Boneco Vodu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Boneco Vodu

Mensagem  Cufnefer em Ter Nov 08, 2011 8:31 pm

Tudo foi na verdade um pseudo-ritual já que faltaram muitos materiais que achei prováveis tais como: veves (função semelhante aos selos goeticos) com suas “preces e orações”, ervas de limpeza do local (erva-prea por exemplo) e urtiga-vermelha.

Em principio, foi uma forma de provar* a qualquer pessoas que somos capazes de fazer “qualquer” ritual (mas não é garantido seu sucesso)

- E o ritual será contra sua amiga! – eu dizia
- Por favor, não faça isso!(começou a chorar)
- Ela passou dos limites! Ela merece!

* Anteriormente descobri que um colega iria fazer o “ritual do odio”(satânico) contra minha amiga, porem pelo seu passado ou melhor, pela sua escolha de “ser” satanista foi um pouco “infantil” em minha opinião pois o tema foi abordado em uma revista e ele “decidiu ser”... Creio que incapaz de cumpri-la

Durante a pesquisa do ritual voodoo descobri métodos de fazer os bonecos, mas não concordo com tudo, achei três formas de se fazer mas acho um pouco “absurdas”. Não acredito em não ter um “ritual” duvido seu sucesso apenas espetando alfinetes num boneco! Precisa de uma “identificação” e de “emoção” para passar do ritual para a “vitima”

O ritual: simples, o altar foi um caderno(de cor verde, branco e vermelho) com uma vela(branca) com um copo d’agua com uma flor, incenso destinado a entidade ( orixá Ogun – escolhido por ser mais conhecido no “mundo” das crenças africanas com seus atributos ou oferendas como o facão[usado], rum, tabaco, farinha de mandioca além do sacrifício). Infelizmente como disse anteriormente, não tive as oração portanto tive que improvisar... “ Hoje estamos reunidos para fazemos o ritual contra “fulana” e peço a permissão de Ogun para proceder” (...) “Isto (pedaço de algodão com o nome dela e o que ela representa para mim com um fio de cabelo) representa sua alma que será purificada”- coloquei com a ajuda do facão no fogo da vela. Até desaparecer as suas cinzas...

- Apenas isso Cuf?
- Não, falta a parte de agradecimentos antes que o incenso acabe...
- Eu posso fazer isso para minha professora? – disse o irmão dele
- Mas é claro! Aproveite!

Então foi o mesmo procedimento porém algo curioso aconteceu, o cachorro da família acordou e veio até mim para intervir no ritual... Na mitologia africana(yoruba - batuque) “Devido à traição de Iansã, Ogum e Xangô jamais se reconciliaram e, por diversas vezes acabavam por se defrontar em acirradas disputas” e o representante de Xangô seria... o cachorro! (Parece que até hoje eles estão brigados...)E depois de fazer a finalização com os agradecimentos...

-Ei! Eu deixei meu cabelo cair no boneco, tem algum problema?
- ¬¬ Foi por isso que demorou tanto para queimar....
avatar
Cufnefer
Descobridor dos Caminhos
Descobridor dos Caminhos

Cachorro Mensagens : 42
Data de inscrição : 26/08/2011
Idade : 23
Localização : São Caetano do Sul - SP

http://dyakuzy.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum