para evoluir, direcionar para transcender.


XVI – A Torre
A torre abalada, colapso, Júpiter em Capricórnio. Uma intervenção divina, o colapso de uma estrutura, algo que estava nos dando à impressão de que o jogo estava ganho, um sentimento de vínculo e segurança que foi cortado. Uma edificação aparentemente segura está ruindo. Este é o retorno para a fonte espiritual. O sentido de segurança é desafiado. Você realmente não contava com isto.

No Egito, é a torre de Babel.

- Onde achamos que estamos seguros, senão dentro de nós? É o momento onde somente a estrutura espiritual nos mantém no caminho. Grande encontro com o não material, a única estrutura que permanece eternamente.


XVII – A Estrela
A estrela dos magos, o elixir da vida, beleza, Mercúrio. Este é um momento muito precioso, é um estado que brota de dentro, O Silêncio e a satisfação do Ser. Difícil alguém compreender este estado se não está nele. Satisfação com nada. Um pé na terra, outro na água, como um mensageiro dos deuses. Um salto quântico.

Na mitologia egípcia Nut é a deusa do céu, irmã e esposa de Geb, o deus da terra.

- Sinta a proximidade do seu ideal. Este encontro consigo não pode ser confundido com solidão.


XVIII – A Lua
O crepúsculo, ilusão, alvorada e anoitecer. Vênus em Aquários. Um momento onde a clareza está ausente. A relação de um momento delicado com nossa eternidade, ou seja, padrões kármicos, vidas passadas. Não temos a visão do que está oculto e precisamos ter muito cuidado. O que é real e o que é ilusão? Os acontecimentos em nossa vida tentam nos fazer enxergar um padrão tão antigo quanto à jornada de nossas almas.

Na mitologia egípcia, Anúbis é um guia na escuridão. Protetor e condutor no mundo dos mortos.

- É a passagem para o futuro, a “chave da vida”.


XIX – O Sol
A iluminação, Júpiter em Peixes, a luz, união. O significado da criação do Universo. Eu sou o outro você. Começo a me perceber como parte do todo. Saúde, vitalidade.

Na mitologia egípcia, Ra é o deus do Sol. Bondoso e materno criador. A aceitação da eterna mudança da vida, compreensão da individualidade da criação.

- Sinta a felicidade, a força vital e o Amor que brota de dentro para que você possa prosseguir no caminho espiritual


XX – O Julgamento
A ressurreição da morte, o despertar, o juizo, Saturno. Uma nova era. Um momento de transição de um mundo para outro. O chamado para os adormecidos, é necessário despertar. Ra espera suas crianças.

Na mitologia egípcia, Sekhmet, a mulher leoa deusa da guerra, vem saciar sua sede, vingando Ra que sofre com os filhos desprendidos que se entregaram a ilusão do mundo material.

- Os julgamentos são as ilusões que nos mantêm prisioneiros, sonolentos e limitados. Temos dificuldade de evoluir.


XXI – O Mundo
A coroa dos magos, Harmonia, perfeição. Corpo, Mente e Espírito se entrelaçam, o infinito é perfeito, um estado sagrado. Criatividade e inspiração a partir de uma nova visão do mundo. Êxito, conclusão, completude e perfeição.

Na mitologia egípcia, Geb é o bondoso deus da Terra.

- Sinta o estado de Harmonia, sucesso, boa sorte e a percepção de uma nova maneira de ver o Universo.


Método:

1. Escolha uma carta para representar o consulente, fazendo uso do teu conhecimento ou tua avaliação mais de seu caráter do que se apoiando em suas características físicas.

2. Tome as cartas em tua mão esquerda. Na mão direita empunhe o bastão sobre elas e diga: Invoco a ti, I A O para que envies H R U, o grande Anjo que preside às operações desta Sabedoria Secreta para que ele pouse sua mão invisivelmente sobre estas consagradas cartas da arte, que por meio disso possamos obter conhecimento verdadeiro de coisas ocultas, para a glória de teu Nome inefável. Amém.

3. Entregue as cartas ao consulente e convide-o a pensar na indagação atentamente e fazer o corte.

4. Pegue as cartas tal como cortadas e as retenha para o procedimento subseqüente.

Primeira operação Esta mostra a situação do consulente na ocasião na qual ele o está consultando.

1. As cartas estando à tua frente, faça um corte colocando a metade do alto à esquerda.

2. Faça dois novos cortes, um para cada pilha de cartas, da direita para esquerda.

3. Estas quatro pilhas de cartas representam I H V H, da direita para a esquerda.

4. Encontre a carta significadora. Se ela estiver no maço da Yod, a indagação se refere a trabalho, negócios, etc.; se estiver no maço da Hé, refere-se a amor, casamento ou prazer; se estiver no maço da Vau, a indagação se refere a problemas, perda, escândalo, brigas, etc; se estiver no maço da Hé final, a indagação se refere a dinheiro, bens e assuntos puramente materiais.

5. Pergunte ao consulente o objeto de sua indagação: se errado, abandone a adivinhação.

6. Se certo, espalhe o maço que contém a significadora, com a face para cima. Compute as cartas a partir do consulente na direção em que ele as observa. O cômputo deve incluir a carta a partir da qual você o iniciou. No caso de Cavaleiros, Rainhas e Príncipes, conte 4. No caso de Princesas, conte 7. No caso de Ases, conte 11. No caso de cartas menores, compute de acordo com o número. No caso de trunfos, conte 3 quando se tratar de trunfos dos elementos; 9 quando se tratar de trunfos planetários; 12 quando se tratar de trunfos zodiacais. Componha uma “história” destas cartas. Esta história é aquela do início da questão.

7. Emparelhe as cartas de cada lado da significadora, em seguida as externas e assim por diante. Componha uma outra “história”, que deve suprir os detalhes omitidos na primeira.

8. Se tal história não for absolutamente precisa, não desanime. Talvez o próprio consulente não saiba de tudo. Mas as linhas principais devem ser formuladas com firmeza, com retidão, ou a adivinhação deve ser abandonada.

Retirado do Livro de Thot

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  Lucrécia em Qui Nov 10, 2011 8:08 pm

Baralho Cigano Lenormand

História


A origem do Baralho Cigano Lenormand tem duas versões. Na primeira delas, este magnífico jogo de cartas estaria relacionado ao Petit Lenormand. Este baralho composto de 36 cartas foi criado por Anne Marie Adelaide Lenormand, uma francesa nascida na cidade de Alençon, em 1772. Mademoiselle Lenormand ficou famosa pela precisão de suas previsões, atendendo a figuras ilustres da realeza da França. Numa casa de altos e baixos em Paris, esta mulher jovem, acompanhada de seu gato preto, espalhava sobre a mesa as cartas do seu baralho e previa o futuro de seus nobres consulentes. Ela atendia figuras da alta sociedade da época e grandes líderes, como Robespierre e o Imperador Napoleão Bonaparte.

Além de cartomante, Mademoiselle Lenormand era astróloga, quiromante, numeróloga e tinha muitos outros conhecimentos como geomancia, dominomancia, cafeomancia. Ela revolucionou o conhecimento da Cartomancia, na época, utilizando flores, ervas e talismãs junto com seu jogo de cartas. Com seu desencarne, em 25 de junho de 1843, muita desta sabedoria desapareceu com ela. Somente cinqüenta anos depois, alguns manuscritos de Lenormand foram recuperados e mais tarde divulgados.

Na segunda versão, o Baralho Cigano Lenormand, teria sido descoberto e propagado por este povo mágico que são os Ciganos. Através do seu modo singular de vida migrando de um lugar para outro, eles popularizaram seu jogo de cartas com figuras singelas e de fácil entendimento. Foi desse mesmo modo, que este povo nômade, nos presenteou com a expansão de muitas outras artes advinhatórias, como a Quiromancia, por exemplo, originária da Índia.

Seja qual for a verdadeira origem e a descrição histórica deste baralho, vale lembrar: é fácil notar que a origem da maioria dos oráculos ao qual temos acesso hoje geralmente é deficiente, visto que a humanidade já passou por vários períodos de repressão, tendo assim, perdido muito conhecimento no campo do ocultismo. Se não fosse a persistência e a coragem de diversos mestres da filosofia esotérica, não poderíamos desfrutar hoje deste e de outros maravilhosos jogos de cartas.

O Baralho Cigano Lenormand é constituído por 36 cartas, numeradas ordinalmente e relacionadas aos 4 naipes que constituem a Cartomancia tradicional. Estes naipes -Copas, Ouros, Espadas e Paus - correspondem aos 4 elementos alquímicos: água, terra, fogo e ar. Estes elementos representam respectivamente, a emoção, a matéria, o espírito e a razão.

Com arquétipos de fácil visualização, sua leitura apresenta aparente facilidade. Por este motivo é visto também, equivocadamente, como um instrumento "pobre". Ou seja, não tão rico quanto o Tarot tradicional que a maioria de nós conhece, aquele que apresenta os 22 Arcanos Maiores. No entanto, a posição das cartas, a comparação entre uma e outra, é que especifica a mensagem do jogo feito com o Baralho Cigano Lenormand.

Este último encanta também pela magia relacionada a ele. Muitos o jogam cercados de apetrechos como velas coloridas, incensos, frutas e outros objetos. Mas, existem também aqueles que jogam o mesmo baralho sem nenhum artifício. Vale lembrar que o mais importante é o jogo propriamente dito e a mensagem contida nele. O ritual é secundário.

O Baralho Cigano Lenormand, assim como qualquer jogo de cartas, através dos seus arquétipos, envia mensagens que muitas vezes estão bloqueadas em nosso inconsciente. Extremamente valioso para o nosso dia-a-dia, como se fosse um amigo, um confidente, pode nos orientar para decisões mais acertadas e também nos prevenir dos perigos que nos cercam.

Significados


1 - O MENSAGEIRO - NOVE DE COPAS

SIMBOLOGIA - Esta figura significa o homem em ação, em busca da sabedoria, da autoconfiança e do conhecimento interior. Também é a criatividade presente no ser humano. Representa as ações, A capacidade de mudar o rumo das coisas.

MENSAGEM - Alcançará seus objetivos. Se estiver rodeada de cartas negativas, sua sorte está ameaçada.



2 - O TREVO - SEIS DE OUROS

SIMBOLOGIA - Este arcano é representado por um trevo de quatro folhas. Significam os tropeços da vida, as desorientações, mas que não trazem muitas preocupações, porque são problemas passageiros, de fácil solução.

MENSAGEM - As dificuldades serão passageiras, se acreditar que possui a força infinita da sabedoria.



3 - O NAVIO - DEZ DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - É representado pela figura de um navio em águas revoltas. Estas águas significam a segurança na perigosa viagem da vida. Esta carta enfatiza a importância de todos os sentimentos.

MENSAGEM - Mudanças positivas em todos os aspectos: físico, espiritual e material. Se vier perto da carta que significa você, é sinal de viagem breve.



4 - A CASA - REI DE COPAS

SIMBOLOGIA - É representada pela figura de uma casa que mostra seu próprio lar e todos que dele participam. Indica a confiança, a prosperidade, o amor e o apoio familiar. Também significa o equilíbrio cósmico. MENSAGEM - Quando estiver localizada abaixo do que designa você, é melhor ficar alerta com as pessoas ao seu redor. Do contrário, terá sorte.



5 - A ÁRVORE - SETE DE COPAS

SIMBOLOGIA - Tal como o elemento que representa, esta lâmina demonstra a fertilidade permanente na vida do ser humano, a troca de energias positivas e também a força da vitalidade que existe em cada um.

MENSAGEM - Quando esta carta aparece longe de que indica você, é sinal de boa saúde. Quando aparece perto, indica sorte e progresso.



6 - AS NUVENS - REI DE PAUS

SIMBOLOGIA - É simbolizada por um céu cinzento e assustador. Significa a instabilidade emocional, sensação de incapacidade em resolver os problemas. Também é sinal de mudanças lentas, tristeza.

MENSAGEM - As mudanças de sua vida deverão ser vagarosas, de acordo com as necessidades. Os momentos de tristeza serão passageiros.



7 - A SERPENTE - DAMA DE PAUS

SIMBOLOGIA - Nesta carta, aparece a figura de uma serpente venenosa. Esta lâmina que tem muita carga negativa, significa que traições e forças externas ocultas estão agindo em seu campo astral.

MENSAGEM - Se este arcano estiver perto da carta que representa você, é sinal que poderá passar por alguns riscos como traições.



8 - O CAIXÃO - NOVE DE OUROS

SIMBOLOGIA - É simbolizada pela figura de um caixão de defunto que representa momentos de ruptura. Por outro lado, refere-se às forças ocultas do inconsciente que podem levar à destruição, mas também a evolução.

MENSAGEM - Se estiver afastado da figura que representa você, é sinal de mudanças benéficas. O contrário, significa acontecimentos ruins.



9 - AS FLORES - DAMA DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - As flores simbolizam a felicidade, alegria e beleza, a fraternidade e a união das pessoas. Também indica a realização de todas as possibilidades e sonhos.

MENSAGEM - Esta carta representa a felicidade em todos os aspectos da vida. É um arcano ligado à alegria, realização em todos os setores da vida.



10 - A FOICE - VALETE DE OUROS

SIMBOLOGIA - Uma foice ceifando o trigo representa a destruição do tempo, a morte. É a perda dolorosa no momento certo, o perigo, a transformação e o desprendimento.

MENSAGEM - Esta lâmina traz perigo de ruptura e separação. Mas se esta carta estiver rodeada de outras positivas, indica a possibilidade, uma nova chance que surge.



11 - O AÇOITE - VALETE DE PAUS

SIMBOLOGIA - Tem o símbolo de um grande chicote que representa a força, o poder mental. Também pode indicar o poder judiciário e a chance de um acordo em família.

MENSAGEM - De acordo com a situação, este arcano representa o uso abusivo da força, quando seria melhor uma conversa. Indica o emprego necessário da sabedoria e da intuição.



12 - OS PÁSSAROS - SETE DE OUROS

SIMBOLOGIA - A imagem de um casal de pássaros juntinhos num galho de árvore representa o amor. Indica uma vida sentimental feliz. Este arcano quando aparece perto da carta A SERPENTE tem toda sua negatividade neutralizada.

MENSAGEM – Indica respeito pelo par. Também é um aviso para não sufocar o companheiro de ciúme.



13 - A CRIANÇA - VALETE DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - É a figura de uma criança inocente que representa a alegria, a própria inocência, a naturalidade e a espontaneidade ainda presente no coração das pessoas.

MENSAGEM - Esta carta traz um conselho: você deve ficar bastante atenta com atitudes impensadas, repentinas e infantis. Estas ações podem magoá-lo(a) profundamente.



14 - A RAPOSA - NOVE DE PAUS

SIMBOLOGIA - Uma raposa esperando sua caça é o que traz este arcano. Com esta figura, ele simboliza as armadilhas da vida, as traições, a deslealdade e a salvação pela astúcia.

MENSAGEM - Se aparecer perto da que representa você, é porque é muito invejado(a). Já se aparecer longe, é sinal de que está se prejudicando com sua inveja e cobiça.



15 - O URSO - DEZ DE PAUS

SIMBOLOGIA - Nesta carta, aparece a figura ameaçadora de um grande urso. Ela representa a falsidade dos amigos. Também mostra a inveja de pessoas próximas e queridas.

MENSAGEM - Você deve ter cuidado com falsos amigos, do tipo "amigo-urso". Sentimentos ruins como inveja, a cobiça podem interferir nas energias do seu campo astral.



16 - AS ESTRELAS - SEIS DE COPAS

SIMBOLOGIA - Esta grande estrela cintilante é o símbolo de sua força espiritual e da sua intuição, energias que devem vir à tona nos momentos difíceis de sua jornada.

MENSAGEM - É um sinal para que tenha fé em suas intuições. Quando o arcano As nuvens estiver por perto. Ela indica desequilíbrio na vida amorosa.



17 - A CEGONHA - DAMA DE COPAS

SIMBOLOGIA - Nesta carta, aparece uma cegonha levando um galho no bico. Este arcano representa novidades, em muitos setores de sua vida. MENSAGEM - Simboliza o início de um novo ciclo em sua vida. Este arcano também indica que seus caminhos estão abertos a novas experiências e a prósperos empreendimentos principalmente no campo pessoal.



18 - O CÃO - DEZ DE COPAS

SIMBOLOGIA - É representada por um cão em posição de guarda. Esta carta simboliza a amizade leal, sincera, a força, o apoio e o carinho das pessoas amigas.

MENSAGEM - Significa que pode confiar nas pessoas com quem convive. É sinal para ficar alerta se a carta As nuvens estiver por perto. Ela indica desequilíbrio na vida amorosa.



19 - A TORRE - SEIS DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - Esta torre alta e com aspecto sóbrio representa o "eu" verdadeiro. Também mostra que você passa por uma fase de busca de seu autoconhecimento.

MENSAGEM - Este arcano mostra a você que as respostas que tanto espera estão dentro de você mesmo(a). É só procurar as soluções que deseja em seu interior.



20 - O JARDIM - OITO DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - Esta carta é representada pela paisagem de um jardim bastante fértil e pacífico, envolvido por uma aura de energia.

MENSAGEM - O Jardim é um arcano que traz um conselho a você; é hora de colher tudo o que plantou, pois o momento é de paz. Aproveite a tranqüilidade para refletir sobre todas as suas ações.



21 - A MONTANHA - OITO DE PAUS

SIMBOLOGIA - Representada por uma montanha rochosa, esta carta simboliza a força, o equilíbrio, a perseverança, a justiça e também é o alerta para o perigo próximo.

MENSAGEM - Se aparecer perto da carta que representa você, mostra o alcance de seus objetivos. Longe, é sinal de perda do que já foi conquistado em sua vida.



22 - OS CAMINHOS - DAMA DE OUROS

SIMBOLOGIA - É representada pela paisagem de uma de uma estrada larga, comprida e sem qualquer obstáculo. Esta carta mostra que seus caminhos estão abertos e que poderá existir uma saída para todos os problemas que surgirem.

MENSAGEM - Você está no rumo certo e realizará os seus sonhos. Acredite mais na sua felicidade.



23 - O RATO - SETE DE PAUS

SIMBOLOGIA - Um grande rato comendo um pedaço de queijo indica que algo importante de sua vida está sendo roubado. Você precisa de proteção na saúde e no setor material.

MENSAGEM - Há a possibilidade de contrair doenças sem gravidade. Se a carta As Estrelas aparecer próxima a esta, é sinal de que poderá recuperar o que foi roubado.



24 - O CORAÇÃO - VALETE DE COPAS

SIMBOLOGIA - É representada pela figura de um grande coração e simboliza o amor fraternal, a solidariedade universal, a paixão forte e a felicidade que está presente neste momento de sua vida.

MENSAGEM - Você viverá uma grande paixão em breve. Também indica que deverá ajudar as pessoas que pedirem o seu auxílio.



25 - A ALIANÇA - ÁS DE PAUS

SIMBOLOGIA - Este arcano traz a figura de um par de alianças de ouro entrelaçadas e simboliza uma união duradoura ou mesmo a possibilidade de um relacionamento amoroso firme.

MENSAGEM –Se aparecer ao lado direito da carta que representa você, é sinal de casamento feliz. Do lado esquerdo, indica instabilidade no relacionamento conjugal.



26 - O LIVRO - DEZ DE OUROS

SIMBOLOGIA - Traz a figura de uma pilha de livros sobre uma escrivaninha. Esta carta simboliza a necessidade de aquisição de conhecimento e cultura.

MENSAGEM - Os estudos ou em qualquer teste a que for submetido(a) será um sucesso absoluto. Por isso, o momento é ideal para se testar. Não tenha medo de colocar a sua capacidade e a sua felicidade à prova.



27 - A CARTA - SETE DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - É representada pela figura de um envelope. Indica comunicação, informação e também é um aviso para guardar seus segredos.

MENSAGEM - Se este arcano vier seguido da carta Os Ventos, é sinal de notícias boas. Mas se esta carta estiver perto da que representa você, é sinal que as notícias poderão causar sofrimento.



28 - O CIGANO - ÁS DE COPAS

SIMBOLOGIA - Traz a figura de um cigano forte e bonito, destemido, empunhando uma espada, que corta os males e protege a pessoa que o procura. Simboliza o homem ideal e honesto para as mulheres.

MENSAGEM - Este arcano é você, se quem consulta é homem. Também representa a chegada de uma mulher ideal em sua vida.



29 - A CIGANA - ÁS DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - É representada pela figura de uma cigana jovem, bonita e cheia de vida. Ela olha para as cartas como quem consegue desvendar o futuro. Este arcano representa a amada para os homens.

MENSAGEM - Se quem consulta é uma mulher, esta carta representa você e indica a chegada de um homem ideal em sua vida.



30 - OS LÍRIOS - REI DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - É a figura que significa paz interior, harmonia, enfim, uma vida feliz.

MENSAGEM - Se esta carta aparecer perto do arcano que representa você, é sinal que é uma pessoa honesta. Caso apareça abaixo deste arcano é porque você tem caráter duvidoso. Se a carta As Nuvens vier perto deste arcano, é sinal de grande sofrimento em família.



31 - O SOL - ÁS DE OUROS

SIMBOLOGIA - A imagem da paisagem de um sol ardente significa a plenitude da vida, a energia e o positivismo. Esta é uma carta alto-astral.

MENSAGEM - Quando este arcano estiver perto da carta que representa você, é sinal de fortuna e saúde. Se aparecer longe, indica sentimentos como desânimo, fraqueza e tristeza diante dos obstáculos.



32 - A LUA - OITO DE COPAS

SIMBOLOGIA - É representada pela figura de uma Lua Crescente e tem como significado a inconstância, a dúvida, os elementos ocultos.

MENSAGEM - Quando esta carta estiver ao lado direito da que representa você, é sinal de que terá reconhecimento por tudo o que faz. Se tiver do esquerdo, indica que passará por momentos de aflição.



33 - A CHAVE - OITO DE OUROS

SIMBOLOGIA - A figura chave que aparece neste arcano representa o sucesso, é a chave que abre as portas para os dias melhores que estão chegando.

MENSAGEM - Quando este arcano aparece próximo a carta que indica você, é sinal de que momentos de realização o(a) aguardam. Se aparecer longe, indica obstáculos e que seus caminhos poderão estar fechados.



34 - OS PEIXES - REI DE OUROS

SIMBOLOGIA - Peixes nadando próximos a uma arca cheia de tesouros simbolizam bens materiais, negócios e também é sinal de lucros que vão aparecer na sua vida.

MENSAGEM – Perto de sua carta indica sucesso e bons negócios. Longe, é exatamente o contrário, indica crise financeira em seus empreendimentos futuros.



35 - A ÂNCORA - NOVE DE ESPADAS

SIMBOLOGIA - Mostra uma grande âncora no fundo do mar e representa segurança material e financeira.

MENSAGEM - Para os negócios, segurança e estabilidade. Para o amor, depende da localização da carta: perto da que indica você, é sinal de um relacionamento sólido. Longe, quer dizer que este amor poderá passar por períodos de inconstância.



36 - A CRUZ – SEIS DE PAUS

SIMBOLOGIA - É representada por uma grande cruz e simboliza a vitória em todos os sentidos, não importando os obstáculos que estejam em seu caminho. A cruz é poder.

MENSAGEM - Perto da carta que representa você, é sinal de vitória e proteção em todos os setores; longe, indica que energias negativas estão tentando influenciar sua vida.

Método


As mensagens do Baralho Cigano representam e se encaixam na sua realidade. Mas nem sempre são mensagens diretas. Por isso, é muito importante a sua interpretação.

Para iniciantes é recomendável o método das três cartas, que podem representar :

• Passado, Presente, Futuro.

• O Problema, A causa, A solução.

• Outras interpretações que mandar a sua intuição.

O Método de 3 CartasTire três cartas do monte e vá fazendo a interpretação de acordo com a pergunta que formulou. É claro que algumas cartas não se referem exclusivamente àquilo que perguntou. Mas, com intuição, você vai conseguir interpretar com toda certeza. Se, por acaso, o assunto, ou a pergunta que você fez ficou sem uma conclusão, vire mais duas cartas para poder finalizar o assunto.

Além desse método existem outros de maior dificuldade, que são:

• Relacionamentos - 7 Cartas
• Encantamento Cigano - 7 Cartas
• A Roda Mística - 9 Cartas
• A Pedra Dourada - 15 Cartas
• A Mesa Real - 36 Cartas

IMPORTANTE: As cartas A Cigana e O Cigano representam você ou a pessoa para quem está lendo. Durante a leitura, verá que algumas falam sobre isso. Se uma delas aparecer, quer dizer que a resposta está vindo diretamente para você, sem rodeios. Se não aparecer, faça a interpretação do conjunto das três cartas. Se a questão for bem objetiva, tipo sim ou não, a regra é: se a primeira carta for positiva, a resposta é sim. Se for negativa, não. Faça quantas perguntas quiser, virando três cartas.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  Lucrécia em Qui Nov 10, 2011 8:14 pm

Como Consagrar o seu Baralho

Antes de usar as cartas, é preciso que tome algumas providências, para consagrar o seu baralho, sem o que ele não passará de cartas para um jogo profano.

Empilhe suas cartas, à noite, sobre um copo com água e sal , para que a água com o sal retire os fluídos negativos das suas cartas, faça uma oração ao seu Anjo Guardião ou outra oração de sua preferência.

(Repita sempre após terminar uma leitura )

Como Guardar e Proteger o seu Baralho


Após a consagração ou após a limpeza depois de uma consulta, embrulhe seu baralho em um pano preto e guarde-o em um local fora do alcance de outras pessoas, nunca use suas cartas para jogos de azar e não permita que manuseiem o seu baralho.

Como preparar-se para a Leitura das Cartas


Para jogar procure se isolar. Busque também conforto, pois o local escolhido será o seu templo para leituras. Ali, exercitará seu poder de prever o futuro.
Antes de começar a leitura, faça uma oração para uma divindade à sua escolha, concentre-se com o objetivo de limpar o espírito e a mente das energias ruins.

Lave as mãos e beba um pequeno gole de água, simbolizando a purificação, estenda um pano branco sobre a mesa onde vai deitar as cartas, sob esse pano coloque um punhal, com a ponta voltada para o consulente, à sua direita uma taça com água com uma ametista dentro, à esquerda uma vela branca. Acenda um incenso de sua preferência. Você pode também decorar sua mesa com flores, frutas, cristais, pedra de rio e outros objetos que julgar necessário.

Lembre-se sempre de estar invocando as forças dos quatro elementos :

TERRA, FOGO, ÁGUA e AR.

_________________
Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge a luta.Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada.
avatar
Lucrécia
Administrador
Administrador

Dragão Mensagens : 655
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  Dirge em Sex Nov 11, 2011 5:36 am

Muito bom Lucrecia! Voy ver se arrumo logo um baralho.

_________________
''Aquele que é corajoso e paciente o suficiente para exergar, na escuridão, toda a sua vida, será o primeiro a encontrar um raio de Luz.'' Metrô 2033 (livro)

''As respostas para os maiores misterios da humanidade estão dentro de cada ser vivente.''
avatar
Dirge
Moderador

Rato Mensagens : 358
Data de inscrição : 03/11/2011
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartomancia

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum